Natal terá formação em Constelação e Pensamento Sistêmico

Técnica utilizada no SUS e no Judiciário para solução de problemas e conflitos

A alemã Cornélia Bonenkamp, referência mundial em pensamento sistêmico e o juiz de direito da 15ª Vara Criminal de Alagoas, Cláudio José Gomes Lopes, vão participar em Natal da Formação em Constelação e Pensamento Sistêmico que será realizado no período de 26 de maio a primeiro de abril no D Beach Resort Natal, em Ponta Negra. O encontro também terá a participação da psicóloga Mônica Accioly, que há 20 anos atua no desenvolvimento de pessoas e organizações e da consteladora sistêmica familiar e organizacional, Rosaura Fontoura. A formação será dividida em dois módulos, sendo o segundo realizado no período de 29 de maio a 03 de junho. 

O que é constelação?

Constelação é uma abordagem Sistêmica Fenomenológica criada pelo terapeuta alemão Bert Hellinger nos anos 1970 após pesquisas com famílias, empresas e organizações em várias partes do mundo, buscando o diagnóstico e solução de problemas e conflitos.

O resultado desses experimentos se transformou em um trabalho simples e profundo que se baseia em um conjunto de “leis” naturais que regem o equilíbrio dos sistemas que o próprio Bert gosta de chamar de “Ordens do Amor”.  Segundo ele, mais de 50% dos problemas são de origem sistêmica. Descobrir de que forma a pessoa continua enredada dentro do sistema familiar, que papéis assume inconscientemente e encontrar o seu verdadeiro espaço proporciona o resgate a vida.

“Todos nós possuímos problemas, características e cargas emocionais que nem sempre sabemos qual a sua origem ou o motivo que faz nos sentir assim. Acontece que, muitas vezes sem saber, essas nossas dificuldades são resultados de nossos sistemas familiares e é isso que a Constelação Familiar estuda”, explica a psicóloga, consteladora sistêmica e master coach, Mônica Accioly.

SUS incorpora constelação como terapia alternativa

O Sistema Único de Saúde (SUS) anunciou no dia 12 de março passado a inclusão da técnica de representação espacial das relações familiares que permite identificar bloqueios emocionais de gerações ou membros da família na lista de terapias alternativas oferecidas aos pacientes.

As unidades de saúde decidem se adotam ou não o tratamento que pode ser em grupo ou individual. Como numa constelação de estrelas, cada elemento da família tem o seu lugar único e intransferível.

HUOL faz uso da constelação como prática integrativa

O Hospital Universitário Onofre Lopes dentro do Departamento de Saúde Coletiva e o Laboratório de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde – LAPICS – desenvolve a constelação familiar uma vez por semana. Cooperação desenvolvida por meio de projetos de extensão e pesquisa formalizadas na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PNPIC) e oficializadas no SUS. A coordenação é da professora Ana Tânia Sampaio.

Judiciário aplica técnica da constelação em audiências

Pelo menos 11 estados brasileiros utilizam a constelação para ajudar a solucionar conflitos na justiça brasileira. A medida está em conformidade com a Resolução CNJ nº 125/2010 do Conselho Nacional de Justiça que estimula praticas que proporcionam tratamento adequado dos conflitos de interesse do poder judiciário.

A técnica vem sendo utilizada com o reforço antes de tentativas de conciliação com a intenção de esclarecer para as partes o que há por trás do conflito que gerou o processo judicial, os conflitos em geral de origem familiar.

A Vara da Família de Brasília observou uma média de acordos de 61% após a realização dos processos de constelação. No caso em que ambas as partes estão presentes, a média chegou a 71%.

“Tendo em mente como que esse método funciona e os benefícios que aparecem com o estudo dos comportamentos de nossa família, isso nos ajuda com a melhoria das relações familiares, relações no ambiente educacional e consequentemente melhorias das relações interpessoais nas empresas, uma vez que ao entender características de nossas famílias estaremos aptos para entender a nós mesmos e como resolver problemas pessoais”, explicou Mônica Aciolly.

Formação em Constelação e Pensamento Sistêmico

No período de 26 de abril a primeiro de maio acontece em Natal o primeiro módulo da Formação em Constelação e Pensamento Sistêmico que foi estruturada para ensinar e vivenciar as diversas formas de aplicação do pensamento sistêmico e das constelações. O segundo módulo será realizado no período de 29 de maio a o3 de junho.

Os dois encontros acontecem no D Beach Resort Natal, em Ponta Negra, no horário das 9 da manhã às 19 horas, e traz  ao Rio Grande do Norte a alemã Cornelia Bonenkamp, integrante de projeto de pesquisa internacional relacionado a constelações, sintomas e doenças. O juiz de direito que aplica técnicas da constelação em Maceió, Cláudio Lopes. A master coach sistêmica Mônica Accioly que tem participação em seminários com Bert e Sophie Hellinhger e capacitação em Constelação Comunitária coletiva no México.  E Rosaura Fontoura formada pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) e especialista na área de gestão e liderança.

Inscrições e informações

As inscrições podem ser feitas através do site: www.constelanatal.com.br ou pelo telefone (84) 2030-0380.

 

Ficha dos traines

CORNELIA BONENKAMP – Formada em Pedagogia, Matemática, Biologia e Criação na Universidade Münster na Alemanha. Master Trainer in PNL. Master Trainer em constelações Sistêmicas familiares e pensamento sistêmico pelo Metaforum. Master em constelações organizacionais, certificado pelo Infosyon Standard von INFOSYON e em constelações sistêmicas pela Alemanha. Treinadora em Pensamento Sistêmico e Constelação Sistêmica Familiar e Organizacional e em Coaching Sistêmico. Integrante de projeto de pesquisa internacional relacionado a constelações, sintomas e doenças.

MÔNICA ACCIOLY – Psicóloga, especialista em gestão de pessoas, master coach sistêmico (ECA e ICI – Alemanha), em 2011 foi assistente desta formação no Metaforum Brasil, a convite de BerndIsert (Alemanha). Consteladora Familiar Sistêmico e Consteladora Organizacional Sistêmico, com certificado internacional pelo Metaforum, participação em Seminários com Bert e Sophie Hellinhger, capacitação em Constelação Comunitária coletiva com Angela Carrijo (Mexico). Participação no whorkshop de Constelação Familiar sistêmica aplicada à conciliação e resolução de conflitos com o juiz Sami Storche, na Formação em Constelação Familiar e Pedagogia Sistêmica do Instituto Imensa Vida, Practitioner em programação neurolinguística e especializanda em psicologia transpessoal. Possui capacitação em Generative Coaching, com Robert Dilts (EUA) Capacitação em Taking Care, com Patch Adams (EUA) e Bernd Isert (Alemanha), no Sistema Body Mind Talk, Cura Xamânica – liberação do medo e no Thetahealing.

ROSAURA FONTOURA – Química pela PUC, MBA de Gestão Empresarial pela FGV. Master em Programação Neurolinguística (IANLP – Suíça e DVNLP – Alemanha), Master Coach Sistêmico (ECA e ICI – Alemanha), Business Coaching, Consteladora Familiar Sistêmico e Consteladora Organizacional Sistêmico pelo Metaforum, Sistema Body Mind. Mindfulnessand Trance (Metaforum Internacional), Professional e Self Coaching e Professional Business Coaching pelo Instituto Brasileiro de Coaching – IBC. Especialista na área de Gestão e liderança, treinamento corporativo e administração bancária. Trabalhou por 32 anos na Caixa Econômica Federal em diversas funções gerenciais. Diretora da Holos Ser Desenvolvimento Corporativo e Coaching. Master trainer do MY PATH PROFESSIONAL. Professora há 30 anos na Universidade Corporativa da CAIXA. Doutoranda em Gestão Sistêmica Integrativa pela Universidade de Coimbra.

CLAUDIO LOPES – Juiz de Direito na 15ª Vara Criminal de Maceió – AL – Coordenador Adjunto do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais para Resolução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas. Extensão Universitária em Direito Sistêmico pela Innovare em parceria com a Herlinger Science, Formação internacional em Constelação de Estruturas pelo Centro de Estudos das Lealdades Parentais invisíveis – CELPI e Universidade de Caxias do Sul – UCS, ministrado por Guilhermo Echegaray, Formação em Constelações Sistêmicas pelo Instituto Imensa Vida. Whorkshop de Constelação Familiar sistêmica aplicada à conciliação e resolução de conflitos com o juiz Sami Storch, do Seminário da Herlinger Science ministrado por Joel Weser, SP, do Programa Intensivo en Constelaciones Sistémicas Estructurales (SySt*) com Matthias Varga, Insa Sparrer e Guilhermo Echegaray em Cartagena das Índias pelo Instituto Geyser e do curso O Movimento do Espírito através dos Bonecos nas Constelações Individuais pelo Instituto Vera Bassoi. Possui capacitação em Conciliação e Mediação para servidores do Poder Judiciário nos moldes da Resolução 125 com alterações da emenda 01/2013 do CNJ, realizado pela Escola Superior da Magistratura do Estado de Alagoas (ESMAL) e participou do Fórum Nacional de Alternativas Penais – FONAPE, realizado pelo CNJ.

Leave a Comment