Encontro de Camilo Santana, Cid e Ciro Gomes indica aliança local e palanque nacional dividido

Governador Camilo Santana recebe ex-governadores Cid e Ciro Gomes no Palácio Abolição
Legenda: Camilo Santana é próximo de Cid e Ciro. Eles se encontram com frequência. A recepção institucional vem para marcar uma posição
Foto: Reproduçã

Ao receber os irmãos Cid e Ciro Gomes no Palácio Abolição e dar ampla publicidade à visita, o governador Camilo Santana sinaliza ao seu partido, o PT, – e ao entorno – que não pretende romper a aliança com o PDT no Estado e que segue próximo dos dois. Camilo recebe Ciro antes de Lula, que deverá vir ao Ceará no próximo dia 20 deste mês. 

O encontro entre o governador e dois ex-governadores do Ceará na última sexta-feira para discutir questões nacionais e da “democracia”, como disseram, tem forte conotação para 2022, num momento em que os bastidores especulam os rumos do grupo governista no Estado.

 O ato tem ainda uma simbologia relativa à disputa nacional e indica que a base aliada deve ter palanque dividido para presidente da República. 

Diário do Nordeste, por Inácio Aguiar

Leave a Comment