Escola da Assembleia é a primeira do país a oferecer doutorado

A capacitação de servidores legislativos é meta imperiosa da Escola da Assembleia que, desde 2015, vem passando por uma séria de mudanças que fizeram da instituição referência entre as escolas legislativas de todo o país. Exemplos dessa inovação, são os cursos de doutorado e mestrado em desenvolvimento pela Escola.

Formalizado no final do ano passado por meio de convênio com a Universidade de Lisboa, em Portugal, o doutorado terá como foco principal cursos em Administração Pública e Ciência Políticas. A previsão da Escola da Assembleia é realizar o processo seletivo e início das aulas ainda em 2017. A iniciativa do Legislativo Potiguar é pioneira dentre as escolas legislativas do Brasil.

O início das novas turmas de mestrado em Gestão Pública e Gestão Documental também é meta da Escola da Assembleia para este ano. Os cursos são promovidos em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em outra iniciativa inédita.

De acordo com o coordenador da Escola da Assembleia, Carlos Russo, a instituição irá fortalecer ainda a área de pesquisa legislativa em 2017. “Tornar a Escola da Assembleia em referência como fomentadora de pesquisas legislativas é outra meta que estabelecemos para esse ano letivo. Para isso, pretendemos lançar um livro reunindo artigos acadêmicos nessa área e ainda a promoção de um congresso internacional sobre pesquisa legislativa”, afirma ele.

Além dessas ações, o coordenador também destaca a ampliação da grade de cursos de especialização e oficinas de capacitação para este ano. “Estamos focados em continuar oferecendo cursos de excelência aos servidores legislativos visando a melhoria dos serviços prestados dentro das Casas Legislativas de todo o Rio Grande do Norte”, explica Carlos Russo.

Os investimentos da Assembleia Legislativa na qualificação de servidores inclui, além da oferta de cursos de graduação e pós-graduação, a capacitação pessoal, palestras profissionais, capacitação técnica e oficinas. “Nosso compromisso com a Educação está mantido. A ampliação do conhecimento traz frutos positivos tanto para aqueles que têm essa oportunidade de aprendizado e reciclagem, quanto para o Rio Grande do Norte, que terá profissionais cada vez mais qualificados”, avalia o presidente do Legislativo Estadual, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).