Escritores e historiadores são homenageados pela Assembleia em solenidade pelos 515 anos do RN

unnamed (5)

Os 515 anos de história do Rio Grande do Norte, comemorados no último domingo (7), foram celebrados nesta terça-feira (9), em solenidade na Assembleia Legislativa. A solenidade, de iniciativa do deputado Gustavo Carvalho (PSDB), prestou homenagens a escritores e historiadores de destaque no cenário potiguar.

“A preservação e valorização da nossa memória nos transmite uma sensação de identidade com as nossas origens. Quem não conhece a sua história fica privado de suas raízes. Alheio à sua raça, ao seu jeito de ser, à sua musicalidade, ao seu folclore, à riqueza da sua língua e tantas outras virtudes”, disse Gustavo Carvalho.

Dirigindo-se ao homenageados, o parlamentar destacou que eles são responsáveis pela preservação da história e identidade do estado. “Essas pessoas memoráveis fizeram e fazem história exatamente por pesquisarem a história. Se destacam por transmitirem às gerações futuras o legado que herdamos do passado. Nossos singelos agradecimentos por ajudarem a contar a nossa história e, principalmente, nos ajudar a entender quem somos nós”, declarou o deputado.

Os escritores e historiadores homenageados pela solenidade foram: Augusto Maranhão, Deífilo Gurgel (in memoriam), Diógenes da Cunha Lima, Enélio Lima Petrovich (in memoriam), Geraldo Maia, Câmara Cascudo (in memoriam), Olavo de Medeiros Filho (in memoriam) e Jerônimo Vingt-un Rosado Maia (in memoriam).

Falando em nome dos agraciados, o historiador Augusto Maranhão agradeceu a honraria e enalteceu a riqueza da história potiguar. “Me sinto honrado por representar todos esses nomes. Só tenho a agradecer esse reconhecimento e dizer que ainda não fizemos nem 1% do que esse estado merece. Ressalto aqui que a maior virtude desse estado é o nosso povo”, falou Augusto Maranhão.

Participaram da solenidade a deputada Cristiane Dantas (PCdoB), o secretário estadual de assuntos institucionais, Getúlio Luciano Ribeiro, o professor da Universidade Federal do RN (UFRN), Luis Álvaro Basseggi, o secretário municipal de Cultura, Dácio Galvão, além de familiares e amigos dos homenageados.

Assessoria