Ex-bispo acusa Igreja Universal de esquema ilegal

 

maxresdefault

Um ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus acusa a igreja de ter mantido um esquema ilegal para operar milhões de dólares no exterior por pelo menos sete anos.

O dinheiro, segundo a versão dele, teria sido utilizado para financiar a instituição e sua emissora de TV, a Rede Record, na Europa.

Alfredo Paulo Filho, 49, afirma ter sido responsável pela Universal em Portugal entre 2002 e 2009 e um dos principais auxiliares do bispo Edir Macedo, fundador da igreja, por mais de dez anos.

Resposta

Procurada, a Igreja Universal do Reino de Deus disse, por meio da assessoria, que “prepara um processo judicial contra o ex-bispo” por calúnia e difamação.

“Portanto, não se pronunciará sobre o assunto fora dos tribunais”, afirmou.

“Confiamos que a Justiça brasileira, mais uma vez, revelará onde está a verdade nesta mais nova tentativa de manchar a imagem da Universal, punindo exemplarmente o mentiroso”, ressaltou a nota.

A Rede Record não quis se manifestar.

 

Folha de S.Paulo