Ex-ministro Jarbas Passarinho morre aos 96 anos

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/06/1778483-morre-aos-96-anos-o-ex-ministro-jarbas-passarinho.shtml ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Folha estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Folha faz na qualidade de seu jornalismo. Se precisa copiar trecho de texto da Folha para uso privado, por favor logue-se como assinante ou cadastrado.
Jarbas Passarinho em sua casa em Brasília, foto feita em 1995

O ex-governador do Pará, ex-ministro e ex-senador Jarbas Passarinho morreu na manhã de hoje, aos 96 anos, em Brasília, em decorrência de problemas de saúde relacionados à idade avançada. O corpo será velado e enterrado na própria capital federal, ainda nesta tarde. Em nota, o governo do Pará informou que decretou luto oficial de três dias.

Nascido no município de Xapuri, interior do Acre, Jarbas Passarinho iniciou sua trajetória política no Pará e assumiu o governo do estado em 1964, indicado por Castelo Branco, primeiro presidente do regime militar. Ficou no cargo até 1966, quando se filiou à Aliança Renovadora Nacional (Arena).

No Senado, cumpriu três mandatos – o primeiro já em novembro de 1966, pela legenda da Arena. Em 1981, foi eleito presidente da Casa.