Ex-presidente Lula diz estar “frustrado com o comportamento de Joe Biden” em relação a Cuba

Joe Biden assina ordem que limita aquisições de gigantes tech - Meio Bit
Foto da Internet

Luiz Inácio Lula da Silva afirmou estar “frustrado com o comportamento de Joe Biden” em relação a Cuba. O ex-presidente da República concedeu entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, no Jornal Gente, na manhã desta terça-feira (13).

Entre outros temas, ele falou sobre os protestos na ilha, considerados os mais expressivos em muitos anos. Lula afirmou que os problemas enfrentados pelos cubanos decorrem dos bloqueios impostos pelos Estados Unidos. Segundo ele, o governo americano “guarda ódio no coração porque Cuba venceu a revolução”

“Os problemas de Cuba serão resolvidos pelos cubanos. Os problemas da Venezuela serão resolvidos pela Venezuela e os problemas do Brasil serão resolvidos pelo Brasil. Não é necessária a interferência internacional. Eu sinceramente queria dizer que estou frustrado com o comportamento do Biden, porque fez um belo discurso voltado para o público interno, para se contrapor ao Trump e até elogiei, mas do ponto de vista da política externa o Trump tomou 240 medidas punitivas contra Cuba e o Biden não mudou nenhuma. Não é possível que o governo americano guarde tanto ódio no coração porque Cuba venceu a revolução”, disse.   

Ainda na avaliação do ex-presidente, as interferências dos Estados Unidos impediram Cuba de se tornar um país rico. Lula disse que até o enfrentamento da pandemia foi prejudicado pelos bloqueios, alimentando a insatisfação popular.

“Há razões de ter protestos em Cuba? Há. Cuba é um país que está empobrecido por conta do bloqueio, que é muito sério – são 60 anos de bloqueio. Nessa questão da pandemia, é quase que uma coisa desumana se manter o bloqueio, porque quem morre são crianças, são velhos, são pessoas que não estão em guerra. Eu cansei de ver faixa aqui ‘fora, Lula’, ‘fim da Dilma’, ‘fim do PT’. Cansei de ver faixa ‘fora, Bolsonaro’, ‘fora, Collor’, ‘fora, Fernando Henrique Cardoso’. Isso tem em todo o mundo. ‘Fora, Trump.’ No mundo inteiro é assim. Graças a Deus que existe possibilidade de haver manifestação. Agora, você não viu nenhum soldado ajoelhado no pescoço de um negro matando ele”, avaliou.

Band Uol

Leave a Comment