Execução de PMs chega ao número de 6 em dois meses este ano; PM foi morto ontem na ZN

William Soares era lotado no 4º Batalhão da PM, em Natal (Foto: Arquivo Pessoal)
William Soares era lotado no 4º Batalhão da PM, em Natal (Foto: Arquivo Pessoal)

Mais de dois policiais estão sendo executado, na hora em que estão de folga, a cada mês no Estado do Rio Grande do Norte. O 6º PM foi morto na noite de ontem, 28, no bairro de Pajuçara, Zona Norte de Natal. Isto é, no último dia do segundo mês de 2018.

O cabo William Soares, lotado na Companhia Independente de Guarda, estava reunido com amigos na varanda da casa de um deles, assistindo o futebol, quando os dois assassinos chegaram em uma moto para executá-lo.

Segundo informações repassadas por testemunhas, o PM tentou cumprir o protocolo, solicitando para que os bandidos retirassem os capacetes. Mas os bandidos atiraram contra ele antes que ele conseguisse sacar sua arma.

O PM foi levado para o hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimento vindo a óbito.

O homicídio está sendo investigado pela delegada Patrícia de Melo Gama, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A delegada não soube informar se algum dos criminosos foi baleado, já que em nenhum hospital houve a entrada de suspeitos com ferimento de arma de fogo.

23 PMs foram mortos nos anos de 2016 e 2017, 17 destes foram mortos o ano passado. No caso, está sendo multiplicado o assassinado de PMs nos Estado.

 

Fonte: G1