Ezequiel convoca reunião conjunta para avaliar seleção temporária para a Saúde

“A medida visa conferir celeridade e agilidade na avaliação da mensagem governamental 128 que propõe a realização de um processo seletivo para contratação de profissionais médicos e enfermeiros para a rede estadual de saúde. Um necessidade urgente das unidades da rede estadual cujo o último concurso ocorreu em 2010”, explicou o deputado Ezequiel Ferreira.

Os deputados Galeno Torquato (PSD), George Soares (PR), Dison Lisboa (PSD), Getúlio Rego (DEM), José Adécio (DEM), Gustavo Carvalho (PSDB), Vivaldo Costa (PROS), Tomba Farias (PSB) e Carlos Augusto Maia (PSD) participaram da reunião. A diretora do Hospital Walfredo Gurgel, Maria de Fátima Pereira Pinheiro. O diretor do Hospital Ruy Pereira, Robson Alencar de Souza e o diretor do Hospital Giselda Trigueiro, João Bosco Lima Barbosa também participaram do encontro e externaram a realidade e carências das unidades.

Representando a SESAP-RN, Eduardo Albuquerque, coordenador de Operações de Hospitais e Unidades de Referência – COHUR, e Diógenes Castro, da coordenadoria de Recursos Humanos, externaram a prioridade que a medida requer. Segundo os coordenadores, o último concurso caducou em 2014. De lá para cá houve uma baixa de 2.800 profissionais. Somente nos primeiros quatro meses do ano foram 415 profissionais de que se aposentaram.

“A seleção para a contratação temporária vai minimizar a situação dos hospitais e evitar o fechamento de UTI, serviços outros e manter a pactuação do gestor pleno com o Ministério da Saúde para que os menos favorecidos não fiquem sem o atendimento de saúde pública”, explicou Eduardo Albuquerque, anunciando que serão ofertadas 416 vagas para os 23 hospitais regionais no Rio Grande do Norte. “Há ainda luta para a realização para um concurso público para suprir as 2.800 vagas existente”, disse.