Fátima Bezerra defende aproximação entre RN e Alemanha

Resultado de imagem para Fátima Bezerra e Mourão
Foto: Elisa Elsie

Diante de mais de mil empresários e investidores do Brasil e da Alemanha reunidos no Centro de Convenções de Natal, a governadora Fátima Bezerra destacou os potenciais de desenvolvimento do Rio Grande do Norte e os ganhos com a aproximação entre o estado e o país europeu.
A chefe do Executivo potiguar fez seu discurso durante a abertura oficial do 37° Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), que voltou a ser realizado no Nordeste após 14 anos, um dos principais fóruns bilaterais do país. O encontro é promovido na capital potiguar pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), ao lado da Federação das Indústrias do RN (Fiern), em parceria com a Federação das Indústrias Alemãs (BDI, sigla em alemão). O Governo do Estado dá apoio institucional ao evento que acontece anualmente, sendo sediado de forma alternada entre os dois países.
A Alemanha ocupa hoje o 7° lugar entre as nações que são parceiras comerciais do RN. Visando estreitar os laços e ampliar a parceria, a governadora pontuou as ações da gestão estadual para melhorar o ambiente de negócios. O discurso ainda foi precedido de um vídeo que resumiu as potencialidades do estado em áreas como turismo, geração de energia e mineração.
“O estado tem todo o interesse em ampliar parceria comercial com a Alemanha. E nosso interesse vem acompanhado de ações concretas. Estamos fazendo um esforço concentrado para melhorar o ambiente de negócios no Estado. Atuando, com todo foco, para garantir segurança jurídica. Promovemos a reformulação da política de incentivo fiscal, com uma política inteligente, que já está rendendo frutos. Nossa diretriz é a formação de um ambiente favorável aos negócios. Tenho certeza que, em breve, nosso estado não será conhecido apenas por suas praias paradisíacas, sua natureza estonteante, sol e vento constantes, mas por ser uma terra de excelentes oportunidades de negócios”, afirmou a governadora.
O diálogo aberto entre o Governo do Estado e as entidades empresariais potiguares, que tem gerado resultados como o Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial (Proedi) e a redução dos impostos sobre o querosene de aviação, também foi destacado no discurso da governadora. “Nosso governo está de mãos dadas com instituições parceiras e com a iniciativa privada para impulsionar o desenvolvimento. Nesses quase nove meses de governo, mantivemos diálogo com vários setores da atividade econômica”, disse Fátima.
A sintonia entre Governo e a classe produtiva foi reforçada pelos discursos dos presidentes da CNI, Robson Braga de Andrade, e da Fiern, Amaro Sales. “O RN tem muito a oferecer para o Brasil e para a Alemanha. E o momento converge a favor da aliança entre os nossos países, a partir Nordeste e do RN, a partir do diálogo constituído pela governadora para aproximação com a classe empresarial desde o início do governo”, apontou Amaro. “O encontro Brasil-Alemanha é um sucesso. A partir daqui podemos identificar novas oportunidades de negócios, já que o Nordeste tem a Alemanha como 3° principal destino de exportação”, pontuou Robson.
APROXIMAÇÃO
O Presidente da República em Exercício, Hamilton Mourão, discursou durante o painel no Centro de Convenções relatando as ações do Governo Federal na área econômica e a necessidade de reforçar a parceria bilateral entre Brasil e Alemanha.
“Estamos trabalhando para retomar o desenvolvimento do Brasil e restabelecer a confiança no país, tanto na economia quanto nas instituições. Essa é a nossa prioridade. Para isso, já que estamos era da economia do conhecimento, a Alemanha é importante para a nossa economia”, destacou Mourão.
A necessidade de reforço da parceria Brasil-Alemanha foi também mote dos discursos dos representantes alemães. “Primeiro, gostaria de agradecer pela receptividade de todos aqui neste belo estado. Vamos trabalhar pelo estreitamento das relações, em defesa da indústria forte para enfrentar os desafios do século XXI. O Brasil é uma das economias mais atraentes da América Latina e a Alemanha é o parceiro mais importante na Europa”, afirmou o presidente da BDI, Dieter Kempf.
Para o secretário do Ministério de Economia e Energia, Thomas Bareiß, a parceria centenária entre os dois países deve ser ampliada para discussões de temas importantes para o futuro de ambos. “Tenho um grande entusiasmo com o Brasil e com esta bela cidade. Fico muito feliz de ver mais de mil pessoas reunidas aqui. Esperamos contribuir ao máximo para resolver as nossas questões e encontrar saídas”, disse o representante do governo alemão.
Após a abertura, a governadora Fátima Bezerra, ao lado dos governadores Rui Costa (Bahia), Belivaldo Chagas (Sergipe), Wellington Dias (Piauí) e João Azevedo (Paraíba), visitou os stands das federações de indústrias e comércio, dos governos de estados brasileiros e alemães espalhados por todo o pavilhão novo do Centro de Convenções.
Acompanhada dos secretários Jaime Calado (Desenvolvimento Econômico), Ana Maria Costa (Turismo) e Gustavo Coelho (Infraestrutura), a governadora ainda fez contato com diversos empresários e empreendedores do Brasil e da Alemanha, discutindo novas parcerias e investimentos no estado.
Também fizeram parte da abertura oficial do 37º EEBA o prefeito de Natal, Álvaro Dias, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, o presidente da Comissão para América Latina da Indústria Alemã (LADW) e membro do conselho da Volkswagen, Andreas Renschler, o coordenador de relações institucionais da Apex-Brasil, Gerson Menandro, e o Secretário de Negociações Bilaterais no Oriente Médio, Europa e África do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Kenneth Nóbrega.

Leave a Comment