Frentes Parlamentares atuam em favor da sociedade

Na Casa do Povo, assuntos de interesse da população, seja para decisões referentes ao futuro econômico do Estado ou para melhorar a qualidade de vida dos potiguares, a Assembleia promove durante toda a legislatura ações e debates que tratam de ações voltadas aos principais temas em discussão no Estado. Para manter o debate e foco constante nesses assuntos, o Legislativo instala as Frentes Parlamentares, que são grupos temáticos compostos por deputados para a atuação direta e constante em áreas específicas. Os resultados têm sido expressivos, como a conquista do convênio de R$ 1,25 bilhão da Frente do Cooperativismo presidida por Ezequiel Ferreira para o desenvolvimento de projetos e programas sustentáveis.

O acordo foi celebrado com a Rússia através da BS&S LLC e a Agência Internacional de Promoção e Defesa da Economia Social, presidida pelo brasileiro Roberto Coelho, que também preside da Federação das Cooperativas do Brasil. Os recursos serão utilizados em ações, principalmente, no meio rural.

Com grande potencial para a exploração de energias renováveis, o Rio Grande do Norte possui a maior matriz para produção de energia eólica do Brasil, sendo o primeiro estado a superar 2 gigawatts de potência instalada. Por outro lado, a exploração de energia solar ainda é incipiente, apesar do crescimento dos investimentos no país, que superam os US$ 8 bilhões. Para mudar esse quadro, a Assembleia Legislativa criou a Frente Parlamentar de Energias Renováveis, que têm atuado em busca de alternativas para o desenvolvimento do setor. Entre audiências públicas, debates externos e conversas com especialistas, o grupo também promoveu encontros internacionais para a troca de conhecimentos no setor.

“As experiências no exterior estreitaram os contatos entre parlamentares potiguares com membros do setor público e privado de fora do país, especialmente da Europa”, afirma o deputado George Soares, presidente da Frente que trata sobre as energias renováveis. Esses encontros viabilizaram uma das parcerias mais importantes para o Rio Grande do Norte para 2016.

No campo, inclusive, a Assembleia tem buscado ampliar cada vez mais sua atuação. Além da Frente Parlamentar da Água, presidida pelo deputado Galeno Torquato, que trabalha diretamente em discussões sobre propostas que podem amenizar os efeitos da seca no interior potiguar, o Poder Legislativo também instalou a nova Frente Parlamentar de Incentivo aos Produtores Rurais, presidida pelo deputado Hermano Morais, que atuará na elaboração e debate de propostas voltadas ao fomento da produção agropecuária no Rio Grande do Norte. “Com toda certeza, as frentes parlamentares têm uma importância indiscutível para o Estado e continuarão seus trabalhos voltados aos setores que mais precisam da atenção do Legislativo”, garante o presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo, Ezequiel Ferreira.

Assessoria