Galeno critica sugestão da Câmara de cobrar construção de hospital regional

A sugestão da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Natal, na última segunda-feira (2), de transformar o Parque Aristófanes Fernandes, no município de Parnamirim, em um hospital, foi motivo de discussão na Assembleia Legislativa, na sessão ordinária desta terça-feira (03). O assunto foi levantado pelo deputado Galeno Torquato (PSD), presidente da Comissão de Saúde da Casa, que fez críticas à Saúde Pública do Estado e se mostrou contrário à sugestão do legislativo municipal.

“O parque é estadual e onde há mais de 30 anos é realizada a maior festa agropecuária do RN, gerando emprego e renda”, lembrou Galeno. “As coisas estão se invertendo; a Câmara tem que cobrar do prefeito o funcionamento do hospital”, acenou o deputado, alertando que o Estado não deve mais construir hospitais. “O que vemos é a Secretaria de Saúde querendo fechar hospitais, a exemplo do que aconteceu com o Hospital Ruy Pereira e o Hospital Regional de Canguaretama”, afirmou o parlamentar.

“Se o Estado não tem como manter, como é que vai construir um hospital?”, questionou o deputado, com base na declaração de vereadores da capital. Galeno também questionou sobre o custeio do Hospital da Mulher que está sendo construído em Mossoró. “A preocupação da Comissão de Saúde da Assembleia é que os hospitais possam funcionar bem”, ressaltou Galeno, criticando a sugestão da Câmara de se construir hospital.

Em aparte a deputada Cristiane Dantas (SDD) demonstrou preocupação com a sugestão da Câmara e declarou que o Governo do Estado não está cumprindo com os repasses para a Saúde. “O Governo não está cumprindo o limite constitucional de 12%”, afirmou Cristiane, informando que o déficit do setor já passa de R$ 100 milhões. O deputado Ubaldo Fernandes (PL) também se pronunciou e demonstrou preocupação com o futuro dos hospitais regionais.

O deputado Kelps Lima (SDD) foi outro deputado a apartear o discurso do deputado Galeno Torquato, reforçando a “gravidade” dos números apresentados por Cristiane Dantas. E o deputado Gustavo Carvalho (PSDB) aproveitou para criticar a “letargia” dos sindicatos da Saúde. O deputado Galeno Torquato encerrou seu discurso lembrando que os sindicatos tinham outro comportamento em governos anteriores.

Lideranças

Sobre o assunto, a deputado estadual Eudiane Macedo se pronunciou no horário destinado a lideranças, na sessão desta terça-feira. Ela disse que antes do debate sobre a abertura de novas unidades de saúde, é preciso assegurar o funcionamento pleno das já existentes. “Digo isso com base no que vejo no Estado e em Natal. Há hospitais e unidades básicas sem prestar vários atendimentos, com déficit de pessoal. Um novo hospital seria ótimo, mas primeiro faz-se necessário organizar os que já existem”, justificou a parlamentar.

 

Assessoria

Leave a Comment