Governo do Estado emite nota de pesar pelo falecimento do presidente do Conselho dos Direitos Humanos do RN

O governo do Estado enviou nota de pesar pelo falecimento do advogado e presidente do Conselho Estadual dos Direitos Humanos do Estado do Rio Grande do Norte, Marcos Dionísio.

Marcos, 55 anos de idade, sofria de câncer que foi descoberto ainda o ano passado, e estava internado na UTI do hospital São Lucas.

Seu corpo será velado no velório do cemitério Morada da Paz, a partir das 21 horas, onde também será sepultado às 09 horas desse domingo,12.

A família pede aos amigos que vão ao velório, que se puder compareçam de branco.

Resultado de imagem para Marcos dionísio

Nota de pesar do governo do Estado:

É com profundo pesar que o Governo do RN recebe a notícia da morte do advogado e presidente do Conselho Estadual dos Direitos Humanos Marcos Dionísio Medeiros Caldas, e se solidariza neste momento de luto com familiares e amigos.
Militante e defensor incansável das causas sociais, Marcos Dionísio foi desde sempre um bravo lutador, inabalável em sua esperança por um mundo mais justo.

Durante sua trajetória, se destacou também como um grande mediador de conflitos e foi muito importante na concepção e elaboração do atual programa de Governo. Assessor jurídico de carreira do Estado, atualmente estava cedido ao Ministério Público.
O Rio Grande do Norte perde um filho dedicado e o Brasil, um gigante na luta pelos direitos humanos.
Governo do Estado do Rio Grande do Norte