Grupo de evangélicos fica sobre mira de armas e sofre arrastão em acampamento na Grande Natal

Vista da lagoa do Bonfim no acampamento onde aconteceu arrastão, na noite desta quinta-feira (9) em Nísia Floresta, na Grande Natal (arquivo) — Foto: Igor Jácome/G1

Um grupo de evangélicos ficou sob mira de armas de fogo durante um arrastão que aconteceu na noite desta quinta-feira (9) na Lagoa do Bonfim, em Nísia Floresta, na Grande Natal. Cerca de 100 pessoas estavam no acampamento, segundo relatório da Polícia Militar. Ninguém ficou ferido. Após o crime, os assaltantes conseguiram fugir.

Duas viaturas da PM foram enviadas ao local, mas suspeitos não foram localizados na região. Segundo um pastor que estava no local, o acampamento recebia o encontro de uma associação de igrejas desde a última quarta-feira (8) e várias famílias dormiam lá desde então.

Segundo as vítimas, pelo menos três homens encapuzados participaram da ação. Eles ainda atiraram para cima antes de fugir. Os criminosos abordaram e renderam o grupo que estava em dormitórios de uma parte mais alta do acampamento, próximo a uma mata.

“Eles prenderam o pessoal no quartos, roubaram tudo, atiraram pra cima e fugiram. Graças a Deus não teve ninguém ferido, só algumas perdas materiais. Levaram chaves de carros, carteiras, cartões de crédito, dinheiro, alianças, telefones. Algumas pessoas ficaram apavoradas, principalmente os que ficaram muito tempo sob mira deles nos quartos”, afirmou o pastor, que preferiu não se identificar.

Os homens fugiram por uma mata localizada dentro do terreno do acampamento. Após as vítimas conseguirem sair dos quartos, o caso foi comunicado aos demais acampantes, que acionaram a polícia.

Um dos participantes do encontro era um policial militar que estava desarmado, mas havia esquecido dois carregadores na bolsa. Ao encontrarem o material, os bandidos ainda suspeitaram que ele fosse policial, mandaram ele deitar e colocaram um colchão sobre ele. “Foi um livramento não terem atirado”, contou o pastor.

Após o assalto, a segurança no local foi reforçada, ainda durante a madrugada.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/

Leave a Comment