Há dúvida sobre morte cerebral de dona Marisa Letícia

Resultado de imagem para Marisa Letícia
Foto: Leonardo Benassatto/Futura Press/Folhapress

Ontem divulgamos a morte cerebral da ex-primeira dama, Marisa Letícia, com base em informações de noticiários nacionais. Mas hoje as informações sobre o quadro de saúde de dúvidas. Vão de novo confirmar se houve ou não a morte de dona Marisa.

Uma médica foi demitida da unidade hospitalar onde a ex-primeira dama está internada, o Hospital Sírio-Libanês, a médica de 32 anos passou uma mensagem pelo WhatsApp para seus colegas informando o quadro da paciente, ferindo o Código de Ética.

Novos exames
A ex-primeira dama dona Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, deve passar nesta sexta-feira (3) por novos exames para que os médicos possam constatar se de fato houve morte cerebral.

Dona Marisa não tem fluxo sanguíneo no cérebro, como informou o último boletim médico divulgado às 10h25 desta quinta (2) pelo Hospital Sírio Libanês, onde ela está internada desde que sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico há 10 dias.

A ausência de circulação sanguínea no cérebro da primeira dama foi constatada após a realização de um exame doppler craniano. Depois do resultado do doppler, a família de Dona Marisa autorizou o início do procedimento para a doação de órgãos.

O protocolo oficial para a constatação da morte cerebral ainda exige que dois testes sejam realizados. O primeiro deve acontecer às 11h, e o segundo deve acontecer pelo menos seis horas após o primeiro e por outro médico para comprovar a perda definitiva e irreversível das funções cerebrais. Assim, a morte cerebral de dona Marisa Letícia só deverá ser confirmada após as 17h.

A família já autorizou que a ventilação mecânica seja retirada após a confirmação da morte cerebral.

Fonte:http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/medica-do-sirio-libanes-e-demitida-apos-compartilhar-diagnostico-de-dona-marisa-em-grupo-de-whatsapp.ghtml