Idosa de 71 anos, médica, é a segunda pessoa morta por coronavírus em Natal

Uma idosa de 71 anos de idade, médica, com histórico de hipertensão, foi a segunda pessoa a morrer por causa do novo coronavírus em Natal. A proctologista Maria Altamira de Oliveira morreu neste domingo (5) e essa foi a sétima morte provocada pela Covid-19 no Rio Grande do Norte.

A Secretaria Municipal de Saúde da capital confirmou as informações. Segundo a SMS, Maria Altamira esteve nos Estados Unidos entre 7 e 18 de março e, depois de voltar, no dia 21, começou a sentir os sintomas do vírus.

No dia 23 de março procurou a rede privada de saúde, com dificuldades para respirar e dores pelo corpo. A médica ficou internada a partir daquele dia e morreu neste domingo (5).

O estado potiguar tem atualmente com 242 casos confirmados de novo coronavírus. Ao todo, são 2.354 casos suspeitos, 675 descartados e sete mortes. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) confirmou mais duas mortes no sábado (4). As vítimas são duas idosas.

Três vítimas eram bem idosas, uma da cidade de Taipu, que tinha 90 anos, outra de Tenente Ananias, essa tinha 93 anos, e a terceira na cidade de Mossoró, com 90.

Morreu também um professor da cidade de Mossoró, com 61 anos de idade, um técnico de enfermagem, com apenas 48 anos, e em Natal, o mais jovem do Brasil morto pelo coronavírus tinha apenas 23 anos.

Segundo históricos de anamnese todos tinha doenças graves.

Fonte: G1RN