Jornada de Ginecologia e Obstetrícia discute saúde da mulher em Natal

Jornada de Ginecologia e Obstetrícia acontece de quinta a sábado (10) em Natal — Foto: Ana Cristina/Divulgação 

Natal recebe até o próximo sábado (10) a 32ª Jornada de Ginecologia do RN, que acontece no Hotel Golden Tulip, em Ponta Negra. O evento, que conta com a participação de palestrantes de referência nacional e local, aborda temáticas sobre as principais doenças que acometem as mulheres e seus possíveis tratamentos, como também questões acerca da vida social e direitos garantidos a elas – como, por exemplo, os direitos reprodutivos.

Dentre os temas discutidos na jornada está a possibilidade da obesidade reduzir as chances de gravidez. Atualmente, 25% das mulheres sofrem de infertilidade atribuída ao sobrepeso, segundo o ginecologista endócrino de São Paulo, Marco Felipe de Sá. “A desordem endócrino está ligada a resistência à insulina e ao aumento de tecido adiposo. Portanto, a perda de 5% a 10% de peso oferece um ganho tão significante para a mulher que já possibilita a ela ter uma vida reprodutiva normalizada”, explica Sá.

Ele explica ainda que a Síndrome do Ovário Policístico (SPO) é uma doença que piora com a obesidade. A patologia atinge cerca de dois milhões de mulheres no Brasil e é um distúrbio hormonal que provoca o aumento dos ovários com a presença de cistos no lado externo deles reduzindo drasticamente a possibilidade de gravidez.

“Uma caminhada de 30 minutos nos cinco dias da semana, já oferece significativa qualidade de vida e pode mudar o quadro de dificuldades de gravidez. O exercício físico melhora as condições metabólicas da paciente. Além disso, uma dieta equilibrada também ajuda a aumentar as chances da reprodução”, complementa o ginecologista.

Durante a palestra, o médico enfatizou oquão importante é a troca de tecido gorduroso por músculo. Porém, ele alerta que o baixo peso também coloca em risco a fertilidade. “A dieta de balanço energético negativo reduz o índice de ovulação. Portanto, o equilíbrio é sempre fundamental”, concluiu.

Ginecologista endócrino de São Paulo, Marco Felipe de Sá, fala sobre como a obesidade pode diminuir chances de gravidez — Foto: Ana Cristina/Divulgação
Ginecologista endócrino de São Paulo, Marco Felipe de Sá, fala sobre como a obesidade pode diminuir chances de gravidez — Foto: Ana Cristina/Divulgação 

Fonte:https://g1.globo.com

 

Leave a Comment