Lula diz que foi diagnosticado com Covid-19 em Cuba e fez quarentena no país

Lula volta ao Brasil após quarentena em Cuba por covid-19


O ex-presidente Lula (PT) anunciou, nesta quinta-feira (21), que foi diagnosticado com Covid-19 em Cuba e que fez quarentena no país, ao qual havia chegado em 21 de dezembro. Em nota, ele disse que não precisou ser internado e que já está recuperado da doença causada pelo coronavírus.

Em Cuba, Lula também foi submetido a um exame de tomografia, que mostrou lesões no pulmão – segundo o comunicado oficial, elas eram compatíveis com “broncopneumonia associada à Covid-19”.

A broncopneumonia é uma inflamação dos brônquios, ao passo que a pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões. Geralmente causada por bactérias mais comuns, a broncopneumonia costuma ser mais branda.

O ex-presidente viajou a Cuba com uma comitiva que tinha no total de nove pessoas, e apenas uma não teve resultado positivo para o coronavírus. O único a ser internado foi o escritor Fernando Morais, que teve complicações pulmonares.

No comunicado, Lula afirmou ainda “que decidiu comunicar a doença apenas na chegada ao Brasil para preservar sua família e a dos demais infectados”. Ele voltou a São Paulo nesta quarta-feira (20).

G1