Mãe e namorada matam filho de 9 anos e laudo traz revelação assustadora

Foto/Reprodução 

Rosana Auri da Silva Cândido é o nome da mãe que foi capaz de assassinar o próprio filho de nove anos, o jovem Rhuan Maycon da Silva Castro, que estava dormindo ao ser atacado por Rosana a facadas.

O resultado do laudo saiu nesta terça-feira e foi divulgado pela Polícia Civil, com detalhes sobre o que aconteceu.

De acordo com o documento oficial, a criança levou 12 facadas e foi degolado enquanto ainda possuía sinais vitais. Ou seja, mesmo após as facadas, Rosana e sua namorada, Kacyla Pryscila Santiago Damasceno Pessoa, de 28 anos, cometeram o crime macabro enquanto ele possuía sinais de vida.

A morte e esquartejamento da criança não foram o fim do crime, elas tentaram queimar o corpo de Rhuan numa churrasqueira. Por não conseguirem pôr o plano em prática, elas e o puseram numa mala para dispensá-lo num bueiro.

Pai de Rhuan fala sobre o crime

De acordo com o pai, que vive no acre, Rosana fugiu com o menino há cinco anos, quando perdeu a guarda do menor. Após isso, foi morar com Kacyla e as duas crianças em Alagoas, depois em Goiás e por fim no Distrito Federal.

A outra criança citada é a filha de Kacyla, que também tem nove anos e estava presente na cena do crime. Ela foi levada pelo Conselho Tutelar.

A motivação

Rosana revelou em depoimento que cometeu o crime por considerar que Rhuan atrapalhava o namoro com a companheira, por ser fruto de um antigo caso.

As duas foram presas em celas isoladas no Presídio Feminino do Distrito Federal e deverão ser indiciadas por homicídio duplamente qualificado.

Via 1 News

Fonte: http://www.diariovip.novacruzoficialrn.com.br