Márcia Maia demonstra preocupação com a extrema pobreza do RN

Na manhã desta terça-feira (11) a deputada Márcia Maia (PSDB) externou, durante a sessão plenária, a sua preocupação com a situação de pobreza no Rio Grande do Norte. Ela apresentou dados recentes de uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na qual apontou que a população do Rio Grande do Norte empobreceu quase 2% nos últimos 12 meses. São famílias que vivem abaixo da linha de pobreza e que ganham 400 reais.

“É notório, nos semáforos, encontrarmos pessoas pedindo, inclusive com crianças, e que esse número aumentou bastante segundo pesquisa do IBGE divulgada na última quarta-feira (5)”, externou a parlamentar.

A Síntese de Indicadores Sociais (SIS), relatório sobre o quadro social do Brasil, O RN tem cerca de 66 mil pessoas em extrema pobreza, apontou estudo do IBGE. O levantamento mostra que em apenas um ano, o número de potiguares vivendo em situação de extrema pobreza aumentou 1,8%. Ou seja, o percentual de habitantes do estado nesta condição subiu de 9,9%, em 2016, para 11,7%, em 2017.

Diante disso, pode-se afirmar que aproximadamente 66 mil pessoas no RN estão abaixo da linha da extrema. De acordo com as definições do Banco Mundial, as pessoas nessa situação são aquelas com rendimento inferior a US$ 1,90 por dia ou R$ 140,00 mensais. Além de potiguares na extrema pobreza, também houve aumento da proporção daqueles que vivem abaixo da linha de pobreza, índice que mapeia aqueles que vivem com US$ 5,5 por dia ou R$ 406,00 por mês. Se em 2016, 36,9% da população estava nessa situação, em 2017 o percentual subiu para 39%, o que indica que pouco mais de 1,3 milhão sobrevivem com pouco mais de R$ 400,00 mensais.

“Será necessário que o novo governo esteja preparado pra resolver essa situação. Além da situação fiscal e dos salários atrasados dos servidores. Serão muitos os desafios do governo Fátima”, destacou. A deputada lembrou, ainda, que com a grave crise econômica que assolou o Estado muitos o RN perdeu muitos investimentos e, por conseguinte, famílias ficaram desempregadas. Márcia Maia disse torcer para que o novo governo atraia novos investidores e que melhore a situação econômica dos potiguares.

Leave a Comment