Márcia Maia sugere destinação de emendas parlamentares para criação de vagas de UTIs infantis

unnamed (2)

A Audiência Pública promovida pela Assembleia na última segunda-feira (20) para discutir a situação das UTIs infantis no Rio Grande do Norte foi o tema do pronunciamento da deputada estadual Márcia Maia (PSDB), propositora do debate. A parlamentar falou na sessão plenária desta terça-feira (21) da importância da destinação de emendas parlamentares para a criação de novas vagas de UTIs infantis.

“O Rio Grande do Norte tem um déficit de 300 leitos de UTIs infantis. Nós sabemos que cabe ao Executivo solucionar este problema, mas nós deputados podemos fazer a nossa parte destinando emendas parlamentares para a criação de novas vagas ainda este ano, porque a vida dessas crianças não espera”, declarou Márcia.

A deputada disse ainda que a audiência levou a alguns encaminhamentos, como a criação de comissão parlamentar para audiência com o governador e o prefeito da Capital. Segundo ela, nenhuma das vagas existentes de UTIs em Natal pertence à prefeitura. Ela ainda leu um manifesto do Movimento Criança Viva, formada por representantes da sociedade civil, que pede solução para o assunto.

No manifesto, os participantes dizem que uma UTI desse tipo custa, em média, R$ 150 mil e que uma unidade pode salvar até 40 crianças por ano, reforçando a necessidade da destinação de emendas individuais ainda este ano. Sobre o assunto, os deputados George Soares (PR) e Vivaldo Costa (PROS) apoiaram a deputada e reafirmaram o engajamento da Casa Legislativa em torno da questão.

Agnelo Alves

Durante a sessão plenária desta terça-feira, o deputado Ricardo Motta (PSB) homenageou o ex-deputado Agnelo Alves, que faleceu há 1 ano. “Quero, com muita saudade e muita honra, registrar a saudade do nosso querido Agnelo Alves”, disse.

Assessoria