Ministro do TSE diz que registro de Lula pode ser rejeitado de ofício

Admar Gonzaga, ministro do TSE – Ailton de Freitas / Agência O Globo 

CURITIBA — O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), disse nesta sexta-feira que o pedido de registro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser rejeitado de ofício pela Justiça Eleitoral, porque entre os documentos que o candidato apresenta para se registrar está uma certidão que demonstra se ele está ou não condenado por órgão colegiado. Como o petista já foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro em segunda instância, ao apresentar essa “certidão positivada”, o ministro disse que o relator do Tribunal poderia imediatamente negar o registro, sem permitir a abertura de prazos recursais.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/ministro-do-tse-diz-que-registro-de-lula-pode-ser-rejeitado-de-oficio-22785550#ixzz5IgroPEn5
stest