Ministros do STF transformam a institução em palanque político, 8 deles derrubaram urnanas eletrônicas impressas aprovadas por 424 parlamentares (2018)

Ninguém irá levar o voto para casa como dizem o mentirosos. (Foto copiada do BG)

O veto de Dilma à lei 13.165/15, que instituía no Brasil o voto impresso, foi derrubado por 424 parlamentares. Mas oito ministros do STF vetaram. As informações são do jornalista Cláudio Humberto.

O TSE chegou a apresentar a nova urna com impressão do voto e design elogiado por ministros, inclusive Luis Roberto Barroso, o atual presidente.

Às vésperas da eleição de 2018, o STF declarou a lei “inconstitucional” porque o sigilo do voto poderia ser violado “se” a impressora falhasse.

Vencido na época, Gilmar Mendes criticou a impressão do voto, mas gostou da nova urna e disse que a decisão é do legislador.

BG

Leave a Comment