Mulher de Lula permanece em coma induzido por tempo indeterminado

Ex-presidente brasileiro Lula da Silva / Foto: Leonardo Benassatto

A mulher do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, Marisa Leticia Rocco, vai permanecer em coma induzido no hospital onde foi internada na terça-feira, após um derrame cerebral.

Eduardo Suplicy, antigo senador do Partido dos Trabalhadores (PT), visitou, esta quarta-feira, Lula no Hospital Sírio-Libanês de São Paulo e, à saída, disse aos jornalistas que a situação de Marisa Letícia “é delicada” e que o ex-chefe de Estado brasileiro lhe comentou que “é necessário rezar” pela sua recuperação.

Roberto Kalil Filho, que desde há muitos anos é o médico de Lula e da sua família, explicou na terça-feira que Marisa Letícia foi submetida a um procedimento médico (neste caso um cateterismo) para estancar uma hemorragia cerebral.

O Hospital Sírio-Libanês informou entretanto, num boletim médico, que hoje se realizou uma tomografia craniana para verificar o resultado do procedimento e a mulher de Lula vai permanecer sedada por um período de tempo ainda indeterminado.

“A situação da Marisa é delicada e vai ser necessário um cuidado muito grande para que ela venha a ter um pronto restabelecimento”, disse Eduardo Suplicy.

O antigo senador disse que conversou durante 40 minutos com Lula e que, ao longo da conversa, o ex-Presidente mostrou-se emocionado e com os olhos marejados.

“Lula está preocupado e disse que precisamos de torcer e, principalmente, rezar [por Marisa Letícia], porque quando se tem um quadro como este no cérebro, a pessoa pode ficar muito tempo sem viver normalmente. Mas Lula está esperançoso”, disse.

Lula e Marisa Letícia casaram-se em 1973, quando ambos eram viúvos, e após um romance de sete meses.

Nos últimos meses, a justiça brasileira abriu cinco processos penais contra Lula por alegada corrupção. Em três deles, a sua mulher foi incluída na lista dos acusados.

Lula foi Presidente do Brasil entre 2003 e 2010 e, apesar da sua delicada situação com a justiça brasileira, já indicou em diversas ocasiões que poderia candidatar-se a um terceiro mandato presidencial nas eleições de 2018.

 

Fonte:http://www.jn.pt/mundo/interior/mulher-de-lula-permanece-em-coma-induzido-por-tempo-indeterminado-5628068.html