Natal amplia atendimento na Saúde com nova maternidade

Maria Aldenise com o filho Anthony Rafael, primeira criança nascida na nova maternidade (Foto: Alex Régis/Prefeitura de Natal)
Maria Aldenise com o filho Anthony Rafael, primeira criança nascida na nova maternidade (Foto: Alex Régis/Prefeitura de Natal)

Quando se fala de atendimento materno-infantil, a rede pública de Saúde de Natal merece destaque pelas melhorias que vem recebendo. A estrutura nesse tipo de serviço está sendo ampliada pela atual gestão da Prefeitura. Depois da reabertura da Maternidade Leide Morais, na Zona Norte, há um ano, a mais recente novidade na área é a inauguração da Maternidade Dr. Araken Irerê Pinto.

Localizada na rua Coronel Juventino Cabral, no bairro do Tirol, a maternidade está funcionando desde a semana passada. Ela dispõe da estrutura ampliada da antiga Maternidade das Quintas, que cuidará agora de casos de atenção básica. A Maternidade Araken Pinto tem 37 leitos de internação e Centro Cirúrgico com duas salas. A capacidade é para realizar, em média, 300 atendimentos por dia e 600 partos por mês. Já no mês de abril, o número de leitos da unidade será ampliado, chegando a 40.

O prefeito Carlos Eduardo destaca que a entrega de mais esse equipamento reforça o atendimento da rede pública municipal de saúde. “Nossa gestão vem inaugurando UPAs, hospitais e maternidades com serviços, profissionais e infraestrutura que não deixam nada a desejar em comparação com os que são prestados na rede privada de saúde. A Maternidade Dr. Araken Pinto conta com equipamentos de última geração que fazem com que a unidade passe a ser referência de assistência de saúde para as futuras mamães”, avalia.

Para o secretário municipal de Saúde, Luiz Roberto Fonseca, a estrutura é mesmo um diferencial da nova maternidade. Comparando com a estrutura oferecida antes na Maternidade das Quintas, ele aponta a ampliação do número de leitos e a melhoria na qualidade de atendimento, com mais comodidade para todos, profissionais, pacientes e bebês. “O antigo prédio da Maternidade das Quintas tinha capacidade para 27 leitos. Com a Maternidade Dr. Araken Pinto, haverá uma elevação de mais de 30%. Natal precisava disso, de uma maternidade central, que tem fácil acessibilidade para ônibus, com melhor ambiência e melhor condição para o paciente, para quem usa o serviço público”, define o secretário.

A nova maternidade de Natal tem seu trabalho voltado para a assistência humanizada, o que inclui presença de acompanhante, massagens, banhos terapêuticos, exercícios respiratórios e na bola e caminhadas. Seguindo esse mesmo princípio, também serão adotadas políticas assistenciais de respeito à garantia dos direitos da mulher, ao parto humanizado e ao plano de parto.

Maternidade Dr. Araken Pinto é nova referência em partos humanizados na rede pública de Saúde em Natal (Foto: Marco Polo/Prefeitura do Natal)
Maternidade Dr. Araken Pinto é nova referência em partos humanizados na rede pública de Saúde em Natal (Foto: Marco Polo/Prefeitura do Natal)