Novo ministro da Justiça admite a jornal mexer no comando da PF

O presidente interino Michel Temer dá posse ao novo ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Torquato Jardim, dia 02/06/2016
Torquato Jardim, que comandava o Ministério da Transparência, foi nomeado no domingo para substituir Osmar Serraglio na Justiça (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O novo ministro da Justiça, Torquato Jardim, disse em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo publicada nesta segunda-feira que vai ouvir a recomendação do presidente Michel Temer e avaliar mexer no comando da Polícia Federal, e afirmou que não há crise política no país.

Torquato, que comandava o Ministério da Transparência, foi nomeado no domingo para substituir Osmar Serraglio na Justiça, movimento que pode ter como objetivo fortalecer a posição do presidente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às vésperas do início do julgamento que pode cassá-lo.

Perguntado na entrevista se pretende mexer no comando da Polícia Federal, que tem Temer e diversas autoridades do governo entre os alvos de investigação da operação Lava Jato, o novo ministro disse que vai avaliar eventual mudança.

“Vou ouvir a recomendação do presidente, de outras personalidades que conhecem o assunto, fazer o meu próprio juízo de valor e decidir. Não vou me precipitar nem antecipar nada”, afirmou.

Torquato Jardim, que foi ministro do TSE em dois períodos (entre 1988 e 1992 e entre 1992 e 1996) e presidiu o Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (Ibrade) entre 2002 a 2008, reconheceu que terá um papel a desempenhar na interlocução entre o governo e o Judiciário, e disse considerar que o julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE “será técnico”.

Do blog: Temer procura meios para parar a Lava Jato fazendo mudanças orquestrada nessa direção. O povo brasileiro precisa se unir ao movimentos contra o bloqueio da Polícia Federal, e da justiça que lutam para moralizar nosso país.

 

Fonte:http://exame.abril.com.br/brasil/novo-ministro-da-justica-admite-a-jornal-mexer-no-comando-da-pf/