Eliana é elogiada ao postar foto sem maquiagem em rede social: ‘Rejuvenesceu’

eliana
Eliana posta foto sem maquiagem para dar bom dia aos fãs (Foto: Reprodução/Instagram)

 

No auge dos 42 anos, Eliana decidiu mostrar sua beleza natural ao postar uma foto sem maquiagem nesta terça-feira (10) em seu perfil no Instagram. A apresentadora deixou de lado toda a produção em uma selfie dentro do carro e ganhou muitos elogios dos fãs logo após divulgar a imagem.

“Bom dia real”, escreveu na legenda do registro publicado na rede social. “Rejuvenesceu mesmo. Eliana você é um ser humano de muita luz”, comentou uma seguidora. “Linda até sem maquiagem”, disse outra.

Eliana maquiada na edição comemorativa de 25 anos de Marie Claire (Foto: Reprodução/Instagram)
Eliana maquiada na edição comemorativa de 25 anos de Marie Claire (Foto: Reprodução/Instagram)

Ezequiel Ferreira garante intermediação da Assembleia para pleitos de pescadores

unnamed (2)

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), recebeu nesta terça (10), representantes de 5 colônias de pescadores artesanais de águas interiores do Rio Grande do Norte que buscam a intermediação da Casa Legislativa junto ao Governo Federal e ao Governo Estadual, para reaverem o seguro defeso e doações de cesta básicas, respectivamente. O deputado Vivaldo Costa (PROS), também participou da reunião.

“A Casa Legislativa é a caixa de ressonância da sociedade. Aqui se sente a dor dos munícipes e suas associações. E não podemos estar indiferentes às demandas dos pescadores de águas interiores, como açudes e barragens, que secaram com a estiagem de mais de quatro anos e com isto deixaram de ter o sustento destas famílias.  Tenho certeza que o conjunto dos deputados vão se somar para mobilizar a bancada federal para que o Governo Federal faça o pagamento do seguro defeso e que o governo do RN de modo emergencial socorra os pescadores com cesta básicas”, enfatiza Ezequiel Ferreira, que também preside na Casa o Comitê de Ações de Combate à Seca.

No RN são 16 mil pescadores de águas interiores que não receberam o seguro defeso (um salário mínimo por mês) em dezembro de 2015, relativo a janeiro e fevereiro de 2016. “O Governo Federal suspendeu o seguro defeso e até o momento não pagou aos pescadores deixando todos eles endividados sem uma perspectivas de sustento”, disse Zeca Cunha, da Colônia de Pescadores Artesanais de Macaíba, que participou da audiência com o presidente da Assembleia na companhia de Rodrigo Araújo (Colônia de Pescadores Artesanais de Pau dos Ferros), Rômulo Domingo (Colônia de Pescadores Artesanais de Triunfo Potiguar), e Itam Lobo (Colônia de Pescadores Artesanais de Cruzeta).

Assessoria

Preso em Natal, suspeito confessa tiro que deixou vigilante paraplégico

camera_1

Preso nesta segunda-feira (9) durante um assalto à mão armada no bairro das Quintas, na Zona Oeste de Natal, um jovem de 18 anos foi identificado como sendo o responsável pelo tiro que deixou um vigilante paraplégico durante assalto à farmácia em abril deste ano no bairro do Igapó, na Zona Norte de Natal. De acordo com o delegado Jodelcir Pinheiro, da 12ª Delegacia de Polícia Civil, o suspeito confessou o disparo e detalhou o crime, mas negou que tivesse intenção de atingir o vigilante.

O crime aconteceu no dia 4 de abril deste ano. O suspeito, identificado como Glaydson Emanoel Rosendo da Silva – que na época do crime tinha 17 anos – e outro adolescente assaltaram uma farmácia. Durante o assalto, após o outro suspeito retirar o colete e a arma do vigilante Jeimyson Nunes de Azevedo, de 26 anos, Glaydson teria atirado a queima-roupa no vigia. O tiro acertou o pescoço de Jeimyson, que foi internado e ficou paraplégico.

De acordo com Jodelcir, Glaydson confessou e detalhou o crime, mas negou que tivesse a intenção de atingir o vigia. “Ele diz que não chegou a atirar no vigilante. Deu aquele disparo dentro da farmácia para assustar os clientes e para evitar que fosse seguido”, contou o delegado. Ainda de acordo com Jodelcir, o depoimento já foi adicionado ao inquérito.

No entanto, como ainda era adolescente na época em que conheceu o crime, Glaydson ainda responderá pelo disparo no vigilante como menor de idade. Apesar disso, como foi preso em flagrante por roubo à mão armada, o suspeito  responderá separadamente pelo novo crime.

Identificação do suspeito
Segundo o delegado, Glaydson já havia sido identificado pelos policiais através das imagens e durante as investigações. No entanto, os policiais ainda não haviam conseguido chegar até o suspeito.  omo quem pratica o assalto  tem o hábito de continuar fazendo, porque vive disso, todos os dias observavam as prisões e as delegacias de plantão”, explicou.

No depoimento, o suspeito ainda explicou que comprou a arma utilizada no crime no ‘Mercado da 4’, no bairro do Alecrim, na Zona Leste de Natal. Ele disse que teria pago uma quantia de R$ 4.500 pela pistola.

Do G1

TV Assembleia firma convênio para troca de conteúdo com TV Câmara de Mossoró

unnamed (1)

Através de um termo de cooperação assinado nesta terça-feira (10), entre os presidentes da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), e o presidente da Câmara Municipal de Mossoró, vereador Jório Nogueira, a TV Assembleia e a TV Câmara de Mossoró passam a compartilhar seus conteúdos audiovisuais, transmissões de programas e até realizar trabalhos em parceria.

“Este estreitamento entre as duas emissoras visa beneficiar os telespectadores que passam a ter contato com o que é produzido nas Casas Legislativas de modo mais sistemático”, enfatiza o deputado Ezequiel Ferreira de Souza, comemorando a assinatura do convênio na data de lançamento da nova programação da TV Assembleia, que apresentará as inovações nesta terça-feira (10), às 19h, no salão nobre deputado Iberê Ferreira de Souza.

Ao lado do deputado Ezequiel Ferreira, o secretário-geral da Fundação Djalma Marinho, Júlio Cesar de Queiroz e o diretor da TV Assembleia, Bruno Giovanni, recepcionaram o vereador Jório Nogueira que esteve acompanhado do diretor geral da TV Câmara, Regy Carte, e do diretor-técnico da TV Câmara, João Batista.

Para o presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Jório Nogueira, fica assim demonstrada a boa relação entre as duas casas legislativas. “Ganhará a população que terá um maior contato com os trabalhos dos deputados estaduais e dos vereadores de Mossoró”, disse o presidente da Câmara de Mossoró.

No ar desde agosto de 2015, pela TV Cabo de Mossoró (TCM), canal 16, a TV Câmara de Mossoró produz sete programas próprios, devendo colocar no ar mais três programas próprios ainda este mês.

Assessoria

Previdência Complementar para servidores públicos começa a tramitar na CCJ

unnamed

 Projeto de Lei é distribuído para relatoria do deputado Albert Dickson

O Projeto de Lei Complementar que institui o Regime de Previdência Complementar para os servidores públicos, titulares de cargos de provimento efetivo no Estado e autoriza a criação de sua entidade gestora, foi a principal matéria da pauta da reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) nesta terça-feira (10).
“Consideramos que essa é a matéria mais importante a tramitar nesta Comissão nos últimos anos. Já estou encaminhando expediente aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e ao Ministério Público ao Tribunal de Contas e à Defensoria Pública para se manifestarem com contribuições para a discussão desse Projeto”, disse o presidente da CCJ, deputado Albert Dickson (PROS) que será o seu relator.
O projeto do Executivo também cria a Fundação de Previdência Complementar do Rio Grande do Norte (FUPREVIRN) que terá como instâncias de deliberação, o Conselho Deliberativo, o Conselho Fiscal e a Diretoria Executiva.
Esses órgãos funcionarão, de acordo com o Projeto de Lei Complementar distribuído ao relator, nas condições previstas no Projeto de Lei Complementar, sem prejuízo da aplicação, no que couber, das disposições pertinentes inscritas nas Leis Complementares Federais 108 e 109, ambas de 29 de maio de 2001.
Ainda na reunião de hoje foram votadas 15 matérias e distribuídas oito para os relatores. Participaram os deputados Galeno Torquato (PSD), Márcia Maia (PSDB), José Adécio (DEM), Albert Dickson, Cristiane Dantas (PCdoB) e Gustavo Fernandes (PMDB).

Assessoria

Protestos contra o impeachment fecham vias em 13 estados e no DF

Rodovia federal BR-230 na saída de João Pessoa foi interditada nos dois sentidos (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Rodovia federal BR-230 na saída de João Pessoa foi interditada nos dois sentidos (Foto: Walter Paparazzo/G1)

G1 – Protestos contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) atingem rodovias, avenidas e sistemas de transportes públicos em 13 estados e no Distrito Federal na manhã desta terça-feira (10). No Senado, a votação sobre a continuidade do processo para afastar a presidente está prevista para esta quarta-feira (11).

Além do Distrito Federal, os atos ocorrem nos seguintes estados: Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo. As manifestações são lideradas por movimentos sociais e sindicatos.

TEMPO REAL: acompanhe os protestos

Veja a situação em cada estado:

protestos_ba093_02
Protesto bloqueou rodovia BA-093

BAHIA
Os protestos atingem três pontos da avenida Suburbana, em Salvador, rodovidas estaduais federais. Próximo à cidade de Candeias, na BA-523, há bloqueio na via com queima de objetos.

Também havia protesto, até por volta das 8h, na Avenida Henry Ford, que liga a BA-535, a Via Parafuso ao Polo Petroquímico, em Camaçari; na BA-093, também em Camaçari; e na BA 528, em Vista Alegre, em Salvador

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na altura do km 592 da BR-324, um grupo de manifestantes colocou objetos incendiados na pista para impedir a passagem de veículos, no sentido Feira de Santana. Segundo informações da PRF, o grupo deixou o local após dar início ao fogo. Na altura do km 527, um protesto bloqueia parte da via no sentido Salvador. A situação também deixa o trânsito lento no local.

Desde as 5h, cerca de 200 pessoas fecharam a BR-101, sentido Itabuna, no sul da Bahia, e Buerarema, na saída de Itabuna.


Em Chorozinho, a BR-116 ficou interditada nos dois sentidos devido a protestos (Foto: Divulgação/PRF-CE)
Em Chorozinho, a BR-116 ficou interditada

CEARÁ
Servidores públicos começaram, por volta das 9h20, a fechar a Avenida Pontes Vieira, em Fortaleza, no cruzamento com a Avenida Desembargador Moreira, próximo a Assembleia Legislativa do Estado. As atividades são coordenadas pela Frente Brasil Popular Ceará.

Membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) bloqueiam pela manhã trecho da BR-116, no município de Chorozinho, na Região Metropolitana de Fortaleza. Eles protestam contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e também por reforma agrária.


Bloqueio feito por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) em trecho da BR-070 no Distrito Federal nesta terça-feira (10); grupo faz ato de apoio à presidente Dilma Rousseff (Foto: TV Globo/Reprodução)
Bloqueio feito pelo MST em trecho da BR-070

DISTRITO FEDERAL
Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) fecharam trechos das BRs 020 e 070. Na BR-020, o ato ocorre no DVO, dentro da região administrativa de Planaltina. Faixas foram usadas pelos manifestantes com mensagens em alusão à “jornada de lutas pela democracia”.

Na BR-070, o protesto acontece depois do posto da Polícia Rodoviária Federal e perto da divisa com Goiás. A interdição ocorreu em ambos os lados da via. A fumaça prejudicou a visibilidade.


Protesto na BR-262, em Viana (Foto: Cícero Sousa Neto/ VC no ESTV)
Protesto na BR-262, em Viana

ESPÍRITO SANTO
Cerca de 30 manifestantes interditaram parcialmente a rodovia BR-262, em Viana, desde as 4h30. Até as 6h50, a pista continuava interditada. No Centro de Vitória, o grupo de manifestantes fechou a avenida em frente ao Palácio Anchieta e colocou fogo em pneus. O trânsito foi interditado nas avenidas Jerônimo Monteiro e Getúlio Vargas.

A Secretaria de Segurança Pública (Sesp) informou que a manifestação é da Central Única de Trabalhadores (CUT) e que a Polícia Militar acompanha os protestos. Os atos seguem pacíficos.


Manifestantes bloqueiam trânsito na avenida Beira-Mar, em São Luís (MA) (Foto: Danilo Quixaba)
PT bloqueiam trânsito na avenida Beira-Mar

MARANHÃO
Manifestante realizam ato na avenida Beira-Mar, região central de São Luís na manhã desta terça-feira. Cerca de 30 manifestantes bloquearam o trânsito parcialmente, em intervalos de 10 minutos, no trecho próximo ao Mercado do Peixe. O trânsito ficou congestionado nas avenidas Senador Vitorino Freite, rua do Egito e em outras vias de acesso à avenida Beira-Mar.

O protesto foi convocado pela Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo, com apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Maranhão.


BR-135, em Buenópolis, permace interditada. (Foto: Polícia Militar/Divulgação)
BR-135, em Buenópolis, permanece interditada

MINAS GERAIS
Manifestantes interditam o trânsito nas BRs-135, em Buenópolis (MG), e 251, em Padre Carvalho (MG) na manhã desta terça. Integrantes do MST e dos Geraizeiros participam do protesto em defesa do governo Dilma.

Segundo as primeiras informações da Polícia Rodoviária Federal, o trânsito está fechado nos dois sentidos. Foram utilizadas árvores e pneus para impedir a passagem de veículos, e os manifestantes permanecem nas vias segurando faixas e cartazes.

Integrantes do Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro-MG) fazem umamanifestação em frente à Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Sindicalistas dizem que o ato tem um carro de som, faixas, bandeiras e a participação de 200 pessoas. A Polícia Militar (PM) falou em 60 manifestantes.


Manifestantes fecharam a entrada de uma das empresas de ônibus de transporte público em João Pessoa, nesta terça-feira (10) (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Manifestantes fecharam entrada de empresa de ônibus

PARAÍBA
Manifestantes fecharam a garagem de uma das empresas de ônibus de transporte público no bairro do José Américo, em João Pessoa, bloquearam um trecho da BR-230, nos dois sentidos da rodovia federal, que liga a capital paraibana ao interior do estado, e interditaram as linhas de trens nas estações da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em João Pessoa e em Santa Rita. A via Acesso Oeste, em João Pessoa, também foi bloqueada.

Além dos bloqueios nos transportes, está prevista a paralisação por cerca de uma hora nos bancos de João Pessoa, principalmente nas agência localizadas na Avenida Epitácio Pessoa.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, em Campina Grande duas rodovias federais foram interditadas. Na BR-230 os manifestantes fecharam a entrada e saída para o litoral paraibano, próximo a avenida Brasília. Outro ponto fechado foi na BR-104, na saída de Campina Grande para o Brejo paraibano.


Calçadão da VX de Novembro amanhece com balões pró-governo Dilma Rousseff (PT) (Foto: Elisane Frank/ Arquivo pessoal)
Calçadão da VX de Novembro amanhece com balões

PARANÁ
Em Curitiba, manifestantes colocarambalões em formato de coração no calçadão da XV de Novembro, com a frase “fica, querida”. Participaram do ato professores da rede estadual de ensino, servidores públicos e trabalhadores da construção civil ligados à Frente Brasil Popular.

Em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, integrantes do Movimento Sem Terra se concentram em frente à Hidrelétrica de Itaipu. A estimativa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é 200 manifestantes. Os organizadores do movimento calculam 500 pessoas.


Manifestantes queimaram pneus, deixando rodovia interditada (Foto: Reprodução/WhatsApp)
Manifestantes queimaram pneus em Jabotão de Guararapes

PERNAMBUCO
Protestos organizados pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) contra o impeachment estão interditando as estradas de Pernambuco ao longo da manhã. Depois de ocupar os dois sentidos da BR-101 Sul, em Jaboatão dos Guararapes, manifestantes do movimento coordenam ato na BR-101 Norte, em Goiana, Zona da Mata.

Também houve manifestação na BR-232, no município de Pesqueira, no Agreste, mas, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a via foi liberada às 9h20. A Polícia Militar contabilizou 100 manifestantes no local.

Além do MST, o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro-PE) decidiu paralisar as atividades e prevê uma passeata a partir das 16h desta terça, no Recife. O movimento dos servidores tirou de circulação os trens das linhas Cajueiro Seco-Cabo de Santo Agostinho e Cajueiro Seco-Curado, em Jaboatão dos Guararapes.


Integrantes do MST interditaram a BR-316 em Picos (Foto: Josimar Santos)
Integrantes do MST interditaram a BR-316

PIAUÍ
Pelo menos três trechos de rodovias federais que cortam o Piauí foram bloqueados por manifestantes nesta manhã. Os protestos estão sendo registrados nas BRs 316 e 343 nas cidades de Teresina, Amarante e Picos, as duas últimas cidades no Sul do estado.

Na capital, o trecho interditado fica entre Teresina e Demerval Lobão e é organizado pela Frente Brasil Popular. Os atos são organizados por movimentos sociais que são contra o impeachment.


RIO DE JANEIRO
A Rodovia Rio-Santos foi totalmente fechada às 6h30 desta terça-feira (10) na altura de Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio.

O grupo ateou fogo em pneus, e uma grande cortina de fumaça era observada por volta das 7h, atrapalhando a visibilidade dos motoristas que passavam pelo local. De acordo com a PRF, cerca de 30 pessoas estavam no local.

RIO GRANDE DO NORTE
A terça-feira amanheceu sem ônibus em Natal. Motoristas e cobradores aderiram à paralisação nacional convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTT) e não saíram das garagens.

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) liberou para que os táxis e ônibus fretados cobrem a tarifa do transporte urbano e circulem pelos corredores exclusivos.

No campus central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, na Zona Sul da cidade, um grupo de manifestantes ateou fogo em pneus. As chamas obstruíram o tráfego de veículos e impediram a entrada na instituição às margens da BR-101. As aulas ocorrem normalmente, apesar do baixo número de alunos em razão da falta de ônibus.


Protesto do MST em rodovia gaúcha nesta terça (Foto: PRF/Divulgação)
Protesto do MST em rodovia gaúcha

RIO GRANDE DO SUL
Diversas rodovias do estado foram palco de protestos e bloqueios na manhã desta terça-feira. A maioria está na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Manifestantes bloquearam pontos da BR-116, em Sapucaia do Sul e em Caxias do Sul, na Serra, na ERS-040, em Viamão, na BR-290, em Eldorado do Sul, na BR-293, em Hulha Negra, na Campanha, e na BR-285, em São Borja, na Fronteira Oeste.

Na ERS-040 o bloqueio provocou congestionamento e houve início um princípio de tumulto entre manifestantes e motociclistas. A Brigada Militar foi acionada e controla a situação no local.

Natal amanhece sem ônibus e com protesto; há congestionamentos

Motoristas e cobradores não deixaram as garagens das empresas e ônibus não circularam na manhã desta terça em Natal (Foto: Wendell Jefferson)
Motoristas e cobradores não deixaram as garagens das empresas e ônibus não circularam na manhã desta terça em Natal (Foto: Wendell Jefferson)

G1 – A terça-feira (10) amanheceu sem ônibus em Natal e com pneus queimados na UFRN. Motoristas e cobradores aderiram à paralisação nacional convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística (CNTT) e não saíram das garagens. Às 9h10, por meio de uma rede social, a Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) informou que os ônibus começaram a deixar as garagens das empresas.

O protesto, de acordo com a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), era contra o processo de impeachment da presidente Dilma e a possibilidade de perda de direitos trabalhistas.

Às 8h30, a STTU informou que havia vários pontos de congestionamento, principalmente nas duas pontes que ligam a Zona Norte ao restante da cidade.

Paradas de ônibus cheias retratam a manhã tumultuada para quem precisou sair de casa (Foto: Wendell Jefferson)
Paradas de ônibus cheias retratam a manhã tumultuada para quem precisou sair de casa (Foto: Wendell Jefferson)

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) liberou para que os táxis e ônibus fretados cobrem a tarifa do transporte urbano e circulem pelos corredores exclusivos.

STTU liberou ônibus fretados, o que salvou muita gente  (Foto: Wendell Jefferson)
STTU liberou ônibus fretados, o que salvou muita gente (Foto: Wendell Jefferson)

Outra solução para quem precisa sair de casa eram os veículos alternativos, que seguem circulando normalmente. Os ônibus intermunicipais também estão rodando nesta terça.

Fogo
No campus central da UFRN, na Zona Sul da cidade, um grupo de manifestantes ateou fogo em pneus. As chamas obstruíram o tráfego de veículos e impediram a entrada na instituição às margens da BR-101. As aulas ocorrem normalmente, apesar do baixo número de alunos em razão da falta de ônibus. Às 9h, a Polícia Rodoviária Federal informou que o trânsito de veículos fluía normalmente na BR-101, no trecho que corta Natal.

Manifestantes atearam fogo em pneus e obstruíram a entrada do campus da UFRN às margens da BR-101 (Foto: Robson Oliveira/Inter TV Cabugi )
Manifestantes atearam fogo em pneus e obstruíram a entrada do campus da UFRN às margens da BR-101 (Foto: Robson Oliveira/Inter TV Cabugi )

FGV detalha passos para Reforma Administrativa da Assembleia Legislativa

unnamed (2)

O primeiro passo para a Reforma Administrativa da Assembleia Legislativa foi oficializado pelo presidente Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) nesta segunda-feira (9), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A etapa a ser seguida foi detalhada pelo professor Carlos Oscar Aguieiras, da FGV, durante a palestra para deputados e servidores, no Auditório Cortez Pereira. Os passos serão cumpridos em até quatro meses, de acordo com o plano de trabalho da fundação e centrados no seguinte cronograma de execução: Diagnóstico situacional, Reforma administrativa, Elaboração do plano de cargos, carreiras e vencimentos (PCCV) e Elaboração de minutas e resoluções.

Carlos Oscar também explicou os princípios da metodologia de trabalho. O primeiro item a ser observado é a legalidade e segurança jurídica, orientado dentro dos princípios e preceitos constitucionais. O professor afirmou que a reforma será pautada na transparência, com participação efetiva tanto do corpo diretivo, quanto dos servidores na elaboração das propostas a serem implementadas. O presidente da Casa disse que a Reforma Administrativa irá transformar o Legislativo do RN na Nova Assembleia, atuando de forma moderna, transparente e otimizada, de acordo com os novos preceitos da administração pública.

Durante a explanação, os servidores participaram e mostraram seus questionamentos sobre as mudanças em curso. Uma das perguntas da plateia foi sobre a questão salarial de efetivos e concursados, pergunta feita por um dos 32 aprovados em concurso convocados pela nova gestão. O professor explicou que à medida que os processos de trabalho forem sendo analisados, será possível definir um quantitativo ideal de servidores por setor, primando para que a Assembleia Legislativa cumpra com cada vez mais eficiência o seu papel de legislar e fiscalizar contas.

Outro questionamento feito foi sobre a lotação de servidores na estrutura da Assembleia. A respeito de como será feito o diagnóstico situacional da Casa, o consultor explicou que trabalhos semelhantes em outras casas Legislativas, a exemplo do Legislativo do Rio de Janeiro e Câmaras Municipais de São Paulo vem sendo realizados com sucesso, e que o redimensionamento da estrutura é possível à medida que as informações forem aprofundadas.

“Durante o desenvolvimento do trabalho também prezamos pelo respeito, adequando as propostas à cultura e prática local, bem como o equilíbrio entre os direitos e deveres dos servidores”, disse Aguieiras. O acompanhamento do trabalho da FGV será feito por servidores da Assembleia Legislativa do RN, que fornecerão dados administrativos para o andamento do trabalho.

Assessoria

Presidente em exercício da Câmara anula votação do impeachment

img_1_3_2038

O presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu nesta segunda-feira (9), por meio de uma decisão monocrática, anular a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff realizada na Casa no dia 17 de abril. Ele acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo. (leia ao final da reportagem a íntegra da decisão de Maranhão)

Waldir Maranhão substituiu Eduardo Cunha na presidência da Câmara na semana passada depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar o peemedebista do comando da casa legislativa. O deputado do PP votou contra a continuidade do processo de impeachment na Câmara, descumprindo decisão de seu partido, que havia fechado questão a favor do afastamento da presidente.

O recurso foi entregue pela AGU na Câmara no dia 25 de abril. Segundo o primeiro-secretário da mesa diretora da Câmara, Beto Mansur (PRB-SP), o pedido foi entregue fora do prazo, quando a Câmara já havia enviado o processo de impeachment ao Senado.

“A AGU entrou fora de prazo com questionamento no dia 25 de abril. Poderia ter sido arquivado. Mas foi desconsiderado, porque estava fora de prazo”, afirmou Mansur. Quando assumiu a presidência da Casa, Maranhão decidiu analisar o recurso.

Decisão
No despacho no qual anulou a votação da Câmara, Maranhão marcou uma nova votação, para daqui a 5 sessões do plenário da Casa, para os deputados federais voltarem a analisar o pedido impeachment. O prazo começa a contar no momento em que o processo for devolvido para a Casa pelo Senado.

Segundo o G1 apurou, Waldir Maranhão participou, durante o fim de semana e na manhã desta segunda-feira, de reuniões com integrantes do governo federal, deputados do PT e do PC do B. O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, teria participado desses encontros.

A decisão de Maranhão
Em nota divulgada à imprensa, Maranhão diz que a petição da AGU ainda não havia sido analisada pela Casa e que, ao tomar conhecimento dela, resolveu acolher. Na decisão, ele argumenta “ocorreram vícios que tornaram nula de pleno direito a sessão em questão”.

Para Maranhão, os partidos políticos não poderiam ter fechado questão a favor ou contra o impeachment. Quando há o chamado fechamento de questão, os deputados devem seguir a orientação partidária sob pena de punição, como expulsão da legenda.

“Não poderiam os partidos políticos terem fechado questão ou firmado orientação para que os parlamentares votassem de um modo ou de outro, uma vez que, no caso deveriam votar de acordo com as suas convicções pessoais e livremente”, destacou o presidente em exercício da Câmara na decisão.

Maranhão argumenta ainda que os deputados não poderiam ter anunciado suas posições antes da sessão da Câmara que decidiu dar continuidade ao processo de afastamento da presidente Dilma. Ele também afirma que a defesa de Dilma deveria ter tido o direito de falar durante a votação do impeachment.

“Não poderiam os senhores parlamentares antes da conclusão da votação terem anunciado publicamente seus votos, na medida em que isso caracteriza prejulgamento e clara ofensa ao amplo direito de defesa que está consagrado na Constituição. Do mesmo modo, não poderia a defesa da senhora Presidente da República ter deixado de falar por último no momento da votação, como acabou ocorrendo”, afirma.

Do G1

Assembleia e FGV firmam parceria para estudo de redimensionamento funcional

unnamed (1)

Dando continuidade às ações para a Reforma Administrativa da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte o presidente da Casa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), oficializou nesta segunda-feira (9), com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a condução do trabalho de redimensionamento do Poder Legislativo potiguar. Neste ato o coordenador de projetos da FGV, José Eduardo Quintella, representou a fundação que atuará, nos próximos 4 meses, em conjunto com os servidores para apresentar o redimensionamento do quadro de funcionários e o plano de cargos e salários.

“O colegiado de deputados e a Mesa Diretora têm trabalhado de forma harmônica e a passos largos ao longo destes 1 ano e quatro meses da atual gestão para a construção de um novo modelo gerencial na Assembleia a partir do Planejamento Estratégico, com 36 planos de ação focados nos pilares da austeridade nos gastos, redução de despesas e mais transparência. Agora com a FGV estamos dando mais um importante passo para a construção desta nova Assembleia dentro de suas atribuições de legislar, julgar e fiscalizar”, salienta Ezequiel Ferreira.

As mudanças objetivam a modernização da gestão, a reorganização e otimização do quadro de pessoal e, ao mesmo tempo, transparência de forma a responder aos anseios da sociedade. José Eduardo Quintella destacou que o Brasil precisa melhorar sua gestão pública e este é um trabalho continuado. “Este trabalho só ocorre se a instituição tiver o desejo de evoluir, de mudar e promover um futuro melhor para própria instituição e para a localidade que estiver inserida. Este desejos são notados na Assembleia Legislativa do RN e busca um futuro melhor para o Rio Grande do Norte e para a Casa”, disse o coordenador de projetos da FGV.

Com 70 anos de atuação, a FGV tem como missão pensar o Brasil.  Dentro de sua estrutura estão: a melhor escola de administração, melhor escola de economia e de Direito do país. Ao longo dos anos tem contribuído para a excelência na gestão pública. Tendo contribuído nos processos de entidades como Marinha do Brasil, Ministério da Educação, Ministério da Integração, Ministério do Planejamento, concursos, exames, certificações e com o Ministério do Esporte para a gestão de grandes eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas.

Após a assinatura do termo de parceria contratual, o professor da FGV, Carlos Oscar, ministrou palestra sobre Reforma Administrativa para servidores e visitantes, demonstrando as etapas das atividades que serão desempenhadas na Assembleia Legislativa ao longo dos próximos 4 meses. Sociólogo e mestre em administração, o professor atua há mais de 35 anos na prestação de serviços na área de recursos humanos, formação geracional de pessoal e consultoria organizacional.

Assessoria

Mantega é levado coercitivamente para depor em nova fase da Zelotes

size_810_16_9_2013-08-30t155121z_217264802_gm1e98u1u4001_rtrmadp_3_brazil
Guido Mantega: ex-ministro foi conduzido coercitivamente em investigação da operação Zelotes.

Exame – A Operação Zelotes cumpre 30 mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva nesta segunda-feira, 9. O alvo desta etapa é o grupo Comercial Penha.

O ex-ministro Guido Mantega foi conduzido coercitivamente – quando o investigado é levado para depor e liberado.

A Zelotes apura suspeitas de manipulação de julgamentos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

Empresa de amigo

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagraram nesta manhã mais uma fase da Operação Zelotes que investiga esquema de compra de votos no Carf, o conselho vinculado ao Ministério da Fazenda que julga recursos de multas de grandes contribuintes.

O alvo é a Cimento Penha, firma do empresário Victor Garcia Sandri, amigo do ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega. Os investigadores pediram medidas contra Mantega, mas inicialmente a Justiça Federal não autorizou.

A empresa teria comprado o então conselheiro do Carf Valmar Fonseca de Menezes para anular seu débito.

O MPF sustenta que o ex-ministro Guido Mantega nomeou, em junho de 2011, Valmar e também o então conselheiro José Ricardo da Silva – já condenado na Zelotes – para a câmara que analisou o caso do seu amigo.

Com isso, a Cimento Penha conseguiu abater débito de R$ 106 milhões em julgamento no Carf.

Mantega já teve seus sigilos bancário e fiscal quebrados. Também foram ordenadas as mesmas medidas em relação à Coroado Administração de Bens, empresa do ex-ministro petista.

A Coluna do Estadão apurou que o MPF solicitou o cumprimento de ao menos 15 mandados de busca e apreensão e 15 conduções coercitivas.

Em e-mails interceptados pela Zelotes, o empresário Victor Sandri menciona o nome de Mantega em conversas com o então conselheiro Valmar. As investigações teriam encontrado pagamento de R$ 15 milhões para empresa de auditoria e consultoria vinculada a Valmar.

Escola da Assembleia lança projeto ‘Mural Estante’

unnamed

A biblioteca da Escola da Assembleia acaba de lançar mais uma atividade para atrair o interesse dos usuários, estudantes, pesquisadores e amantes da leitura: o “Mural Estante”. O projeto é um espaço de comunicação, aberto à participação de todos, que expõe textos, poesias, matérias, fotos, charges e curiosidades, de forma interativa.

“A ideia é trazer assuntos de relevância da realidade potiguar. O tema pode ser um escritor em destaque ou a exposição de uma obra. O nome ‘Estante’ nos remete à biblioteca e haverá sempre um livro exposto ilustrando o tema e/ou escritor do mês”, explica o escritor Plínio Sanderson, um dos coordenadores do projeto.

Aberta ao público das 8h às 18h, a biblioteca Deputado Márcio Marinho funciona na Escola da Assembleia com acesso físico e digital. Os frequentadores têm acesso a mais de 8 mil títulos para consultas, pesquisas, estudos e leitura de maneira geral. Para servidores da Assembleia Legislativa e alunos dos cursos da Escola da Assembleia é possível o empréstimo de livros, para a comunidade em geral o acesso se dá no próprio ambiente da biblioteca.

O novo projeto ‘Mural Estante’ já começou e este mês de maio traz em destaque a presença indígena no Rio Grande do Norte. Estão disponíveis para pesquisa o texto “Tupi or not Poty?” do antropólogo Plínio Sanderson; imagens do artista Albert Eckhout, retratando diferenças físicas entre potiguares e Tapuyas, feitas no século 17; poesias visuais do semiótico Avelino Araújo; cartazes destacando os perfis de Clara Camarão e Felipe Camarão; entre outros.

Muito vergonhoso pra o RN: presos cavam túnel, saem em prédio de tribunal e fogem de CDP em Natal

Túnel escavado para a fuga saiu dentro do terreno do Juizado Especial (Foto: Divulgação/PM)
Túnel escavado para a fuga saiu dentro do terreno do Juizado Especial (Foto: Divulgação/PM)

G1 – Presos cavaram um túnel e fugiram do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Ribeira, na Zona Leste de Natal. De acordo com a direção da unidade, a fuga foi descoberta na manhã desta segunda-feira (9). O número de fugitivos só será conhecido após uma recontagem.

Segundo a direção da unidade, o túnel que foi escavado saiu no prédio do Juizado Especial Cível e Criminal Central, localizado ao lado do CDP. Ao lado da escavação, várias roupas de presos foram encontradas.

Sistema em calamidade
O sistema penitenciário potiguar não passa por um bom momento. E faz tempo. Em março de 2015, após uma série de rebeliões em várias unidades prisionais, o governo decretou estado de calamidade pública e pediu ajuda à Força Nacional. Para a recuperação de 14 presídios, todos depredados durante os motins, foram gastos mais de R$ 7 milhões. No entanto, o sistema permanece em crise. Seis meses depois, o decreto de calamidade foi prorrogado por mais 180 dias e a permanência da Força Nacional também renovada.

Já no dia 17 de março deste ano, o governo do Rio Grande do Norte voltou a renovar o decreto de calamidade no sistema prisional potiguar e mais uma vez pediu socorro à Força Nacional. A renovação da calamidade, por mais seis meses, foi assinada pelo governador Robinson Faria. O documento diz que a renovação tem por objetivo “legitimar a adoção e execução de medidas emergenciais que se mostrarem necessárias ao restabelecimento do seu normal funcionamento”.

Fugas
Além das unidades depredadas e da superlotação, as fugas também se tornaram um problema constante para o Estado. Sem contar com a fuga do CDP da Ribeira, 188 detentos já escaparam do sistema prisional potiguar somente este ano. A média é de 11 fugitivos por semana.

Praia Pitangui-RN: Bombeiros resgatam corpo que pode ser da estudante afogada

A beleza do mar entrou em contraste com o corpo encontrado.
A beleza do mar entrou em contraste com o corpo encontrado.(Fotos: Ricardo Junior )

Os bombeiros resgataram um corpo na noite desta sexta-feira (6), na praia de Pitangui, em Extremoz. O corpo pode ser da adolescente Ester Vitória dos Santos Ferreira, de 17 anos, que se afogou no último domingo (1º) na Praia dos Artistas, em Natal, mas, por causa do avançado estado de decomposição não foi reconhecido por familiares que estavam no local.

“Diante das evidências da pulseira e das vestimentas que a mãe dela descreveu que ela usava, a gente acredita que seja o corpo dela, mas só um exame no Itep vai poder confirmar”, disse a tia da adolescente, Jucirene de Sousa Neves.

O corpo foi visualizado por uma mulher que passava pela praia ainda na manhã de sexta-feira. Os bombeiros foram acionados, mas o corpo estava preso às pedras e por causa da maré cheia não foi possível fazer o resgate durante a manhã. Quando a maré baixou, os bombeiros conseguiram retirar o corpo.

Ester Vitória (Foto: Divulgação)
Ester Vitória se afogou no último domingo

Relembre
Ester Vitória dos Santos Ferreira, de 17 anos, tomava banho de mar na Praia dos Artistas no último domingo (1º) quando foi puxada pela correnteza e se afogou. A mãe e o namorado da jovem presenciaram o afogamento. Na terça-feira (3) Falmilênia dos Santos Ferreira, mãe da adolescente, publicou um vídeo nas redes sociais onde pedia que alguém ajudasse a encontrar o corpo da filha.

“Meu nome é Falmilênia dos Santos Ferreira, eu venho por meio desse vídeo implorar que as autoridades procurem minha filha, Ester Vitória, que está desaparecida desde domingo à tarde, (ela) se afogou na praia por trás do Chaplin e eu não sei mais o que fazer. A gente já foi atrás de tudo e eu não estou vendo nada. Então eu peço encarecidamente que me ajudem. Me ajudem em nome de Jesus, para colocar um mergulhador, uma lancha, colocar alguém para encontrar a minha filha. Pelo amor de Deus, encontrem a minha filha”, dizia no vídeo.

O Corpo de Bombeiros reforçou as buscas e nesta sexta-feira (6) a Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte passou a colaborar com as buscas por Ester Vitória.