EUA testou positivo 245.658 pessoas, 6.069 morreram. Mas mais de 230 mil passam bem

Nos EUA, hospitais ameaçam demitir quem denunciar falta de ...
Foto da Internet

O EUA já testou até a data desta sexta feira (03) 245.658 pessoas positivas, sendo que destas, foram a óbitos 6.069, mas o positivo é que mais de 230 mil pessoas passam bem.

O mundo passa por uma pandemia que a tempo não se via. Mas a esperança de todos os povos de que tudo terminará bem.

Pagamento do PIS/Pasep será antecipado até junho

Como consultar PIS: saldo, data de pagamento e mais - Cnd Federal
Foto da Internet

O Ministério da Economia, por meio da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, anunciou que todos os pagamentos do abono salarial PIS/Pasep serão antecipados para junho deste ano. O anúncio foi dado na última quarta-feira, dia 1º de abril.

De acordo com o governo, medida visa auxiliar trabalhadores que enfrentam perda de renda ou desemprego devido o coronavírus. Segundo o secretário do Trabalho, Bruno Bianco Leal, todos os pagamentos atenderão o novo prazo definido.

Pacote de medidas contra a crise

Durante coletiva de imprensa, Bruno afirmou que um pacote de benefícios voltados para amortecimento da crise advinda pela pandemia já está em fase final. As ações foram traçadas em parceria com o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat).

Devido a antecipação de todos os pagamentos, o calendário que se estenderia até dezembro passará será encerrado em junho. Além disso, contará com um volume expressivo de recursos na ordem de R$ 12 bilhões. A data dos pagamentos deve ser divulgada em breve.

Quem tem direito ao abono salarial PIS/Pasep?

Quem tem direito ao abono salarial são trabalhadores que receberam, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada. Também devem ter tido atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2019.

Além disso, é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos. Os dados também devem estar atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2019.

Outras medidas do governo

No dia 18 de março, o presidente Jair Bolsonaro anunciou diversas medidas para conter o avanço da pandemia e garantir alento à economia nacional. Entre as medidas estão:

  • Reforço no programa Bolsa Família;
  • Atraso no recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Simples Nacional por três meses;
  • Desoneração de produtos médicos;
  • R$ 24 bilhões para linha de crédito pessoal e R$ 48 bilhões para empresas;
  • Socorro à aviação civil;
  • Fechamento de fronteiras, em especial com a Venezuela.

Segundo o governo, o reconhecimento do estado de calamidade pública está previsto para durar até 31 de dezembro.

De acordo com Bolsonaro, isso será feito “em virtude do monitoramento permanente da pandemia Covid-19, da necessidade de elevação dos gastos públicos para proteger a saúde e os empregos dos brasileiros e da perspectiva de queda de arrecadação”.

Edital CB

Mandetta e Guedes tem que se aliar em projetos para ajudar ao Brasil, diz Bolsonaro

Os ministros Paulo Guedes e Mandetta ladeando o presidente Jair Bolsonaro / Foto da internet

O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista dada ao Pingos nos Is da Jovem Pan, na noite dessa quinta feira (02), que Mandetta e Guedes tem que se entender para ajudar ao Brasil nesta crise, que a crise não será apenas na saúde, mas também na economia, disse ainda que não pode defender apenas a saúde, mas que tem que defender os empregos e trabalho, também. “Uma coisa depende da outra”. Disse o presidente.

Deputados estaduais centralizam proposições para combater a Covid-19 no RN

Diante da pandemia mundial do Coronavírus e no RN dos primeiros óbitos provocados pela doença, os parlamentares potiguares têm pautado suas ações no combate à Covid-19. Nas duas últimas semanas esta tem sido a tônica dos projetos e requerimentos na Assembleia Legislativa, notadamente com a destinação de recursos para a saúde.

Além do anúncio, esta semana, pelo presidente da Casa Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), do apoio financeiro da Assembleia Legislativa no valor de R$ 2 milhões para funcionamento de leitos de UTI no Hospital da Polícia Militar, em Natal, e aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os profissionais da saúde, os deputados estão remanejando emendas parlamentares individuais no Orçamento Geral do Estado (OGE) priorizando a área da saúde, a fim de serem utilizadas na aquisição de insumos e medicamentos.

O remanejamento das emendas para fortalecer o sistema de saúde no RN foi iniciativa de vários deputados, totalizando mais de R$ 10 milhões. Isolda Dantas (PT) remanejou R$ 1,5 milhão para a compra de respiradores, equipamentos de proteção individual (EPIs) e insumos hospitalares. Outros deputados já haviam anunciado o mesmo, como Hermano Morais (PSB), que destinou todas as suas emendas parlamentares para a área da Saúde, no valor de R$ 2 milhões. 

O deputado Kelps Lima (SDD) optou por destinar recursos para a capital potiguar, com o repasse de R$ 500 mil destinados para a compra de insumos e equipamentos para o Hospital de Natal. Eudiane Macedo (Republicanos) também destinou R$500 mil para Natal. Já Allyson Bezerra (SDD), destinou R$ 1 milhão para a compra de respiradores e insumos para os hospitais; outro exemplo é o deputado Kleber Rodrigues (PL), que remanejou cerca de R$ 1,5 milhão para a rubrica da saúde, assim como o deputado George Soares (PL), que remanejou R$ 1,9 milhão para ajudar nos recursos da saúde em várias ações como custeio, aquisição de material, construção de obras na saúde e apoio a programas já iniciados de combate ao Coronavírus.

Ainda no tocante à destinação de recursos para a saúde, o deputado Vivaldo Costa (PSD) remanejou a totalidade de suas emendas ao OGE, R$ 2 milhões e o deputado Nélter Queiroz (MDB) anunciou o remanejamento de R$ 500 mil para o mesmo fim.

Reforço
Em paralelo, outros pleitos e sugestões têm sido encaminhados. É o caso do deputado Francisco do PT, que solicitou ao Governo a contratação das oficinas de confecções do território potiguar para a fabricação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os servidores da saúde. Ubaldo Fernandes (PL) apresentou projeto de lei que autoriza o uso da telemedicina enquanto durar o estado de calamidade pública do Rio Grande do Norte. 

Na linha socioeconômica o deputado Souza (PSB), que preside a Frente Parlamentar em Defesa do Setor Pesqueiro e Aquícola, busca junto à bancada federal que a renda familiar emergencial aprovada pela Câmara e Senado Federal possa também incluir os pescadores. Além da flexibilização para pagamento de empréstimos junto a Agência de Fomento do Rio Grande do Norte S.A. (AGN) e propôs a redução proporcional das mensalidades da rede privada de ensino. Kleber Rodrigues sugeriu que pessoas em situação de rua possam ser abrigadas na área do antigo Aeroclube de Natal. 

A fim de reforçar os estoques de sangue do Hemonorte, a deputada Cristiane Dantas (SDD) lançou uma campanha em suas redes sociais para estimular a doação nos postos de coleta de todo o RN. Tomba Farias (PSDB) reforça a necessidade da implantação de 10 leitos de UTI e 50 de semi-UTI no Hospital da Polícia Militar. O recurso necessário para tal (na ordem de R$ 4 milhões) seria oriundo de parte do montante do decreto de calamidade pública aprovado pela Assembleia Legislativa do RN.

O deputado Dr. Bernardo (Avante) reuniu médicos e empresários e  mobilizou leitos hospitalares em Mossoró. Ele sugere que o Hospital Rafael Fernandes (HRF), referência em doenças infectocontagiosas seja otimizado, assim como os leitos do Hospital Tarcísio Maia.

Coronavírus: Dr. Bernardo reúne médicos e empresários e mobiliza leitos hospitalares em Mossoró

O deputado estadual Dr. Bernardo (Avante) está acompanhando as ações do Governo do Estado em relação aos leitos que serão disponibilizados ao atendimento de pacientes acometidos da Covid-19, em Mossoró e região. Semana passada, o parlamentar recomendou à governadora Fátima Bezerra a inclusão do Hospital São Luiz, como unidade essencial de apoio. Hoje o médico e deputado se reuniu com profissionais da área de saúde demandando novas providências.
 
Dr. Bernardo sugere que o Hospital Rafael Fernandes (HRF), referência em doenças infectocontagiosas poderá ser otimizado. “Hoje, pouco mais de dez pacientes estão internados. É possível conduzi-los para outra estrutura, no Hospital da Polícia Militar, que necessita de uma pequena reforma em apenas três enfermarias, para receber estes pacientes. Assim teremos 37 leitos disponibilizados no HRF, além de contarmos com os servidores desta unidade, experientes em lidar com patologias infectocontagiosas, ou seja, uma unidade de retaguarda para atender exclusivamente pacientes acometidos do Coronavírus”,informou o deputado.
 
Participaram da reunião, o promotor da Saúde Dr. Carlos Henrique; Dr Manoel Nóbrega, do Conselho Regional de Medicina de Mossoró; Dr. Ronaldo Fixina, do Sindicato dos Médicos de Mossoró; Dr. Fabiano Maximino, infectologista e Dr. José Edson, diretor técnico do Hospital Rafael Fernandes. Com a aceitação da proposta, o grupo verificou in loco, as instalações do Hospital da Polícia Militar e confirmou a possibilidade.
 
Em seguida, Dr. Bernardo acionou dois empresários locais, o engenheiro Pedro Chaves, da WSC Empreendimentos e o Lavoisier Batista, da Rede A Construtora. Ambos, imediatamente se comprometeram na empreitada. A reforma do Hospital da Polícia Militar começou no final da tarde da última quinta-feira (2) e deverá ser concluída em menos de uma semana.
 
Dr. Bernardo ainda esteve no Hospital Tarcísio Maia. “Dos 20 leitos que estão sendo equipados no Hospital Tarcísio Maia e estarão disponíveis na próxima semana, podemos abrir 5 ou 6, imediatamente. Estive pessoalmente com outros colegas e confirmamos essa possibilidade que deve ser avaliada, pois existem pessoas necessitando de atendimento. Além do isolamento, evitar contaminar outros,” relatou.

Coronavírus: Conexão Enem será disponibilizado em canal do YouTube

O Ministério da Educação divulgou esta semana que manteve as datas de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio 2020 (Enem) e para ajudar os estudantes que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio durante esse período de isolamento social, a Assembleia Legislativa, por meio da Escola da Assembleia e da TV Assembleia, vai disponibilizar todas as aulas do Projeto Conexão Enem no YouTube.
 
O Conexão Enem é um projeto de educação da Assembleia Legislativa voltado para estudantes que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e exibe, ao vivo, pela TV Assembleia, as aulas e debates de assuntos pertinentes ao processo seletivo. No canal da TV Assembleia Legislativa no YouTube, todas as aulas do projeto estão disponibilizadas.
 
Para reforçar o conteúdo, também serão reprisadas, pela TV Assembleia, no canal aberto 51.3, as aulas da quinta temporada do Conexão Enem que foram exibidas em 2019. De acordo com o professor João Maria de Lima, diretor da Escola da Assembleia, em virtude da paralisação das aulas, em função da pandemia, a Assembleia Legislativa está disponibilizando uma ferramenta, que será uma oportunidade para que os estudantes possam manter os estudos em preparação para o Exame.
 
“Como o recesso escolar se estende, pelo menos até 23 de abril, com mais de um mês sem aula na rede pública, vamos disponibilizar no canal da TV Assembleia todas as aulas do Conexão Enem, em ordem cronológica, para que os estudantes possam ter acesso, via canal do YouTube. Para aqueles estudantes que não têm acesso a internet, vamos reprisar também na televisão”, explicou o professor.   
 
O Conexão Enem já rendeu excelentes frutos aos alunos que acompanharam as aulas pela TV Assembleia e também aos que participaram dos aulões presenciais. O Projeto pensado pela atual Mesa Diretora da Assembleia Legislativa aborda diversos temas e disciplinas com conteúdo programático preparado por professores experientes, que ajudam alunos a se preparam para o processo seletivo mais importante de acesso às universidades.
 
Nos últimos seis anos, por cinco vezes o tema da redação do Exame foi debatido nas aulas do Conexão Enem. O que demonstra a capacidade e interação dos professores com as abordagens e temáticas do certame.

Investigação aponta que 1ª morte por coronavírus no Brasil ocorreu em janeiro, diz ministério

Aliados pedem que Mandetta resista no cargo, e preveem embates com ...
Ministro da Saúde Mandetta /Foto da Internet

primeira morte causada por coronavírus no Brasil ocorreu em 23 de janeiro, mais de um mês antes daquele que foi confirmado como o primeiro caso. De acordo com o Ministério da Saúde, a descoberta é resultado de uma “investigação retrospectiva” dos pacientes internados com quadros de síndrome respiratória aguda grave.

A paciente que agora é considerada a primeira a ter Covid-19 no país tratava-se de uma mulher de 75 anos, que era moradora de Minas Gerais.

Então é possível que o governador João Dória, de São Paulo, como governadores soubessem que já havia o vírus no Brasil, e tenha preferido ocultar por causa do carnaval.

Com a nova divulgação fica conformado de que muitos brasileiros podem já está imunizados.

G1

A governadora Fátima Bezerra (PT) irá gastar gastar 37,1 mi para instalar hospital provisório no Arena das Dunas

Fátima Bezerra: Querem colocar uma mordaça na boca dos professores
A governadora eleita do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) (Foto: Everton Dantas/Divulgação)

Com uma contratação de uma Organização Social ou Instituição Filantrópica na área da saúde para combater os possíveis ataques do coronavírus. O que pode ser muito ruim para a população é que o futuro hospital será provisório, pois logo termine a crise será desmontado, já que o Arena tem a finalidade para o futebol.

Seria mais proveitos que o governo revisse a proposta e contratasse alguns hotéis que estão desocupados, já que não há turistas no RN.

Enquanto isso, o município de natal vai gastar 8 milhões,valor bem inferior para atender os mesmos números de leitos. Igualmente ao do município, o hospital super caro no Arena terá 100 leitos.

Tribuna do Norte

Acordo homologado pelo TRT-RN em ação do MPT-RN assegura repasse de R$ 13 milhões para ações de combate ao coronavírus

O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) homologou, na quarta-feira (1º), acordo judicial firmado entre a Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) e o Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Norte (MPT-RN), permitindo a destinação de R$ 13 milhões para ações de prevenção e de combate ao novo coronavírus no Estado.

A conciliação, presidida pelo juiz do trabalho Michael Knabben, foi realizada por videoconferência e encerrou ação civil pública proposta em 2010 pelo atual Procurador-chefe do MPT-RN, Xisto Tiago de Medeiros Neto, contando com a cooperação da Cosern, engajada nas ações mitigadoras dos impactos do Covid-19 junto aos órgãos competentes.

Os recursos provenientes do acordo serão direcionados às secretarias de Saúde do Estado e dos municípios de Natal e de Parnamirim, à UFRN e à Liga Contra o Câncer.

O presidente do TRT-RN, desembargador Bento Herculano, destacou a importância do trabalho conjunto entre o Tribunal e o MPT-RN para colaborar com o momento que vive o Estado. “Somos conhecedores do papel que as instituições têm nesse processo e estamos unindo forças para amenizar os efeitos da pandemia no Rio Grande do Norte”, disse ele.

Para o procurador-chefe do MPT-RN, Xisto Tiago de Medeiros Neto, “o resultado da conciliação judicial evidencia a essencialidade e a importância, para a sociedade brasileira, da atuação do Ministério Público e da Justiça do Trabalho, demonstrando a vocação e a capacidade dessas Instituições de justiça para a mediação e solução eficaz dos conflitos decorrentes das relações de trabalho”.  

No ato de homologação do acordo, a Cosern reforçou a importância de contribuir com a contenção da doença no Estado. “Neste momento, esses recursos não poderiam ter melhor destino que o combate ao avanço do coronavírus. Essa cooperação se soma a outras medidas que estão sendo adotadas pela distribuidora para evitar a propagação do vírus entre colaboradores e clientes”, comentou o presidente da Cosern, Luiz Antonio Ciarlini.

Segundo o juiz Michael Knabben, coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Natal, os recursos serão utilizados para a aquisição de equipamentos, medicamentos e insumos essenciais à prevenção e ao tratamento das pessoas infectadas, viabilizando novos leitos de UTIs e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os profissionais de saúde. “No caso de Natal, também conseguiremos colaborar com a reforma do Parque da Costeira”, ressaltou o magistrado, que também destacou a atuação proativa do MPT-RN e da Cosern para a consolidação do acordo.

O imóvel onde funcionava o hotel Parque da Costeira está penhorado pela Justiça do Trabalho e foi disponibilizado pelo TRT-RN, no mês de março, ao município de Natal, para ser transformado em hospital de campanha. A estrutura de 320 leitos vai ampliar o atendimento especializado a pacientes que diagnosticados com o novo coronavírus na capital.

Sistema de sessão remota entra em funcionamento na ALRN

Os ajustes finais para sessão remota Sistema de Deliberação Remota (SDR) foram aprovados nesta quinta-feira (2) durante treinamento com parlamentares e assessores na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. A nova ferramenta vai facilitar o trabalho dos legisladores no período de pandemia do Coronavírus que tem como efeito o isolamento social.
 
O sistema permite votação dos deputados estaduais com os mesmos itens da votação presencial, permitindo ao parlamentar o posicionamento oficial e acompanhamento da votação. Além do SDR, a Diretoria de Gestão Tecnológica desenvolveu um aplicativo com senhas criptografaras e reconhecimento facial, levando mais segurança cibernética e segurança jurídica ao processo legislativo de votação.
 
Para o diretor de Gestão Tecnológica da ALRN, Mário Sérgio Gurgel, o sistema permitirá continuidade do trabalho dos parlamentares do Rio Grande do Norte, sem prejuízo ao poder público.
 
As sessões também serão transmitidas pela TV Assembleia no canal aberto 51.3 no site da ALRN al.rn.leg.br e nas redes sociais @assembleiarn.

Covid-19: irresponsabilidade chinesa coloca metade da população mundial presa em casa por medo

Bolsas da China fecham em baixa mas esperanças de novo estímulo ...
Foto da Internet

A irresponsabilidade do governo comunista da China casou o pânico e prisão da metade da população mundial.

Segundo notícias da Jovem Pan, há investigações americanas e acusações de países que apontam para isso. Há quem pense que tudo foi proposital.

O médico que descobriu a doença, no mês de dezembro do ano passado, foi preso, e depois apareceu morto.

De acordo com notícias do dw.com são 3,6 bilhões de pessoas acuadas, em todos os países do mundo.

106 municípios com casos suspeitos do coronavírus

Gráfico divulgado pela Sesap sobre casos suspeitos de coronavírus no Rio Grande do Norte — Foto: Reprodução
Gráfico divulgado pela Sesap sobre casos SUSPEITOS de coronavírus no Rio Grande do Norte — Foto: Reprodução

Os casos que apresentem características compatíveis com os critérios clínicos e epidemiológicos como febre ou pelo menos um sintoma respiratório como tosse, dificuldade para respirar, congestão nasal, coriza ou dor de garganta, pode se suspeito de está com o coronavírus, todavia, não tem por que ter medo, pois nem tudo é o Covid-19, ou mesmo sendo, pode não lhe causar mais gravidades, devendo se ter cuidados mais com os idosos.

Vela a lista de cidades e o número atual de casos suspeitos

  1. Acari – 25
  2. Assú – 29 (10 descartados e 1 confirmado)
  3. Afonso Bezerra – 1 (1 descartado)
  4. Alto do Rodrigues – 8
  5. Angicos – 8 (1 descartado)
  6. Apodi – 3 (1 confirmado)
  7. Areia Branca – 8
  8. Arês – 1
  9. Baía Formosa – 3 (1 descartado)
  10. Baraúna – 26
  11. Barcelona – 2
  12. Bodó – 7 (1 descartado)
  13. Brejinho – 1 (1 descartado)
  14. Caiçara do Norte – 2
  15. Caicó – 28 (5 descartados)
  16. Campo Grande – 1
  17. Campo Redondo – 1
  18. Canguaretama – 8
  19. Caraúbas – 6 (3 descartados)
  20. Carnaubais – 10 (1 confirmado)
  21. Ceará-Mirim – 21 (1 descartado e 1 confirmado)
  22. Cerro Corá – 1
  23. Coronel João Pessoa – 1 (1 descartado)
  24. Cruzeta – 2 (2 descartados)
  25. Currais Novos – 2 (1 descartado)
  26. Doutor Severiano – 1
  27. Espírito Santo – 1
  28. Extremoz – 17 (2 descartados)
  29. Felipe Guerra – 4
  30. Fernando Pedroza – 1
  31. Frutuoso Gomes – 1 (1 descartado)
  32. Goianinha – 15 (1 descartado)
  33. Governador Dix-Sept Rosado – 7
  34. Grossos – 2
  35. Guamaré – 24 (6 descartados)
  36. Ipanguaçu – 1
  37. Ipueira – 2 (2 descartado)
  38. Itajá – 2
  39. Jaçanã – 2
  40. Jandaíra – 1
  41. Boa Saúde – 2
  42. Japi – 1 (1 descartado)
  43. Jardim de Piranhas – 3
  44. Jardim do Seridó – 4
  45. João Câmara – 2 (1 descartado)
  46. Jucurutu – 4
  47. Jundiá – 1 (1 descartado)
  48. Lagoa D’Anta – 1 (1 descartado)
  49. Lagoa de Pedras – 1
  50. Lagoa de Velhos – 1
  51. Lagoa Nova – 5
  52. Lagoa Salgada – 2
  53. Lucrécia – 1
  54. Macaíba – 24 (11 descartados e 1 confirmado)
  55. Macau – 7
  56. Marcelino Vieira – 3
  57. Martins – 1
  58. Montanhas – 5
  59. Monte Alegre – 2 (1 confirmado)
  60. Monte das Gameleiras – 2
  61. Mossoró – 138 (26 descartados e 20 confirmados)
  62. Natal – 930 (217 descartados e 48 confirmados)
  63. Nísia Floresta – 4 (4 descartados)
  64. Nova Cruz – 2
  65. Olho D’Água do Borges – 1
  66. Ouro Branco – 1
  67. Parelhas – 5 (2 descartados)
  68. Parnamirim – 171 (55 descartados e 11 confirmados)
  69. Passagem – 2
  70. Patu – 2 (1 descartado)
  71. Pau dos Ferros – 9 (1 descartado)
  72. Pedro Velho – 3 (1 descartado)
  73. Pendências – 2 (2 descartados)
  74. Pilões – 1
  75. Rafael Godeiro – 1
  76. Riacho da Cruz – 3
  77. Riachuelo – 2
  78. Rio do Fogo – 2 (2 descartados)
  79. Santa Cruz – 7 (4 descartados)
  80. Santa Maria – 1
  81. Santana do Matos – 1
  82. Santo Antônio – 3
  83. São Bento do Norte – 1
  84. São Bento do Trairi – 1
  85. São Fernando – 2
  86. São Francisco do Oeste – 1
  87. São Gonçalo do Amarante – 39 (9 descartados e 1 confirmado)
  88. São João do Sabugi – 4
  89. São José de Mipibu – 18 (1 descartado e 1 confirmado)
  90. São José do Campestre – 4 (1 descartado)
  91. São José do Seridó – 1
  92. São Miguel – 3 (1 descartado)
  93. São Miguel do Gostoso – 1 (2 descartado)
  94. São Paulo do Potengi – 2
  95. São Pedro – 1
  96. Serra do Mel – 1 (1 descartado)
  97. Severiano Melo – 1
  98. Taipu – 2
  99. Tenente Ananias – 2
  100. Tibau – 3 (1 descartado e 1 confirmado)
  101. Tibau do Sul – 4 (3 descartados)
  102. Timbaúba dos Batistas – 1
  103. Touros – 1 (2 descartados)
  104. Triunfo Potiguar – 1
  105. Umarizal – 1
  106. Venha-Ver –

G1RN