PF cumpre mandados da 31ª fase Lava Jato em SP, RJ e Distrito Federal

policia_federal

Policiais federais cumprem mandados referentes à 31ª fase da Operação Lava Jato em São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal desde a manhã desta segunda-feira (4). Ao todo, foram expedidos 35 ordens judiciais, sendo quatro de prisão temporária, uma de prisão preventiva, 23 de busca e apreensão, além de sete conduções coercitivas, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento.

A ação foi batizada pela PF de “Abismo” e investiga crimes como organização criminosa, cartel, fraudes licitatórias, corrupção e lavagem de dinheiro oriundo de contratos da Petrobras, em especial do contrato celebrado pelo Consórcio Novo Cenpes para a construção do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), no Ri de Janeiro.

O esquema no Cenpes envolve R$ 39 milhões em pagamentos de propina para empresa participante do certame, diretoria de Serviços da Petrobrase também para o PT, segundo as investigações.

Paulo Adalberto Alves Ferreira, ex-tesoureiro do PT, é alvo do mandado de prisão preventiva, mas ele já estava preso em São Paulo, desde o dia 24 de junho, quando foi alvo da Operação Custo Brasil, um desdobramento da Lava Jato. A PF também cumpriu um mandado de busca e apreensão de bens de Ferreira, em Brasília.

O ex-tesoureiro é suspeito de ter iniciado as tratativas e recebido valores ilícitos oriundos da Consist, pivô do esquema descoberto na Custo Brasil que teria desviado R$ 100 milhões do crédito consignado de funcionários públicos.

Ferreira é marido da ex-ministra do Desenvolvimento Social no governo Dilma Tereza Campelo e próximo ao ex-ministro José Dirceu, já condenado na Lava Jato.

Também foram presos Edson Freire Coutinho, executivo da Schahin Engenharia, e Roberto Ribeiro Capobianco, segundo a PF. Erastor Messias da Silva Jr. e Genesio Schiavinatto Jr. são considerados foragidos.

PF prende caminhoneiro com 62 quilos de cocaína em Mossoró/RN

drogas_uKJGOft

A Polícia Federal prendeu em flagrante, na tarde deste domingo (3) em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte, um caminhoneiro que transportava 62 quilos de cocaína. Com o homem ainda foram apreendidos R$ 8 mil em dinheiro e um revólver cal. 38, munições.

A prisão aconteceu em um posto de gasolina às margens da BR-304. A PF investigava uma informação que dava conta de que um caminhão Scania, com placas de Presidente Prudente, São Paulo, chegaria neste domingo trazendo um carregamento de drogas do Mato Grosso do Sul para ser distribuído em Mossoró.

Com as informações sobre as características do veículo, os policiais passaram a vigiar as principais entradas de Mossoró e, no início da tarde, conseguiram identificar o caminhão suspeito.

Ao ser abordado, o motorista não ofereceu resistência. A PF encontrou um revólver na cabine do caminhão. A droga estava acondicionados em sacos e escondida também na cabine do caminhão. O acusado recebeu voz de prisão e foi levado para a sede da delegacia da PF, onde foi autuado.

Durante o depoimento, o suspeito se negou a responder a maioria das perguntas, invocando o direito constitucional de permanecer calado e só falar em Juízo. Indiciado por tráfico interestadual de drogas e porte ilegal de arma de fogo, o acusado foi encaminhado para a Cadeia Pública de Mossoró, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Projeto de Ezequiel Ferreira propõe selo de qualidade para produtos potiguares

unnamed (1)

Uma marca que caracterize e valorize os produtos da agricultura familiar potiguar, em especial carne, queijo e seus derivados, garantindo sua qualidade e ao mesmo tempo divulgando o Rio Grande do Norte no Brasil, e quem sabe, no mundo. Esse é o objetivo do Projeto de Lei de autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

Apresentado e lido em plenário, a proposta que institui o selo de qualidade “Sabor Potiguar” destacará os setores da agropecuária familiar, pecuária leiteira, pecuária de corte e demais agroindústrias. Será concedido aos produtos oriundos de pessoas físicas ou jurídicas. Para tal, as etapas de produção, processamento e embalagem deverão acontecer no Rio Grande do Norte. Além disso, os produtos deverão estar em conformidade com as normas sanitárias, ambientais e fiscais e obedecerem aos padrões técnicos de produção, de suas respectivas áreas.

A importância social e econômica recebe destaque por parte do autor do projeto, deputado Ezequiel Ferreira de Souza. “A intenção é inserir os agro empreendedores no mercado de forma mais competitiva, tendo como premissas a sustentabilidade social, econômica e ambiental, além de facilitar a fiscalização dos órgãos de vigilância sanitária e ambientais, a partir do cadastro que deverá ser gerado para controle e emissão dos respectivos selos”, justifica.

De acordo com o texto da proposta, o controle, a confecção e a distribuição do selo de qualidade ficarão a cargo de regulamentação por parte do Governo do Estado, assim como as datas limites para entrada do mesmo no mercado, a depender das políticas agropecuárias em curso e os modelos de incentivo em vigor. O selo conterá informações de origem do produto, prazo de validade, região de produção, nome e endereço do produtor.

Depois de lido em plenário o projeto seguirá para apreciação nas comissões temáticas da Assembleia Legislativa. Os passos seguintes serão votação e, após aprovação por maioria dos parlamentares, sanção governamental.

Sabor Potiguar

“Um passo importante”. É assim que o presidente da Associação Norte-Rio-Grandense de Criadores (Anorc), Marcelo Passos, classifica a iniciativa parlamentar. Entusiasta da proposta ele vê uma oportunidade de benefício para diversos setores. “O ganho é colossal. A gente passa a ter um produto certificado, com qualidade. E ele passa a ser defendido no mercado local e internacional”, analisa o presidente da Anorc.

Marcelo Passos chama atenção para a necessidade da não burocratização do processo. “A regulamentação precisa contemplar uma legislação praticável ao pequeno e médio produtor. Tem que ser enxuta, assim como o queijo da Serra da Canastra, em Minas Gerais, para que ganhe força”, exemplifica, afirmando que a estrutura já existe. “Mas é preciso que a legislação não engesse o funcionamento do produtor”, completa.

O queijo da Serra da Canastra é produzido há mais de 200 anos em Minas Gerais, tem um sabor forte, meio picante, denso e encorpado, e desde maio de 2008 é patrimônio cultural imaterial brasileiro, título concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Padronização

O poder e o aumento do apelo econômico obtido com a padronização dos itens produzidos no Rio Grande do Norte são os pontos fortes do projeto segundo o superintendente do Sebrae, Zeca Melo. “É uma iniciativa exitosa, a exemplo de outras regiões e países que estabeleceram esse tipo de regulamentação”, avalia.

Zeca Melo reconhece a importância da certificação para o desenvolvimento de algumas cadeias produtivas e defende o reconhecimento de um padrão como forma de incluir nossos valores e cultura no produto. “Se a gente resgatar isso vamos ajudar a economia do produtor e multiplicar o potencial do turismo, do consumo. O pequeno empresário sofre muito com a insegurança trazida pelos órgãos de licenciamento. Tendo um padrão reconhecido de produção se oportuniza a competitividade para o pequeno produtor”, elencou.

Homofobia: Amiga diz que jovem morto em universidade do Rio sofria “ameaças veladas”

Corpo de estudante de arquitetura foi encontrado em campus da Universidade Federal do Rio com marcas de agressão
Corpo de estudante de arquitetura foi encontrado em campus da Universidade Federal do Rio com marcas de agressão

BBC – Uma amiga do estudante encontrado morto no campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro no sábado afirmou que ele tinha medo de ser agredido e já havia sofrido ofensas de caráter homofóbico e racista. Ela disse também que o jovem seria alvo de “ameaças veladas” por parte de supostos alunos da universidade.

A polícia do Rio de Janeiro não confirma que a morte de Diego Vieira Machado tenha sido motivada por homofobia ou racismo – embora não descarte a possibilidade. A instituição divulgou nota afirmando que uma “perícia detalhada foi realizada no local e amplo trabalho de investigação foi iniciado para apurar de forma a dinâmica do fato”.

Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital afirmaram à imprensa local que já investigam ameaças que o jovem vinha recebendo.

Machado tinha 24 anos, era estudante da faculdade de Arquitetura da UFRJ e morava no alojamento estudantil dentro do campus.

Segundo o Departamento de Homicídios da Capital, ele foi encontrado morto na noite de sábado às margens da Baía de Guanabara, na Ilha do Fundão – em uma área da universidade.

A estudante de comunicação social Pérola Gonçalves, de 22 anos, afirmou que mora no alojamento estudantil e era amiga de Machado. Ela disse que ele seria alvo frequente de ofensas de caráter homofóbico e racista por parte de supostos estudantes do campus e tinha medo de ser agredido.

“Ele era um homem negro, LGBT, bissexual e tinha trejeitos de homem gay. Era uma pessoa incompreendida e sofreu muito com a homofobia e o racismo”, disse ela.

“Era frequente ele ser atacado (com ofensas). Ele dizia que sentia muita raiva do mundo”, afirmou ela.

Ela afirmou que Machado “sabia que era um alvo”, por isso começou a praticar judô e kung fu, para se defender.

A entidade estudantil Diretório Central dos Estudantes UFRJ publicou mensagem em sua página no Facebook afirmando que o corpo do jovem tinha sinais de espancamento. POliciais afirmaram que ele tinha marcas de agressões na cabeça.

Diego Machado
Polícia não divulga motivação da morte mas não descarta crime de intolerância

A entidade também fez críticas à suposta falta de segurança no alojamento estudantil – que fica perto de onde o corpo foi encontrado.

“Não podemos deixar de denunciar a falta de segurança, a situação de vulnerabilidade e violações de direitos que os moradores do alojamento estão submetidos diariamente. Precisamos de mais segurança!”, afirmou a entidade em nota no Facebook.

Ameaças

Gonçalves afirmou que Machado já havia sofrido ameaças veladas dentro do alojamento. “Uma vez uma pessoa branca entrou no alojamento, que estava cheio de estudantes negros e disse que o ambiente estava ‘muito pesado'”.

“Um homem disse para o Diego: ‘eu gosto quando você me chama de racista'”, afirmou a estudante.

A morte do rapaz causou comoção na internet, mas nem todas eram de pesar. A reprodução de um e-mail com uma ameaça supostamente destinada a Machado circulou nas redes sociais.

Ela teria sido assinada por um suposto grupo chamado Juventude Revolucionária Liberal Brasileira. A mensagem tem conteúdo homofóbico.

Estudante

Diego MachadoImage copyrightPEROLA GONÇALVES
Image captionAmiga diz que insultos relacionados a homofobia e racismo seriam frequentes na vida de Machado

Segundo sua amiga, Machado era natural do Pará e havia se mudado para o Rio para estudar. Ele cursou inicialmente Letras na UFRJ e depois mudou para a faculdade de Arquitetura.

O estudante estaria com a matrícula trancada e pretendia prestar vestibular paras Publicidade, a fim de mudar novamente de faculdade.

A reitoria da UFRJ divulgou nota afirmando que se “junta aos amigos e familiares do estudante neste momento de dor, e informa que acompanhará de perto as investigações sobre o caso junto às autoridades policiais”.

A Polícia Civil não deu detalhes sobre as circunstâncias da morte de Machado para “não atrapalhar as investigações”. A instituição disse porém que mais detalhes do caso devem ser divulgados na manhã de segunda-feira.

Em esclarecimentos, perícia mantém laudo sobre impeachment

size_810_16_9_2016-05-31t025638z_518878214_s1aethddvqab_rtrmadp_3_brazil-politics

Exame – A Junta Pericial responsável pela análise do processo de impeachmentda presidente afastada Dilma Rousseff respondeu nessa sexta-feira, 1º, aos questionamentos feitos pela defesa e senadores.

Na conclusão, os peritos alegam que mantêm posicionamento apresentado no primeiro laudo. “Ante o exposto, mantêm-se inalteradas as conclusões exaradas no Laudo Pericial”, encerra o documento de 126 páginas.

No laudo entregue na segunda-feira, 27, entre outras considerações, basicamente a perícia identificou ato da presidente na edição dos decretos de crédito suplementares, mas isentou Dilma Rousseff de ação nas chamadas pedaladas fiscais.

Em resumo, apesar de responder aos mais de 70 questionamentos, os peritos concluem que nenhum deles chegou a mudar seu ponto de vista sobre os aspectos da perícia. Apesar de a defesa ter dito que o laudo pericial favoreceu a presidente, foi a acusação quem se absteve de fazer perguntas.

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que é parte da tropa de choque da presidente, questionou se havia dolo de Dilma nos decretos, já que a perícia considera que há “ato comissivo” da petista.

A perícia, por sua vez, alegou que não é competência dos peritos verificar a existência de dolo. “Esse juízo significaria adentrar no próprio mérito da causa, o que compete, no atual estágio do processo, exclusivamente aos senhores senadores”, diz o documento.

Atentado reivindicado pelo EI deixa ao menos 119 mortos no Iraque

mkjsahdhds

Ao menos 119 pessoas morreram e mais de 140 ficaram feridas neste domingo em um atentado suicida em Bagdá reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI), o pior ataque na capital iraquiana em 2016.

O atentado ocorreu em uma rua comercial do bairro de Karrada da capital iraquiana, onde muitas pessoas costumam fazer suas compras antes da festa do fim do Ramadã.

Segundo autoridades de segurança do país, ao menos 119 pessoas perderam a vida e mais de 180 ficaram feridas.

O governo decretou três dias de luto nacional e anunciou que serão reforçadas as medidas de segurança, após ter sofrido críticas e questionamentos.

O primeiro-ministro, Haider al Abadi, se dirigiu ao local do atentado e prometeu punir os responsáveis, mas os iraquianos estão furiosos diante da incapacidade do governo de impedir este tipo de ataque.

Uma das novas medidas anunciadas é a reitada de detectores de explosivos com ineficácia comprovada.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra homens lançando pedras contra um comboio que parece ser o de Abadi.

A explosão também provocou danos importantes. Vários imóveis e lojas foram arrasados pelas chamas, em incêndios que continuavam ativos doze horas após o atentado.

Um membro das unidades de Proteção Civil explicou que a identificação das vítimas “vai levar vários dias”.

Hussein Ali, um ex-soldado de 24 anos, disse que seis pessoas que trabalhavam na loja de sua família morreram e que seus corpos ficaram tão carbonizados que não puderam identificá-los.

O EI reivindicou o ataque, afirmando que um de seus combatentes detonou um carro-bomba perto de uma reunião de muçulmanos xiitas, segundo o centro de acompanhamento de grupos terroristas SITE.

O ataque foi registrado uma semana após o EI ter perdido a cidade de Fallujah para as tropas governamentais iraquianas, apoiadas pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

O atentado demonstra que, apesar das derrotas sofridas no Iraque e na Síria, o EI mantém sua capacidade operacional e é capaz de atacar longe de suas bases.

A única cidade principal que ainda está sob seu controle é Mossul (norte), segunda em importância no país. As tropas iraquianas lançaram várias ofensivas para recuperá-la.

O último ataque de grande porte do EI em Bagdá ocorreu em 17 de maio. Foi um duplo atentado que deixou 50 mortos e mais de 100 feridos.

O ocorrido neste domingo volta a colocar em evidência o governo iraquiano e sua capacidade para detectar e conter o grupo extremista. Muitos questionam a eficácia dos detectores de explosivos e dos controles para entrar na capital, considerando que não são suficientes.

Capacidades de ataque

O ataque também ocorreu dois dias após o Pentágono anunciar a morte de dois chefes militares do EI em um ataque da coalizão perto de Mossul em 25 de junho.

No bombardeio “morreram Basim Mohamed Sultan al-Bajari, o vice-ministro de guerra do EI, e Hatim Talib al-Hamduni, um comandante militar de Mossul”, segundo a mesma fonte.

Ambos eram dois dos “principais responsáveis militares do EI no norte do Iraque” e sua morte permite “preparar o terreno para que as tropas iraquianas libertem Mossul com o apoio da coalizão”.

Os Estados Unidos esperam concluir a campanha militar contra o grupo Estado Islâmico até o fim do verão de 2017.

Segundo o diretor da CIA, John Brennan, embora o EI tenha perdido terreno em seus redutos de Iraque e Síria, mantém intactas suas capacidades para cometer atentados terroristas.

“À medida que a pressão aumentar” sobre o EI em terra, “acreditamos que intensificará” seus esforços para manter sua posição de organização terrorista mais forte do mundo, disse Brennan em junho.

O enviado da ONU para o Iraque, por sua vez, condenou um “ato covarde e odioso de proporções sem igual” e convocou as autoridades a levar os responsáveis à justiça.

Este grupo extremista, que também ocupa grande parte da Síria, também cometeu múltiplos atentados em vários países do mundo.

* AFP

Ao lado de lideranças, Ezequiel Ferreira participa de comemorações juninas em Canguaretama

Fotos de Laurivan de Sousa
Fotos de Laurivan de Sousa

As comemorações juninas continuam no Rio Grande do Norte neste fim de semana. Neste sábado (2), o deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia, participou da comemoração junina em Canguaretama, na região Agreste. Ao lado do governador Robinson Faria (PSD), Ezequiel foi recebido pelos ex-prefeitos Wellinson Ribeiro e João Wilson, além de vereadores do município.

Durante a noite, Ezequiel conversou com a população e ouviu pleitos para melhorias nas áreas de saúde, educação e desenvolvimento ao lado do pré-candidato apontado como favorito ao pleito deste ano, Wellison Ribeiro.

Ezequiel lembrou requerimentos encaminhados ao Governo do Estado, solicitando ambulâncias para atender a demanda do Hospital Regional Prof. Dr. Getúlio de Oliveira Sales, além de viatura policial e aumento do efetivo para atender uma população de mais de 30 mil habitantes de Canguaretama.

Outra solicitação foi a perfuração de poços tubulares, com atenção especial aos distritos de Areia Branca, Catú e Oteiro. Outra ação já solicitada foi a Operação Tapa-Buracos na RN-269, no trecho que liga Canguaretama e a praia de Barra de Cunhaú, além da inclusão na relação dos municípios contemplados com o programa itinerante “Defensoria na Comunidade”.

Rádio Nordeste apresenta documento atrasado no senado e tem pedido arquivado (IEADERN)

nordeste_evangélica

Os membros da IEADERN que contribuem com a transferência da Radio Nordeste AM para FM precisam saber de todos os detalhes. Mas quem vai explicar o que está havendo com a nossa Rádio Nordeste?

Documentação diz que pedido de transferência de razão social da Rádio Nordeste Ltda. para a Fundação Eurico Bergsten – ou titularidade – foi arquivado no senado federal. Por causa de documentação com data anterior a da resolução que a normatiza.

O despacho é datado em 22 de março de 2016, há três meses. Não vimos nem uma explicação por parte dos lideres da campanha de arrecadação econômica.

Apesar de que a documentação exposta aqui não diz respeito a mudança de AM para FM, mas ao ler o documento abaixo; este arquivamento pode trazer prejuízo ao andamento da mudança da emissora, de AM para FM. Ou não?

Quem pode explicar são os arrecadadores das economias.

As informações, dão conta de que a transferência pode ser realizada em até cinco anos. Mas as documentações tem de ter toda a legalidade como exigido em lei. O que certamente deve acontecer. É o que se espera. Mas esse arquivamento vai nos prejudicar?

Os membros precisam de transparência de tudo, e isso é bom para todos.

Na última reunião, há dez dias, já haviam arrecadado quase 1,7 milhões.

Então não existe falta de dinheiro, já que nossos irmãos, de bom grado estão fazendo suas doações.

Com a palavra, os senhores responsáveis para explicar a referida citação aqui exposta.

Veja o documento no senado federal: Linke < http://legis.senado.leg.br/mateweb/arquivos/mate-pdf/189822.pdf >

Slide1 Slide2 Slide3 Slide4 Slide5

4ª Mostra de Cinema de Gostoso abre inscrições

3amostracinemagostoso_fotoalinearruda_66

A Mostra de Cinema de Gostoso agita culturalmente, pelo quarto ano consecutivo, a cidade de São Miguel do Gostoso, no litoral norte do RN. Com uma tela de cinema (12 m de comprimento) montada ao ar livre, na Praia do Maceió, a população terá a chance de ver os mais recentes lançamentos cinematográficos brasileiros durante cinco dias. As inscrições para a 4ª Mostra de Cinema de Gostoso estão abertas até o dia 23 de agosto e podem ser feitas no site do festival.

O evento acontece de 18 a 22 de novembro. A curadoria coletiva é feita pelos 52 alunos dos cursos de formação técnica e audiovisual, o “Coletivo Nós do Audiovisual”, juntamente com a equipe da Heco Produções e direção geral de Eugenio Puppo.

Além das exibições na praia, também serão feitas sessões em ambientes fechados, que incluirão debates com personalidades, diretores e atores dos filmes, entre outros. O melhor longa e o melhor curta-metragem serão escolhidos pelo público para receber o Troféu Luis da Câmara Cascudo.

Marinha alerta para ressaca no litoral do Nordeste

ressaca3

A Marinha do Brasil emitiu um alerta para a possibilidade de ondas que podem chegar a 3 metros de altura entre Salvador, na Bahia, e Jericoacoara, no Ceará. O litoral do Rio Grande do Norte está na área atingida pela ressaca. A ressaca começou nesta sexta-feira (1º) e tem previsão para terminar às 17h de terça-feira (5).

A Capitania dos Portos recomenda que as embarcações de pequeno porte evitem navegar no mar nestes dias e que as demais embarcações redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores e casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança.

Outras informações sobre previsões meteorológicas estão disponíveis no site do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM).3. Maiores informações sobre previsões meteorológicas poderão ser obtidas no site do Centro de Hidrografia da Marinha – CHM – no endereço www.mar.mil.br/dhn/chm/meteo/index.htm

Carro autônomo: veja 10 questões para entender a tecnologia

ezgif.com-gif-maker

G1 – O acidente fatal com um automóvel da Tesla equipado com uma espécie de “piloto automático” limitado, nos Estados Unidos, levantou questões sobre a tecnologia dos carros autônomos. Existe uma “corrida” entre as empresas para ser a primeira a lançar um veículo que ande sozinho, mas, além dos desafios científicos, há diversos entraves para isso virar realidade.

1) O que é um carro autônomo?
É o carro que dirige sozinho, usando computadores que interpretam dados enviados por radares e sensores para detectar o trânsito ao redor, obstáculos na via e determinar o caminho a ser seguido, a velocidade, etc.

A ideia é que, quando essa tecnologia puder ser aplicada de forma completa, o motorista seja um ocupante do carro, podendo aproveitar o tempo do trajeto para fazer outras coisas, como trabalhar ou relaxar, sem se preocupar com a estrada.

2) O carro acidentado da Tesla era autônomo?
Não totalmente. O Tesla Model S tem um sistema que é semiautônomo, ou seja, é um “piloto automático” limitado. Quando está acionado, o carro dirige sozinho dentro de certos limites e sob determinadas regras, como o motorista ter de manter as mãos no volante, para mostrar que poderá reassumir o controle do carro a qualquer momento.

3) Já tem carro autônomo à venda?
Ainda não existe um carro totalmente autônomo, mas diversas montadoras estão testando essa tecnologia. Ela tem sido aplicada parcialmente nos carros à venda, em sistemas como assistente de estacionamento (que manobra o carro), frenagem automática, entre outras (veja lista ao fim da reportagem).

4) Quando os carros autônomos serão comuns?
Diversas montadoras dizem que poderão lançar veículos totalmente autônomos já na próxima década. A BMW, por exemplo, afirmou que terá produção em série daqui a 5 anos, em 2021. Porém, a venda desses veículos não depende só da tecnologia, mas de leis que autorizem e determinem regras para o sistema, além de preparação de infraestrutura para as cidades conviverem com os carros autônomos.

5) Carro autônomo é mais seguro?
As montadoras e empresas de tecnologia dizem que o objetivo do carro autônomo é este. Elas defendem que o sistema evitará acidentes.

A Volvo, por exemplo, conta com esse tipo de veículo para alcançar uma meta de zero mortes em seus veículos até 2020.

Porém, os testes apontam que ainda há falhas no sistema. O carro usado pelo Google, por exemplo, se envolveu em acidentes nos EUA que a empresa diz terem sido provocados por motoristas distraídos de outros veículos. Mas, em fevereiro passado, o veículo autônomo teria causado uma batida pela primeira vez, em um ônibus.

Segundo os registros do acidente, o computador não julgou corretamente o que o ônibus faria e atingiu a lateral do veículo que contornava obstáculos na pista. Ninguém se machucou.

O acidente do Tesla Model S, que não é um carro totalmente autônomo, é considerado o primeiro em um veículo com esse tipo de tecnologia, ainda que limitada. O caso ainda é investigado, mas a fabricante acredita que os sensores não detectaram o caminhão que cruzou subitamente a pista à frente do carro, que se chocou com o veículo. Não há conclusão, no entanto, sobre o acidente poderia ter sido evitado.

6) O carro autônomo é permitido por lei?
Alguns países, como os EUA, o Japão e a Suécia permitem testes com carros autônomos em ruas e estradas, desde que haja uma pessoa dentro do carro que possa assumir o controle se necessário. O Google tem pressionado o governo americano para que libere testes sem a presença de pessoas no carro.

Como a tecnologia ainda está em testes, não há definições sobre a venda desses carros e quais seriam as regras para eles rodarem.

7) Quem vai ser o primeiro a lançar?
Algumas companhias falam em lançar o primeiro carro totalmente autônomo na próxima década, mas não é possível prever quem será a primeira.

Praticamente todas as grandes montadoras têm projetos sobre carros autônomos. Empresas de tecnologia, como o Google, também entraram nessa “corrida”.

Em certos casos, os dois setores estão trabalhando juntas, como na parceria da BMW com a Intel e a Mobileye, especialista em sistemas que ajudam o motorista.

8) O Brasil vai ter carro autônomo?
Os projetos das fabricantes de carros estão concentrados nos EUA, na Europa e no Japão, mas algumas universidades testam esse tipo de sistema de forma independente, sem ligação com montadoras. No ano passado, o G1 levou uma dona de casa e um estudante para dar uma voltinha no carro autônomo da Universidade de São Paulo.

Por ora, nenhuma empresa revelou quais são seus planos de venda. Além da questão legal, o custo da tecnologia logo após o lançamento pode ser um entrave para a chegada desses carros ao país: pelo menos no começo, um carro autônomo deve ser caro.

9) Existe caminhão, ônibus e moto com essa tecnologia?
A Mercedes-Benz testa um caminhão autônomo: em outubro passado, ele rodou em uma estrada pública pela primeira vez, na Alemanha, atingindo até 80 km/h.

A Yamaha também testa uma “moto-robô”, que deverá “desafiar”, no ano que vem, o piloto Valentino Rossi, para ver quem é mais rápido na pista. Mas a fabricante diz que pretende aproveitar a tecnologia não só para motos.

10) A indústria acha que, no futuro, ninguém vai dirigir?
Não. As empresas acreditam que a tecnologia será uma alternativa para os motoristas num caso de trânsito pesado, por exemplo.

Para o brasileiro Carlos Ghosn, que comanda a Renault/Nissan, há diferença entre carro sem motorista e o autônomo: o primeiro será de uso comercial, pelo Google e o Uber, por exemplo. O objetivo da montadora japonesa com autonomia, explica ele, é dar opção ao motorista de deixar o volante quando quiser: “É fazer a vida dele mais fácil. Ele escolhe se dirige (naquele momento) ou não.”

Veja o que o carro já faz (Foto: G1)

Crowdfunding bate meta e Dilma ganha R$ 500 mil para viagens

size_810_16_9_dilma-aviao-ok-divulgacao-2-jpg

Exame – A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) receberá R$ 500 mil para viajar o Brasil e resistir ao processo de impeachment. Os recursos foram arrecadados por doações on-line na plataforma de crowdfunding Catarse.

Idealizada por Guiomar Lopes e Celeste Martins, amigas de anos da petista, a arrecadação pública chegou ao valor pretendido em apenas dois dias. Ao todo, foram cerca de 7 mil doadores que fizeram deste o maior valor arrecadado através da plataforma em tão curto prazo.

Com o valor, Dilma poderia fazer cerca de 1 mil viagens de avião de carreira, tomando por base o gasto com viagens de Leonardo Picciani (PMDB), deputado federal que mais gastou com passagens em 2016 de acordo com as cotas parlamentares da Câmara dos Deputados. Picciani emitiu mais de 200 tíquetes, ao custo total de R$ 103.969,65.

Reportagem de EXAME.com lembra que há um momento ideal para encontrar passagens baratas para voar no Brasil na classe econômica: 21 dias de antecedência, em média. O planejamento pode garantir preços cerca de 40% mais baratos.

Sabe-se, porém, que uma viagem em jatos particulares podem custar cerca de R$ 50 mil em voos ida e volta de Brasília a São Paulo, por exemplo. Nesse caso, a arrecadação daria para cerca de 10 viagens, segundo cotação na plataformaAeroBid.

A CAMPANHA

Batizada “Jornada pela Democracia” foi criada por duas amigas da presidente afastada da época de resistência à ditadura militar. Elas justificam a arrecadação como uma ação na resistência pelo mandato de Dilma e “manutenção da democracia brasileira”.

“Achamos importante abrir uma conta onde as pessoas pudessem fazer doações e haver disponibilidade de recursos que a presidenta pudesse usar para as suas viagens,” afirma Guiomar em nota explicativa do projeto.

Diz o texto ainda que a campanha pretende auxiliar Dilma a demonstrar que o impeachment é “fraudulento” e isso requer viagens Brasil a fora para “conversar com parlamentares, representantes de instituições e de movimentos sociais”. O dinheiro seria usado para permanecer “alertando e mobilizando sobre o papel fundamental de cada um na resistência ao golpe”, dada a restrição de uso dos aviões da FAB por Dilma, determinado por MIchel Temer.

Como é de costume no Cartarse, a campanha oferece recompensas aos doadores. Aos maiores contribuintes, será dada uma citação nominal no site oficial de Dilma, uma foto oficial autografada em versão digital e um vídeo de agradecimento.

A campanha foi feita no modelo “flexível”, em que a organização receberia os recursos mesmo que a meta não fosse atingida. A empresa fica com 13% do valor e 4% vão para pagamentos de impostos.

Planalto vê pesquisa sobre Temer dentro do esperado

size_810_16_9_michel-temer

Brasília – O Palácio do Planalto considerou como dentro do esperado o resultado da pesquisa divulgada nesta sexta-feira sobre o governo do presidente interinoMichel Temer, que apontou aprovação de 13 por cento, e avaliou que ainda há um efeito de rejeição generalizada à política.

“Foi mais ou menos dentro do que se esperava. A aprovação está melhor do que a da presidente afastada Dilma Rousseff. O que se espera é uma reação quando acabar a interinidade”, disse uma fonte palaciana.

De acordo com a pesquisa Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), apenas 13 por cento dos entrevistados avaliam o governo como ótimo ou bom, e 39 por cento o veem como ruim ou péssimo.

Ao deixar o Planalto, Dilma Rousseff tinha 10 por cento de aprovação.

O Planalto reconhece que a série de denúncias que atingiram e derrubaram ministros, em poucas semanas de governo, ajudou a prejudicar a imagem do governo.

A intenção do Planalto é não deixar a rejeição aumentar nas semanas até a votação do impeachment para recuperar a aprovação depois, quando Temer, efetivado no cargo, poderia tomar medidas mais efetivas.

Nesse período, o presidente interino deve procurar contato com grupos que tem aprovação assegurada, como o realizado na quinta-feira com presidentes de associações comerciais, que foram ao Planalto demonstrar apoio ao governo.

Na segunda-feira, Temer irá a São Paulo para uma palestra no Global Agribussiness Forum, onde irá receber um documento de apoio de diferentes associações de agronegócio.

A estratégia vai limitar, por enquanto, as viagens do presidente interino. Chegou-se a cogitar uma visita a duas cidades do Nordeste, canceladas na última hora.

A região, onde a simpatia por Dilma e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda é muito forte, é considerada campo minado pelo Planalto. Temer deve se concentrar em regiões onde tem mais apoio e onde as manifestações tendem a ser menores ou inexistentes.

Daí a ida ao Rio de Janeiro e ao interior do Paraná. Antes de qualquer viagem, o Planalto faz uma “sondagem política”, a começar pelos prefeitos das cidades a serem visitadas –se são ou não da base– existência de movimentos sociais organizados e qual a simpatia pelo governo na região.

Na próxima semana, o governo continuará investindo em tentar gerar notícias positivas. Além do evento em São Paulo, Temer se reunirá com o presidente do Senado, Renan Calheiros, e senadores para tratar da retomada de obras paradas e da chamada Agenda Brasil, uma séire de projetos proposta por Renan.

Exame.Abril.com.br

Família de surfista desaparecido no RN reconhece corpo encontrado

surfista_2

O corpo encontrado pelo Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte na manhã desta sexta-feira (1º) na praia de Camurupim, em Nísia Floresta, é do surfista Josivan Duarte. A informação é de familiares dele, que o reconheceram pelas roupas que vestia.

Josivan Duarte foi visto pela última vez com vida na manhã da quarta-feira (29), quando saiu de casa para pegar ondas na praia de Cacimbinhas, em Tibau do Sul, litoral Sul do estado.

De acordo com o major Marcos Miranda, do Corpo de Bombeiros, o deslocamento do corpo em direção ao norte segue a naturalidade das correntezas da região. “A dinâmica das correntes do nosso litoral faz com que sempre puxe para o Norte. Existem casos excepcionais, principalmente quando envolve o encontro de rios com o mar. Mas, no geral, a tendência quando ocorrem afogamentos é que a pessoa seja puxada para o Norte”, concluiu.

Corpo do surfista foi encontrado na manhã desta sexta na praia de Camurupim (Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)
Corpo do surfista foi encontrado na manhã desta sexta na praia de Camurupim (Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)

MP denuncia prefeito de Natal por improbidade administrativa

carlos-eduardoO Ministério Público do Rio Grande do Norte entrou com uma ação de improbidade  administrativa contra o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT) pela nomeação do ex-deputado estadual Cláudio Porpino para o cargo de diretor-presidente da Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico (Arsban).

De acordo com a denúncia do Ministério Público, a nomeação de Cláudio Porpino para o cargo viola princípios da administração pública – como legalidade, eficiência e boa governança – uma vez que o ex-deputado não preenche os requisitos técnicos e legais exigidos.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Prefeitura de Natal disse que ainda não foi notificada e que, quando isso acontecer, a Procuradoria Geral do Município vai analisar e responder ao processo.

“Houve a utilização do cargo de diretor-presidente da Arsban unicamente para acomodação política de Cláudio Henrique Pessoa Porpino, aliado político próximo a vice-prefeita, Wilma de Faria, e desprezando os critérios técnicos exigidos não apenas pela legislação municipal, mas também pela complexidade que reclama a natureza do serviço público de saneamento básico”, diz um trecho da ação de improdidade (VEJA AQUI)

Exoneração
Além da ação de improbidade contra o prefeito, o MP também ajuizou uma Ação Civil Pública cobrando a exoneração de Claudio Porpino da presidência da Arsban (VEJA AQUI).

De acordo com o pedido do MP, Cláudio Porpino não preenche os requisitos técnicos e legais exigidos pela Lei Municipal que regula a agência. Apesar da experiência de Porpino como gestor, o MP alega que a formação acadêmica dele como odontólogo não se enquadra em nenhuma das áreas do conhecimento à atuação da Arsban.

Na ação, que tem pedido de liminar, o MPRN ainda requer que o poder público municipal nomeie para o cargo alguém que preencha os requisitos previstos em lei.

A nota do Ministério Público também ressalta que antes de ajuizar a Ação Civil Pública, o MP fez uma Recomendação ao prefeito para exoneração do diretor-presidente, nomeando em seu lugar alguém que preenchesse corretamente todos os requisitos. No entanto, nenhuma providência foi tomada.