Em encontro da Fenacria, Márcia cobra políticas públicas voltadas aos jovens

unnamed (2)

A falta de políticas públicas voltadas à Criança e Adolescente foi o ponto principal de discussão na tarde desta sexta-feira (1º), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O plenário recebeu o 1º Encontro Nordeste da Frente Nacional de Mobilização Pró-Criança e Adolescente (Fenacria), que tem como representante do Rio Grande do Norte a deputada Márcia Maia (PSDB).

Reunindo instituições ligadas à causa e parlamentares de todo o país, Márcia apontou dados sobre a violência contra os jovens e pediu a implementações de ações voltadas a esse público. Márcia Maia expôs dados de relatório da instituição Save the Children no relatório State of the World’s Mothers, que coloca o Brasil como um dos piores países do mundo para se criar filhos. Nele, o Brasil está em 77º lugar, atrás de países latino-americanos como Argentina (36º), Cuba (40º), Chile (48º), Uruguai (56º), Equador (61º), Venezuela (74º) e Colômbia (75º).

Outros números apresentados pela deputada foram relacionados a um estudo da Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais (Flacso), divulgado na quinta-feira (30). Segundo os dados, 29 crianças ou adolescentes são assassinados diariamente no Brasil, o que coloca o país em terceiro lugar em homicídios entre os jovens, em uma lista de 85 nações.

“Entre 2003 e 2013, o crescimento dos índices de homicídios no Nordeste foi de 135,4%, o maior do país. Aqui no Rio Grande do Norte, obtivemos um crescimento assustador quanto à morte de jovens. Segundo o estudo, o nosso estado ampliou em 509,8% no período pesquisado. Ou seja, somos disparados o Estado com o maior crescimento em número de mortes de crianças e jovens no país. Estamos quase quatro vezes acima da média de crescimento para toda a região Nordeste e, pasmem, quase 26 vezes maior do que a média nacional”, disse a deputada.

Para Márcia, é preciso que os estados adotem medidas imediatas em prol dos interesses dos jovens, incluindo educação, cultura, lazer, trabalho e segurança. De acordo com a deputada, o Rio Grande do Norte tem executado nos últimos três anos um orçamento abaixo do projetado para o setor. Em 2014, último ano da gestão da ex-governadora Rosalba Ciarlini, apenas 66,7% do orçamento previsto para investimentos na política pública para crianças e adolescentes foi executado, segundo Márcia. A deputado, inclusive, Vê uma tendência de redução ainda maior nos investimentos.

“A política pública de qualquer governo deve ser a de priorizar a vida. Essa é a proposta deste encontro, através de nossas Casas Legislativas – com leis, debates, atuação política – defender a boa gestão e a prestação de bom serviço à população. Como parlamentares, devemos ser um dos pontos de ressonância para essas ações, como fiscalizadores do executivo e legisladores”, disse a presidente da Frente Parlamentar da Criança e do Adolescente do Rio Grande do Norte.

Também participando do encontro, o procurador Manoel Onofre Neto enalteceu o trabalho dos parlamentares da Fenacria e da Frente Parlamentar da Criança e Adolescente potiguar. Onofre defendeu o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), rebatendo acusações de que a lei teria o objetivo de proteger infratores.

“Temos uma lei muito boa que precisa ser cumprida. O trabalho conjunto em prol dessas crianças e adolescentes é algo que precisa ser enaltecido, principalmente com relação aos parlamentares que fazem uma defesa desinteressada de uma categoria que, via de regra, não teria uma representatividade eleitoral. Parabéns pela luta de vocês pelo trabalho que vêm desenvolvendo em prol desse público infanto-juvenil”, disse Manoel Onofre Neto.

O presidente da Finacria, deputado goiano Carlos Antônio, parabenizou a receptividade da Frente Parlamentar do RN e enalteceu o trabalho de Márcia Maia. Para o deputado, é preciso que as ações em prol das crianças e adolescentes sejam discutidas e realizadas conjuntamente.

“É com muita satisfação que observamos o crescimento da nossa frente e o trabalho da deputada Márcia Maia tem sido importantíssimo nesse segmento e também na Fenacria”, disse o parlamentar.

Doação de medula óssea será tema de debate na Assembleia Legislativa

unnamed (1)

A Assembleia Legislativa, por proposição do deputado Jacó Jácome (PSD), promove no próximo dia 6, às 14h, uma audiência pública para discutir a doação de medula óssea no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte. A intenção do parlamentar é debater sobre a conscientização e a rede estrutural existente para doação.

“O principal desafio é a falta de informação da população sobre a maneira como são feitas as doações de medula. O RN é o estado onde se registra menos doadores de medula óssea no Brasil”, observa Jacó destacando que o objetivo dos oncologistas potiguares é chegar a 100 transplantes por ano em pelo menos um dos hospitais.

A leucemia é uma doença maligna que ataca os leucócitos, glóbulos brancos do sangue. Além de perder a função de defesa do organismo, os glóbulos brancos doentes produzidos descontroladamente reduzem o espaço na medula óssea para a fabricação das outras células que compõem o sangue e elas caem na corrente sanguínea antes de estarem preparadas para exercer suas funções.

O tratamento é dividido em duas etapas. A primeira é chamada de indução da remissão. O objetivo é eliminar as células doentes, que são muito sensíveis à quimioterapia. Na segunda fase, são introduzidas as estratégias de consolidação para combater possíveis focos residuais da doença.  Pacientes que não respondem satisfatoriamente ao tratamento precisam do transplante de medula óssea, um doador que possua grande compatibilidade genética.

Em Natal, DER é condenado a pagar R$ 2 milhões por danos ambientais

especial-prolongamentoO Departamento de Estradas e Rodagens do Rio Grande do Norte foi condenado a pagar indenização de R$ 2 milhões pelos danos ambientais ocasionados pela construção da rodovia do prolongamento da avenida Prudente de Morais, em Natal. O valor será destinado a um fundo de natureza ambiental. A decisão é do juiz Mário Jambo que atuou em substituição na 5ª Vara Federal.

O DER também está obrigado a executar projeto de compensação ambiental, na forma da destinação de área equivalente à extensão da área desmatada, com as mesmas características ecológicas. O magistrado também definiu que o órgão estadual deverá apresentar projeto de recuperação da área degradada para recuperação da fauna e flora prejudicadas pela obra.

Na sentença, o juiz federal Mário Jambo negou o pedido de demolição da rodovia feito pelo Ministério Público Estadual e Federal e pelo Ibama. O magistrado destacou a utilidade pública da obra que tem como objetivo desafogar o trânsito em Natal. “É evidente que restou caracterizado o dano ambiental, pela supressão de vegetação primária ou nos estágios avançado e médio de regeneração do Bioma Mata Atlântica destinada a proteger o entorno das unidades de conservação, sem a realização de estudos necessários para garantir a sobrevivência de espécies da flora e da fauna silvestres ameaçadas de extinção”, escreveu o magistrado na sentença.

Ele explicou ainda como será o Programa de Recuperação da Área Degradada, que deverá ser executado pelo DER. “Deverá abranger, entre outras medidas protetivas, a criação de passagens de fauna efetivas para permitir o fluxo gênico e o acesso da fauna aos recursos ambientais presentes nos fragmentos atualmente isolados pela rodovia, bem como a adoção de medidas para o desassoreamento da parte afetada do Rio Pitimbu, para a contenção de encostas, no trecho próximo ao Rio Pitimbu e para a drenagem das águas pluviais, de forma a evitar novo assoreamento do rio”.

Ezequiel Ferreira propõe ações de infraestrutura rodoviária para Rio do Fogo

unnamed

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), apresentou três ações para o Governo do Estado objetivando a melhoria da qualidade de vida e segurança da população de Rio do Fogo, região Litoral do estado. “A falta de estrutura e pavimentação nas ruas e rodovias prejudica e dificulta o tráfego de veículos e acesso dos moradores e visitantes ao município”, disse Ezequiel Ferreira.

O parlamentar solicitou a realização de um estudo de viabilidade técnica para a construção complementar da estrada que liga a RN 064 a BR 101, na altura do distrito de Punaú, com trecho de aproximadamente 6 km, e um segundo estudo para construção da estrada do trecho da RN 021, que liga o município de Rio do Fogo a praia de Zumbi, com trecho de aproximadamente 5 km. Ezequiel solicitou ainda a realização de convênio entre o município e o governo do estado para pavimentação das ruas.

“Essas ações visam melhorar a qualidade de vida da população do município de Rio do Fogo, que tem quase 11 mil habitantes. Essas estradas são importantes para o tráfego seguro de pessoas e escoamento da produção do município”, justificou.

A inclusão de Rio do Fogo na relação dos municípios contemplados com o programa itinerante “Defensoria na Comunidade”, cujo objetivo é contribuir com a cidadania dos potiguares e oferecer serviços aos municípios do Rio Grande do Norte, foi outra solicitação feita através de requerimento apresentado pelo presidente Ezequiel Ferreira de Souza.

Lava Jato prende doleiro ligado a Cunha e mira grupo JBS Friboi

Lúcio Funaro em depoimento à CPI dos Correios, em 2006
Lúcio Funaro em depoimento à CPI dos Correios,
em 2006

A Polícia Federal deflagrou uma operação na manhã desta sexta-feira (1º) como parte da Lava Jato. Um dos alvos é o  doleiro Lucio Funaro, que foi preso em São Paulo. Ele é ligado ao presidente afastado da Câmara Eduardo Cunha, segundo delatores da Lava Jato. Além disso, há mandados de busca e apreensão nas empresas do grupo JBS Friboi. Os mandados desta etapa da operação foram autorizados pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, relator da Lava Jato na corte.

Também é alvo da operação o lobista Milton Lira. A polícia fez busca e apreensão na casa dele, em Brasília. Segundo a Procuradoria-Geral da República, o nome de Lira apareceu em um documento, escrito a mão, encontrado na casa de Diogo Ferreira, ex-chefe de gabinete do ex-senador Delcídio do Amaral. Segundo a PGR, no documento havia indicação de que Lira atuou pelo banco BTG junto a deputados peemedebistas, entre eles Cunha, para que favorecessem a empresa.

A polícia também fez buscas e apreensões na casa do empresário Joesley Batista, da Friboi.

A ação desta manhã se baseia nas informações da delação premiada de Fábio Cleto, ex-vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa Econômica Federal. Cleto também é aliado de Cunha. Outra delação que baseou as ações desta sexta é a de Nelson Mello, ex-diretor da Hypermarcas.

Às autoridades, Cleto relatou que o presidente afastado da Câmara recebeu propina por negócios feitos pelo Fundo de Investimentos do FGTS (FI-FGTS).

O G1 tenta contato com a defesa de Lucio Bolonha Funaro.

Em Pernambuco foram cumpridos três mandados de busca e apreensão. Um deles tem como alvo a empresa Cone, em Cabo de Santo Agostinho, na Grande Recife. Os outros dois são cumpridos em apartamentos de luxo na Praia de Boa Viagem, na capital.

Grupo JBS
Em outra delação, a do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, o executivo disse ter ouvido de vários senadores que o grupo JBS faria uma doação de R$ 40 milhões para abastecer as campanhas de candidatos do PMDB ao Senado.

O G1 contatou a assessoria de imprensa da JBS às 7h30 e aguarda o posicionamento da empresa.

Doleiro
Em um inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar Cunha, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirma que aliados do presidente da Câmara afastado apresentaram mais de 30 requerimentos de convocação, solicitação de documentos e pedidos de auditorias em diversas comissões da Câmara, inclusive na CPI da Petrobras, para pressionar o grupo empresarial Schahin e beneficiar o doleiro Lucio Funaro.

O grupo Schahin foi contratado pela empresa Cebel, Centrais Eletricas Belém, para fazer a obra da hidrelétrica. Houve um acidente: uma barragem se rompeu, provocando uma disputa judicial.

Lucio Funaro, representando a Cebel, cobrou o prejuízo da Schahin no valor de R$ 1 bilhão. E, para conseguir o pagamento, teria contado com ajuda do presidente da Câmara para pressionar a Schahin. Funaro, segundo a investigação, pagou para Eduardo Cunha, por meio de três empresas, dois carros, no total de R$ 180 mil, em 2012.

Vereadores do município de Jucurutu (RN) aumentam próprios salários em 77%

jucurutu

G1 – Os vereadores de Jucurutu, cidade da região Oeste do Rio Grande do Norte, aprovaram um aumento de 77% nos próprios salários. Atualmente o salário de um vereador em Jucurutu é de R$ 3.500. Com o reajuste o valor passa para R$ 6.200. O reajuste não é imediato e o novo valor é para a legislatura de 2017 a 2020. A votação aconteceu na sessão da última terça-feira (28). Também foram aprovados reajustes dos salários do prefeito e vice e de secretários municipais.

O aumento de 77% foi proposto pela mesa diretora da Câmara. Dos onze vereadores, sete votaram a favor do aumento, dois contra e outros dois não compareceram à sessão. A Câmara Municipal de Jucurutu tem uma sessão por semana, realizada sempre às terças-feiras. Jucurutu tem 18.450 habitantes, segundo estimativa do IBGE de 2015.

O presidente da Câmara Municipal de Jucurutu, vereador Rubinho Alves (PMDB), justificou que o aumento é para “compensar’ o cancelamento de uma verba indenizatória de R$ 2.500 por recomendação do Tribunal de Contas do Estado.

“Um município que não tem merenda escolar, não está pagando o transporte escolar, está com o pagamento de fornecedores atrasados, falta o básico para o município funcionar, e os vereadores aumentam o próprio salário em quase 100%. Isso é um absurdo”, disse o vereador Marcio Soares (PR), um dos que votaram contra o reajuste. Ele chegou a apresentar uma emenda para reduzir os salários em 30%, mas a emenda não foi aprovada.

Os salários do prefeito e vice vão subir 30% e dos secretários municipais 30%. O prefeito que atualmente recebe R$ 12 mil vai receber R$ 15.600 por mês. O atual prefeito George Queiroz (PMDB) adminitiu a dificuldade financeira do município, mas disse que concorda com o reajuste já que, segundo ele, desde 2008 o cargo não tem aumento.

RN tem maior aumento de municípios entre jovens no país, destaca Mineiro

unnamed

O Rio Grande do Norte é o estado onde mais cresceu o número de homicídios que vitimou crianças e jovens até 19 anos, entre 2003 e 2013, segundo dados apresentados pelo deputado Fernando Mineiro (PT) na manhã desta quinta-feira (30). De acordo com o parlamentar, o número subiu 509,8%, no período destacado. Os dados, informou, são do relatório Violência Letal contra as Crianças e Adolescentes do Brasil, elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) e divulgado nesta quinta-feira.

“Esses dados são preocupantes e alarmantes sobre a situação da criança e adolescente no país. Nossos jovens estão sendo dizimados, literalmente. E isso não é uma frase de efeito. É preciso uma reação da sociedade”, destacou o parlamentar.

Mineiro destacou que o estudo mostra que, no Brasil, em 2013, a cada 24 horas, 29 crianças e adolescentes foram assassinados, a grande maioria negros. “É necessário que setores da sociedade, em todos os seus níveis, se unam para enfrentar a violência”, destacou. De acordo com o estudo, o Brasil vive uma epidemia ocupa o 3º lugar no ranking de homicídios de crianças e adolescentes, atrás apenas de México e El Salvador.

Bombeiros buscam por surfista que sumiu em praia do litoral Sul do RN

O helicóptero Potiguar 1 sobrevoou a região, mas não conseguiu localizar o surfista
O Sufista ainda não foi localizado

Militares do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte fazem buscas por um surfista que desapareceu no litoral Sul do estado. Josivan Duarte foi visto pela última vez na manhã desta quarta-feira (29) na praia de Cacimbinhas, em Tibau do Sul.

O helicóptero Potiguar 1, aeronave da Secretaria de Segurança Pública, foi acionado, sobrevoou a região, mas não conseguiu localizar o surfista nem a prancha dele.

Segundo informações do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ceiopaer), foram localizados apenas os pertences do surfista. Na beira da praia estavam um aparelho celular, uma bermuda e a moto de Josivan.

Deputados solicitam melhorias para estradas do RN

unnamed

Preocupados com a situação de diversos trechos de estradas no RN, os deputados Raimundo Fernandes (PSDB), Kelps Lima (Solidariedade) e Ricardo Motta (PSB) apresentaram requerimentos ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER) solicitando providências para a recuperação de rodovias do Estado.

O deputado Raimundo Fernandes disse que muitas pistas estão danificadas, impossibilitando o tráfego normal de veículos e agravando o risco de acidentes com veículos e motos. Para Ricardo Motta, as obras vão encurtar a distância e o tempo, beneficiando a população. “Estradas em más condições trazem risco de acidentes”, disse o deputado Kelps Lima.

No caso do deputado Raimundo Fernandes, o parlamentar está solicitando que a operação tapa-buracos seja realizada nos trechos que compreendem a RN-177, que liga o município de São Miguel à Coronel João Pessoa, numa extensão de 10km, seguindo até Venha Ver.

Outra solicitação é que as obras beneficiem o trecho da RN 079, o entroncamento da BR-405 até Alexandria e o roço das duas laterais da pista. O trecho dá acesso aos municípios de Marcelino Vieira, Pilões e Tenente Ananias. Seu requerimento inclui a recuperação de trechos das RN que ligam a cidade de São Miguel à fronteira com a cidade cearense de Icó e o trecho que liga São Miguel com Pereiro, também no Ceará.

O requerimento do deputado Kelps Lima é para a recuperação da RN 263, que liga o município de Pedra Preta a João Câmara. No pleito do deputado Ricardo Motta estão sendo solicitados os serviços de aproximadamente 36 km no trecho da RN 093, entre as cidades de Sítio Novo até a rodovia 226 em Tangará.

Criminosos explodem caixa de banco em Carnaúba dos Dantas, RN

Agência ficou parcialmente destruída com a força da explosão
Agência ficou parcialmente destruída com a força
da explosão

Criminosos explodiram um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil no início da madrugada desta quinta-feira (30) em Carnaúba dos Dantas, no Seridó potiguar. Parte da quadrilha cercou o destacamento da Polícia Militar para evitar a ação dos policiais.

Segundo a PM, homens armados chegaram em dois carros, invadiram a agência e explodiram o terminal. Parte da quadrilha ainda cercou a base da polícia e efetuou disparos. Com a força da explosão, parte do banco ficou destruído.

Na fuga, os criminosos espalharam grampos de metal pelas ruas da cidade, com o propósito de dificultar uma possível perseguição. A polícia não revelou a quantia levada pelos assaltantes. Até o momento ninguém foi preso.

Vereadores de Natal apresentam 138 emendas à LDO 2017

sessao_cmn_29.06.16_-foto_elpidio_junior_5

Os vereadores de Natal concluíram nesta quarta-feira (29) a votação da Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2017. A redação final prevê receitas adicionais para a saúde, cultura, infraestrutura e programas sociais. Ao todo, foram apreciadas 138 emendas parlamentares durante quatro dias de votações.

Destaque do último dia de debates sobre a LDO foi a emenda apresentada pela vereadora Júlia Arruda (PDT) que estabelece o limite de 5% do orçamento para o Executivo remanejar sem passar pelo aval do Legislativo. Houve críticas ao texto original, de autoria da prefeitura, que permitia remanejamento livre para movimentar recursos financeiros das diversas secretarias.

Outras propostas foram colocadas em discussão. A bancada da oposição através do vereador Paulinho Freire (SD) e da vereadora Eleika Bezerra (PSL) propôs a autorização legislativa para qualquer transferência ou utilização das dotações orçamentárias. Já o vereador Bertone Marinho (PMDB) apresentou a alternativa de 3% de remanejamento. No entanto, prevaleceu a emenda de Júlia Arruda que obteve 18 votos favoráveis e 7 contrários.

“A proposta da prefeitura deixava tudo em aberto, sem a necessidade do crivo da Câmara para nada. Diante do contexto, lançamos um valor que acreditamos ser razoável para remanejar. Ou seja, as prerrogativas do Legislativo natalense serão respeitadas, mas respeitando as particularidades do dia a dia de forma a não engessar a administração municipal”, explicou a vereadora Júlia Arruda.

Para o vereador Paulinho Freire a prefeitura errou ao propor gerir os recursos públicos sem consultar a Câmara Municipal. “O prefeito Carlos Eduardo Alves não quer ouvir um parlamento que foi eleito pelo povo e representa todos os segmentos da sociedade”. Por sua vez, a vereadora Eleika Bezerra disse que “5% ainda é um percentual muito alto para o Executivo decidir de forma unilateral, haja vista que representa uma receita de 30 milhões”.

De acordo com o presidente da Casa, vereador Franklin Capistrano (PSB), a LDO é uma peça jurídica que tem a finalidade de estabelecer metas para a LOA que será votada no final deste ano. “Seguimos o rito regimental e tudo que a Lei Orgânica do Município determina. Todas as bancadas partidárias participaram, oposição e situação. O plenário praticou o debate democrático e mostrou maturidade. Portanto, a avaliação é positiva”, concluiu.

Objetivo é que Bolsa Família seja desnecessário, diz Temer

size_810_16_9_2016-06-29t163918z_865985225_s1aetmsnjiaa_rtrmadp_3_brazil-politics

Brasília – O presidente em exercício, Michel Temer, afirmou nesta quarta-feira, 29, em cerimônia no Palácio do Planalto, que o objetivo do governo é “num dado momento” verificar que talvez seja desnecessário o programa Bolsa Família.

Ao anunciar o reajuste de 12,5% em média no benefício, Temer disse que a medida mostra “valorização do programa”, que não teve reajuste nos dois últimos anos, mas ressaltou de que apesar de fundamental, ele não deve ser algo “para perdurar”.

“Enquanto houver extrema pobreza o Bolsa Família vai existir”, disse.

Segundo Temer, faz parte de uma “concepção cívica” a necessidade de que os programas que deram certo continuem.

O presidente em exercício ressaltou, como tem dito em seus últimos eventos, “que o primeiro direito social é o direto ao emprego”.

Ministro do Planejamento defende aumento do Bolsa Família

size_810_16_9_bolsa-familia

Brasília – O ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, disse que o impacto do aumento do Bolsa Família divulgado nesta quarta-feira será de 1,2 bilhão de reais em 2016, investida que ele defendeu pelo fato de o programa não contar com reajustes há vários anos.

“Não se trata de pacote de bondades, aumento do Bolsa Família já tinha sido anunciado pelo governo anterior”, afirmou ele, após participar de audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

A presidente afastada Dilma Rousseff havia anunciado no dia 1º de maio um reajuste de 9 por cento no valor médio do Bolsa Família e poucos dias depois assinou um decreto nesse sentido, mas o aumento acabou não se concretizando.

Nesta quarta-feira, a elevação divulgada pelo presidente interino Michel Temer para o programa foi de 12,5 por cento.

“Como ele (reajuste) atrasou alguns meses, foi possível dar um aumento um pouco maior”, justificou Oliveira.

Ele disse que o impacto anualizado da elevação é de 2,5 bilhões de reais. Rebatendo críticas de que o movimento seria um sinal contraditório em meio à necessidade de economia para o reequilíbrio das contas públicas, Oliveira afirmou que “não se pode esperar que o ajuste fiscal seja cobrado apenas de uma das parcelas da população”.

AUMENTO DOS SERVIDORES

Durante apresentação na CAE, o ministro apontou que o reajuste em projeto de lei dos salários no Judiciário e no Ministério Público da União (MPU) terá um impacto de 15,1 bilhões de reais até 2018, 1,6 bilhão de reais acima do previsto anteriormente, quando já havia revisado suas contas e reconhecido erros técnicos nos números iniciais. Até 2019, o impacto envolvendo as duas categorias será de 25,8 bilhões de reais, montante que minimizou em audiência com senadores.

“Os projetos que estão aqui tramitando preevem também para os próximos anos reajustes comedidos, que não vão, digamos assim, tornar a nossa situação fiscal ainda mais difícil”, disse.

Oliveira defendeu que os textos que estão no Congresso não possuem inadequeção e são consoantes com o espaço fiscal existente, de um déficit de até 170,5 bilhões de reais para o governo central este ano.

Exame.com

Luís Almir deixa TV para disputar eleição

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706O vereador e comunicador de rádio e TV, Luís Almir se despediu hoje (29) da Band, do programa Nordeste Urgente, por causa da lei eleitoral.

Luís chora diante de seu público emocionado, lembando de sua história. Ele vai dispuatar a reeleição para vereador na câmara de Natal.

Almir pode também ser cotado para representar a região norte de Natal em uma provável chapa encabeça pela a deputada Márcia Mia do PSDB.

O jornalista Jacson Damascena é quem vai dar continuidade ao programa até o dia 05 de outubro deste.

Almir sai do programa temendo não voltar mais; já que seu substituto é um repórter de muita competência. O próprio Luís reconhece isso, e diz que levou a jornalista Anna Ruth para trabalhar em seu programa e ela findou sendo convidada a fazer um programa na emissora.

Luís Almir disputou a prefeitura de Natal contra o atual prefeito Carlos Eduardo em 2004, e quase o derrotou. Se não fosse a força política de Wilma de Faria, na época governadora, Carlos tinha perdido a prefeitura de Natal.

Agora, Carlos Eduardo do PDT está compromissado com o PMDB do primo Henrique Alves  e vai concorrer a reeleição com alguém indicado pelo primo. A hoje vice-prefeita Wilma, por sua vez, sai candidata a vereadora de Natal pelo PT do B, partido que hoje preside.

Valesca recebe alta após cirurgia inesperada nos seios

valesca

Valesca Popozuda já está em casa após ter se submetido a uma cirurgia para a troca das próteses de silicone, na última segunda-feira, 27. A funkeira foi internada depois de sentir muitas dores por causa de uma contratura muscular no seio direito.

“Depois de um susto já estou em casa, aproveitando a comidinha da minha mãe, o amor do Pablo, meu filho, e os cuidados da minha irmã e fiel escudeira”, conta ela.

A funkeira começou a sentir fortes dores na última sexta-feira, 24. Achou que era normal pela movimentação que faz no palco, durante os shows. E não estava nos planos de Valesca entrar numa sala cirúrgica tão cedo:

“A última prótese que coloquei era vitalícia. Ainda bem que sempre cuidei bem da saúde, e no primeiro sinal de dor, corri para o hospital. Meu médico disse que poderei voltar em breve às atividades normais”.

Valesca só não tomou susto com a conta do hospital. Segundo uma fonte do EXTRA, a diva quis operar em Nilópolis, na Baixada Fluminense, num hospital mais modesto, onde pagou R$ 1,5 mil, metade do que iria pagar na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.