Sem receber, soldados que lutam contra Estado Islâmico fazem ‘bicos’

16100198
Rawf Mahmoud, 30, soldado peshmerga, trabalha como taxista para complementar sua renda

Folha de São Paulo – A crise econômica no Governo Regional do Curdistão (KRG, na sigla em inglês), a área semiautônoma dos curdos no norte do Iraque, está levando os soldados peshmerga a arrumar novos empregos para complementar a renda.

O soldado Rawf Mahmoud, 30, normalmente ficava dez dias no front de batalha, descansava dez em casa e voltava a trabalhar. Agora, sai da linha de frente do conflito, vai para sua casa na cidade de Suleimani e assume o volante de um táxi. Trabalha das 7h às 19h, sem pausa.

Como soldado, ganha 500 mil dinares iraquianos por mês (cerca de R$ 1.600). Mas, no ano passado, ficou três meses sem receber. Neste ano, o salário de fevereiro só foi pago em 18 de março.

“Temos a missão de proteger nossa terra, então damos um jeito, arrumamos uns bicos”, diz Mahmoud, que tem dois filhos: uma menina de oito anos e um menino de quatro.

MOSSUL

Os peshmerga participam da ofensiva para a retomada de Mossul, a “capital” do EI no Iraque, ao lado do Exército iraquiano, que comanda a operação. Eles estão retomando vilarejos perto de Mossul, e a ofensiva deve durar meses. O EI tomou a cidade, a segunda maior do Iraque, em junho de 2014.

“Por causa da situação econômica, quase todos os soldados têm um segundo emprego”, admite Halgord Hikmet, porta-voz dos peshmergas. Os “bicos” não são autorizados, mas tolerados.

Após a derrubada do ditador Saddam Hussein, em 2003, a região curda passou por um boom econômico, com muito investimento estrangeiro. Mas, desde 2014, o governo central em Bagdá vem congelando ou atrasando os repasses para a região curda.

Para completar, o preço do petróleo, que responde por 90% das receitas do governo, desabou: em fevereiro de 2014, era US$ 103 o barril; agora, é cerca de US$ 35. Além disso, o governo está em plena guerra contra o EI e tem grandes despesas com armamentos e reconstrução.

Em fevereiro, soldados e funcionários públicos protestaram e bloquearam estradas em Sulaimaniyah por causa dos salários atrasados.

A mulher do capitão Mahmoud Jalal, 40, é funcionária pública e não recebe há quatro meses. Jalal, que também está sem receber, começou a trabalhar em uma padaria quando os salários começaram a atrasar, em 2014. Ele ganha 10 mil dinares por dia (cerca de R$ 36).

“Tenho três filhos em idade escolar, meu aluguel está três meses atrasado, e eu preciso pedir dinheiro emprestado”, diz Jalal.

Todos eles afirmam que não vão deixar as Forças Armadas. Eles pagam suas armas do próprio bolso. Para comprar os armamentos, fazem “vaquinha” entre os familiares e amigos ou descontam do salário todo mês.

“Enquanto não recebermos de Bagdá uma fatia maior do Orçamento, vai ser difícil resolver o problema”, diz o general Sirwan Barzani, comandante dos peshmerga no front de Makhmour.

Segundo ele, o país sofre também com o inchaço no setor público, herança do regime de Saddam Hussein. Cerca de 60% da população do Curdistão iraquiano é dependente do Orçamento público.

Irmãos são mortos a tiros dentro de casa em Natal

G1 – Dois irmãos foram mortos a tiros enquanto dormiam na madrugada deste domingo (10). O crime aconteceu dentro da casa das vítimas no bairro Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte de Natal. As vítimas foram identificadas como João Maria Santos da Silva, de 22 anos, e José Francisco dos Santos Rodrigues, de 19 anos.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens encapuzados entraram no quarto onde os irmãos dormiam e efetuaram os disparos. Os criminosos fugiram. Ainda segundo informações da PM, os irmãos eram usuários de droga.

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

Este infográfico mostra como o brasileiro usa a internet

Smartphones: pela primeira vez, o uso do celular para acessar a internet ultrapassou o uso do computador
Smartphones: pela primeira vez, o uso do celular para acessar a internet ultrapassou o uso do computador

Valéria Bretas, de EXAME.com

Pela primeira vez, o acesso à internet alcançou mais da metade da população brasileira. Isto é, 36,8 milhões de casas estavam conectadas na rede mundial de computadores em 2014.

Ainda assim, a proporção de pessoas de baixa renda que utilizam a internet continua pequena. Entre os que recebem até um salário mínimo, apenas 29% têm acesso ao recurso.

Os dados foram divulgados nesta semana pelo IBGE no Suplemento de Tecnologias de Informação e Comunicação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2014.

Já quando a idade é colocada em perspectiva, o grupo jovem de 15 a 17 anos é quem lidera a maior proporção – quase 82% estão conectados nessa faixa etária. Na prática, segundo o IBGE, quanto mais jovem, maior o uso da internet.

Nessa alçada, a inclusão digital pelos smartphones foi certeira. Também pela primeira vez, o uso do celular para navegar pela internet ultrapassou os acessos pelo computador.

Para 80,4% da população, o smartphone é o equipamento favorito na hora de navegar.

Veja outros dados que mostram a relação do brasileiro com a internet.

eoawrweo

O Rio Grande do Norte está quase atingindo 50% da população usando a internet

engklkrsed

Moro se justifica a Teori sobre grampo de advogado

Sérgio Moro: advogado de Lula acionou o Supremo para anular legalidade de escutas autorizadas pelo juiz na operação Lava Jato.
Sérgio Moro: advogado de Lula acionou o Supremo para anular legalidade de escutas autorizadas pelo juiz na operação Lava Jato.

Exame – Curitiba e São Paulo – O juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos em primeira instância da Operação Lava Jato, se justificou ao Supremo Tribunal Federal sobre o grampo no telefone do advogado Roberto Teixeira, compadre e defensor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Disse que Teixeira “é diretamente investigado” nos processos que apuram corrupção na Petrobras.

O magistrado negou que tivesse ilegalmente monitorado advogados no exercício da função.

“A única interceptação da espécie havida e que era de conhecimento deste Juízo até a declinação da competência consistia no monitoramento do celular 11 98144-XXXX utilizado pelo advogado Roberto Teixeira”, alegou Moro.

Teixeira é suspeito de atuar na ocultação de bens do ex-presidente. Foi ele quem formalizou a escritura de compra do Sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), que para a Lava Jato pertence a Lula, mas foi registrado em nome de dois sócios do filho, os empresários Fernando Bittar e Jonas Suassuna.

A defesa de Lula acionou o Supremo tentando anular a legalidades das escutas feitas pela força-tarefa que resultaram na 24.ª fase da Lava Jato – Operação Aletheia – que teve como alvo principal o ex-presidente.

O juiz afirmou em ofício que, “examinando os diálogos interceptados do telefone utilizado por Roberto Teixeira e que foram selecionados pela autoridade policial”, não identificou “nenhum que rigorosamente dissesse respeito ao direito de defesa”.

Defesa

O advogado contesta a justificativa de Moro. “O telefone que foi alvo de interceptação autorizada pelo juiz Sérgio Moro é o principal ramal do escritório Teixeira, Martins & Advogados (…) Não bastasse, a empresa de telefonia responsável pela linha (Telefonica) informou ao Juiz Sérgio Moro, de forma categórica, em duas oportunidades (uma em 23/02 e outra em 07/03) que o telefone pertence ao escritório Teixeira, Martins & Advogados (…) Por isso, mostrou-se que o ofício enviado pelo juiz Sérgio Moro ao STF em 29/03/2016 não corresponde à realidade, pois ele, inequivocamente, tinha conhecimento de que estava monitorando 25 advogados do escritório Teixeira, Martins & Advogados.”

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Deste blog: esse Lula tem tanta certeza de que o povo é idiota (não que seja), que acha que o povo vai esquecer o  que ele combinava com a presidente e os demais petistas contra a justiça usando o celular.

Audiência pública vai discutir situação dos hospitais universitários

unnamed (9)

A situação dos hospitais universitários no Rio Grande do Norte e da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) será tema de audiência pública na Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (11). O debate foi proposto pelo deputado Kelps Lima (Solidariedade) e acontecerá no Auditório Governador Cortez Pereira, às 14h30.

“Há uma crise de desabastecimento nos hospitais universitários, crises de relacionamento e clima organizacional por causa de dois modelos de gestão diferentes no mesmo local, além de outros problemas que não foram solucionados e que prejudicam diretamente os usuários”, justifica Kelps Lima.

De acordo com o parlamentar, o contrato firmado entre a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a EBSERH em 2013, para a contratação de servidores e repasse de verbas, também será discutido na audiência. “O Governo Federal criou a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares para gerenciar os hospitais universitários com a alegação de que ela seria a solução para os problemas dessas unidades. No entanto, aqui no Estado, após quase três anos de adesão, não houve mudanças e novos problemas surgiram”, observa Kelps.

O debate proposto pelo parlamentar vai reunir políticos, representantes de entidades públicas e sindicatos ligados ao tema.

Para Kelps, a busca por soluções para os hospitais universitários é fundamental. “Os hospitais universitários representam relevante contribuição na tríade ensino, pesquisa e extensão. Neles são formados os profissionais que cuidam da vida, além de oferecerem diversos tratamentos e procedimentos que inexistem em hospitais privados, beneficiando diretamente os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)”, afirma.

Assessoria

Em documento, o Papa Francisco rejeita união homossexuais

papaangelus

O Papa Francisco pediu mais compreensão com relação às famílias não tradicionais no documento “A Alegria do Amor”, que foi divulgado nesta sexta-feira (8). Ele pediu aos sacerdotes de todo o mundo aceitar gays e lésbicas, divorciados católicos e outras pessoas que vivem em o que a igreja consideradas situações “irregulares”.

O texto, que tem 256 páginas, traz as conclusões de dois sínodos sobre a família e representa uma mudança na doutrina da igreja. O documento reconhece as numerosas razões pelas quais os casais, segundo o contexto social e cultural, decidem conviver.

O pontífice diz que a igreja não deve continuar a fazer julgamentos e “atirar pedras” contra aqueles que não conseguem viver de acordo com ideais de casamento e vida familiar do Evangelho, destacou a Associated Press.

No entanto, o documento rejeita “os projetos de equiparação das uniões entre pessoas homossexuais com o matrimônio”, segundo a France Presse e a Reuters.

Projeto de Márcia Maia garante meia-entrada para profissionais de comunicação

unnamed (8)

No Dia do Jornalista, dia 7 de abril, a deputada Márcia Maia (PSDB) apresentou à Assembleia Legislativa Projeto de Lei que institui a meia-entrada para profissionais de comunicação. Caso aprovado, serão beneficiados com o desconto em estabelecimentos públicos ou privados de entretenimento no Estado do Rio Grande do Norte, jornalistas, radialistas, repórteres fotográficos e cinematográficos.

De acordo com o Parágrafo Único  do Projeto, a meia-entrada corresponderá sempre à metade do valor cobrado no ingresso, ainda que sobre o seu preço incidam descontos promocionais em estabelecimentos que realizarem espetáculos musicais, artísticos, circenses, teatrais, cinematográficos, atividades sociais, recreativas e quaisquer outras que proporcionarem manifestação cultural e lazer.

Segundo a deputada, para cumprimento da lei, os profissionais referidos terão que provar sua condição com a apresentação de carteira de registro profissional ou documento atual emitido pelas entidades de classe que representem as suas categorias.

“O presente Projeto de Lei não visa trazer privilégio às categorias abrangidas, mas sim, dignificar e incentivar a promoção de cultura e lazer no nosso Estado, possibilitando a estes profissionais que trabalham em comunicação social, o maior acesso aos estabelecimentos citados, prestando um serviço à sociedade como agentes multiplicadores de divulgação da cultura e arte”, justifica o projeto de lei.

“Não há que se falar também em queda de receita por parte dos organizadores, pois há outros mecanismos legais como a Lei Federal de Incentivo à Cultura, com recursos disponíveis para projetos. Com este viés, é que peço aos meus pares a sensibilidade e apoio para aprovação do presente projeto de lei”, registra a deputada Márcia Maia.

Assessoria

Aprovado texto que aumenta punição para uso de celular ao volante

Cfeeni_WwAAJH8Q

A Coluna “Destaque do Editor” do site Justiça em Foco – registra o Projeto de Lei aprovado recentemente na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) – que pune trabalho escravo. A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou (16/3) o projeto de lei 554/15, do deputado Adriano Galdino, que dispõe sobre a cassação da inscrição do ICMS de qualquer empresa que faça uso direto ou indireto do trabalho escravo ou em condições análogas à escravidão.

“Não podemos aceitar que o trabalho escravo ainda exista no nosso país, por isso busquei através da alteração da no 10.364/2014 que se dificulte ainda mais a atuação dessas empresas no nosso Estado”, comentou o deputado – como consta na matéria veiculada no site da ALPB.

Do Robson Pires

Mobilidade: Ezequiel Ferreira busca recuperação de estradas do Agreste

unnamed (7)

Duas rodovias estaduais que cortam o município de Brejinho, na região Agreste, a RN-160 e a RN-317, necessitam de manutenção imediata. Por isto, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), solicitou ao Governo do Estado uma operação “Tapa-Buracos” na RN 160 em dois trechos: No centro da cidade de Brejinho e na ligação para Monte Alegre. Já a RN-317 carece de recuperação no sentido Santo Antônio.

“A recuperação do trecho da rodovia estadual RN-160, que passa pelo centro do município de Brejinho, totalizando 2,5 quilômetros se faz necessária. O trecho está esburacado em consequência da falta de manutenção nos últimos anos e logo poderá ficar intrafegável”, explica Ezequiel Ferreira.

Na RN-317 que serve para ligar Brejinho a Santo Antônio, principal trecho de escoamento da produção dos municípios da região Agreste, existem vários buracos. “O problema é grave e alguns buracos pedem muita atenção dos motoristas para evitar acidentes”, justifica Ezequiel Ferreira.

Assessoria

Kelps quer obrigar uso de tornozeleiras eletrônicas para agressores de mulheres

unnamed (6)

A segurança de mulheres vítimas de violência doméstica é alvo de iniciativa do deputado deputado Kelps Lima (SDD). Em pronunciamento na sessão ordinária desta quinta-feira (7), o deputado explicou o conteúdo de um projeto de lei que visa obrigar o uso de tornozeleira eletrônica por parte de homens responsáveis por agressões a mulheres. A proposta já está tramitando na Casa.

Pela proposta do parlamentar, os agressores que tiverem medidas restritivas poderão ser obrigados a usar tornozeleiras eletrônicas para que seja realizado o monitoramento, garantindo a segurança e o cumprimento das medidas.

“As mulheres que são agredidas e depois são presas. Têm medo de ir com seus filhos para suas casas, enquanto os agressores recebem punição menor, ficam nas ruas. O crime contra a mulher é um dos mais cruéis que podem ser cometidos e, no final da história, ainda são punidas com o aprisionamento”, justificou o deputado.

De acordo com ele, o projeto pretende limitar o direito de ir e vir dos agressores, impedindo que eles se desloquem pelas proximidades dos locais onde as mulheres e seus filhos frequentam em suas rotinas. “Quem tem que ter a liberdade de se deslocar restrita é o agressor, e não a mulher”, disse o deputado.

Pela proposta, que seguirá para a comissão de Constituição e Justiça, o agressor deverá ser instruído sobre o uso do equipamento eletrônico de monitoramento e dos procedimentos para fins de fiscalização efetiva da medida de afastamento. O agressor, no entanto, terá preferência na participação nos serviços de educação ou reabilitação previstos em lei.

Assessoria

Atendimentos para servidores que não fizeram o Censo começam segunda

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

A partir da próxima segunda-feira (11), os servidores ativos, aposentados e pensionistas que não fizeram ou não concluíram o Censo Previdenciário do Rio Grande do Norte terão uma nova oportunidade para atualizarem seus dados cadastrais. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (Searh) e do Instituto de Previdência do Rio Grande do Norte (Ipern), realizará atendimentos no horário das 8 às 17h. Porém, é preciso realizar agendamento prévio no site www.melhorparavoce.rn.gov.br.

Para os servidores ativos, o atendimento será realizado na sede da Searh, no Centro Administrativo; já para atender aos aposentados e pensionistas, o atendimento será feito na sede do Ipern, em Natal, e nas agências do Ipern em três municípios: Mossoró, Caicó e Currais Novos. É importante que os servidores fiquem atentos à documentação necessária para a realização do censo. A lista de documentos está disponível no site supracitado.

Se o servidor ou pensionista não puder comparecer presencialmente ao local de atendimento, no caso de portar doença que caracterize isolamento ou repouso, ele poderá realizar o Censo através de um atendimento domiciliar. Para isso, um ente familiar seu deve comparecer à Searh ou ao Ipern para apresentar declaração ou atestado médico com CID indicando a doença que o impede de se recadastrar presencialmente e agendar o atendimento domiciliar.

Álvaro Dias defende prioridade para Saúde Pública

unnamed (5)

Nesta quinta-feira (7), Dia Mundial da Saúde, o deputado Álvaro Dias (PMDB) fez pronunciamento na Assembleia Legislativa solicitando melhorias e investimentos para a Saúde Pública. O parlamentar fez um apelo ao Governo do Estado sugerindo que o setor seja tratado com prioridade.

“Enquanto médico e conhecedor dos problemas existentes nessa área,  registro a situação que o nosso Estado tem enfrentado nos últimos tempos na área da Saúde Pública”, observou Álvaro Dias.

O deputado, que preside a Comissão de Saúde da Casa, informou que o grupo vai retomar a agenda de visitas ao interior do Estado para ouvir os pleitos mais relevantes da população na área da saúde. “Pretendemos aprofundar essa questão, abrindo um amplo debate nas diversas regiões do RN. Faremos visitas aos hospitais regionais, uma vez que para estas unidades são encaminhados os pacientes que procuram por atendimentos de urgência”, disse Álvaro, citando como exemplos os hospitais de Pau dos Ferros e Caicó.

O parlamentar também cobrou soluções para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, e disse que a unidade há tempos não recebe investimentos por parte do Executivo Estadual. “O Walfredo Gurgel, assim como os demais hospitais do interior do Estado não recebem a prioridade do Governo e os equipamentos necessários”, falou Álvaro, salientando que as unidades de saúde estão sobrecarregadas.

Em aparte, o deputado Souza Neto (PHS) mencionou a situação do Hospital Tarcísio Maia, em Mossoró, e disse que a unidade carece de equipamentos como tomógrafo e respiradores mecânicos. O parlamentar também lamentou a falta de equipamentos no Hospital da Mulher e o atraso na folha pagamento do Centro de Oncologia, também no município oestano.

Ao final da sessão plenária o deputado Hermano Morais (PMDB) se solidarizou com o pronunciamento de Álvaro Dias e parabenizou os profissionais de saúde. “Mesmo em condições adversas, estes profissionais procuram dar o melhor de si para minimizar o sofrimento dos pacientes”, afirmou.

Assessoria

Governo do Estado faz parceria com Ebserh para utilizar software de gestão na rede hospitalar

Foto: Demis Roussos
Foto: Demis Roussos

O governador Robinson Faria assinou na noite desta quinta-feira (7), na Governadoria, um termo de parceria com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para cessão de um software de gestão que será utilizado em toda a rede hospitalar pública do Rio Grande do Norte.  O ato formalizou a implantação do Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários (AGHU) e do Painel de Controle do Sistema (SIG-Ebserh).

No estado, o aplicativo já é amplamente utilizado no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) na regulação de medicamento, atendimento aos pacientes e controle do fluxo de materiais. No estoque, o programa auxilia na gerência das movimentações dos suprimentos através do controle do fluxo de materiais, oferecendo em tempo real a disponibilidade dos suprimentos da unidade.

No setor de prescrição médica são definidas as condutas que serão executadas por diversos profissionais da saúde, após a avaliação do paciente pelo médico, e ainda na farmácia, com regulação, triagem e dispensação dos medicamentos.

Márcia Maia solicita reabertura urgente da maternidade do Hospital da PM

unnamed (4)

A deputada Márcia Maia (PSDB) fez um apelo, durante sessão ordinária desta quinta-feira (7), pela reabertura urgente da maternidade do Hospital da Polícia Militar. De acordo com a parlamentar, a maternidade passou por uma reforma e está pronta há 1 ano e 8 meses, porém está fechada.

“As maternidades estão todas lotadas com grandes demandas e temos um espaço que está pronto para uso, equipado e não funciona porque falta material humano. São 20 leitos que poderiam está sendo utilizados.”, disse Márcia.

A deputada fez um apelo ao Governo do Estado e direção do Hospital, destacando que a abertura do local vai permitir uma melhor assistência às mulheres que não têm condições dignas de terem seus filhos.

Márcia Maia chamou a atenção ainda para o banco de leite do Estado e lembrou os casos de microcefalia. “O bebê que apresenta esse problema é o que mais necessita de leite materno”, disse Márcia.

A parlamentar lembrou também que no próximo mês será realizada uma atividade de conscientização na Assembleia Legislativa, junto aos profissionais da Saúde, conscientizando sobre a importância do aleitamento materno e manipulação do leite humano.

Dia do Jornalista
Ainda durante o pronunciamento, Márcia Maia aproveitou a ocasião do Dia do Jornalista para registrar a apresentação do projeto de lei, de sua autoria, que assegura o pagamento de 50% do valor cobrado pelo ingresso nos estabelecimentos públicos ou privados de entretenimento no Rio Grande do Norte, aos jornalistas, radialistas e repórteres fotográficos e cinematográficos.

“Dessa forma vamos incentivar a promoção de cultura e lazer do Estado provocando o maior acesso a esses profissionais”, disse Márcia.

Assessoria

Jornalista do Nominuto é vítima de arrastão em pizzaria

noticia_139398_340x295

Uma jornalista do portal Nominuto foi vítima de um arrastão realizado em uma pizzaria na avenida Abel Cabral, em Nova Parnamirim na noite desta quinta-feira (7). Por volta das 21h, três criminosos invadiram o estabelecimento e renderam cerca de 15 pessoas, entre os clientes e funcionários.

Gerlane Lima estava na companhia do esposo quando os criminosos anunciaram o roubo. “É agradecer a Deus por estar viva. Os bandidos o tempo todo dizendo que iriam atirar. Chegou a empurrar um dos garçons, que já era um senhor. Chegou a agredir a moça que estava no caixa. Esnobaram muito, disseram que nem sabia que naquela noite iriam tomar uísque. Na hora de sair ainda deram boa noite”, disse.

Além de agir com violência e roubar todos os pertences dos clientes, os bandidos ainda levaram o aparelho que registra as imagens das câmeras de segurança.

De acordo com a polícia, os bandidos fugiram em um veículo do tipo Punto. Algum tempo depois, o carro foi localizado na localidade de Cajupiranga, em Parnamirim. Ainda segundo a polícia, um dos suspeitos foi apreendido.