Ministério do Turismo atinge 100% dos servidores capacitados contra o Aedes

813a6ef1-2f2e-4c77-a2a2-f99079226542

Durante a mobilização nacional contra o mosquito Aedes aegypti realizada nesta sexta-feira (11), em Brasília, o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, anunciou que 100% dos servidores do Ministério do Turismo estão capacitados na luta contra o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e Zika vírus. A declaração foi feita durante a dia de mobilização nacional realizado em todos os prédios do governo federal no Distrito Federal e demais unidades da federação.

 “Atingimos essa importante meta que mostra o compromisso do Ministério do Turismo nessa batalha. Acredito que cada servidor se transformou em um multiplicador do seu conhecimento nos ambientes que convive, seja em casa, na escola, faculdade ou no clube”, ressaltou o ministro Henrique Eduardo Alves.

 No evento, realizado no auditório do Ministério do Turismo, servidores e colaboradores tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre as ações desenvolvidas pela pasta para combater o mosquito não apenas no ambiente de trabalho como também nas mais de quatro mil obras da pasta distribuídas pelos estados brasileiros e também nos estabelecimentos turísticos.

 AÇÕES – Desde janeiro, o Ministério do Turismo tem desenvolvido uma série de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. Para o setor turístico, a pasta produziu dois informativos que foram enviados para mais de 56 mil estabelecimentos inscritos no Cadastur do Ministério do Turismo.

Em fevereiro, uma portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), assinada pelo ministro Henrique Eduardo Alves, determinou que os municípios e estados que possuem convênios e contratos de repasse com o Ministério do Turismo deverão realizar ações de combate ao mosquito Aedes aegypti em seus canteiros de obras e frentes de trabalho.

 O Ministério do Turismo também participou ativamente da mobilização nacional realizada no dia 13 fevereiro e de mobilização nacional da educação em 19 de fevereiro que contaram com a participação de todos os ministros e autoridades dos governos federal, estaduais e municipais.

Para esclarecimento aos turistas, o Ministério do Turismo disponibiliza em sua página na internet informações sobre saúde do viajante. O conteúdo, disponível nos idiomas português, inglês, espanhol e francês é produzido e atualizado constantemente pelo Ministério da Saúde. As redes sociais da pasta também estão engajadas para levar mais informações sobre o assunto para os usuários, com produção de conteúdo próprio sobre o tema e compartilhamento de publicações do Ministério da Saúde.

Carla Perez e Xanddy estão morando em casa que já possuem em Orlando

Carla Perez e Xanddy com os filhos: família feliz nos Estados Unidos (Foto: Reprodução/Instagram)
Carla Perez e Xanddy com os filhos: família feliz nos Estados Unidos (Foto: Reprodução/Instagram)

Carla Perez, Xanddy e os filhos estão vivendo o “american way of life” (expressão para o estilo de vida americana). A família se mudou para Orlando, nos Estados Unidos, e, segundo o EGO apurou, está morando na residência que possui na cidade desde 2013.

O imóvel fica em um condomínio de casas de classe média alta e, nas redes sociais de Carla e Xanddy, é possível ver imagens de lá. Há pouco tempo, inclusive, o cantor mostrou os filhos lavando louça na cozinha da residência. Ao comparar a foto com cliques mais antigos, dá para perceber que a decoração mudou.

xanddy4

Carla e Xanddy compraram a casa em Orlando para ter uma base fixa na cidade, já que iam com frequência para lá com os filhos. Nas redes sociais, não faltam fotos da família se divertindo nos parques temáticos da cidade, como a Walt Disney World.

Em nota, Xanddy confirmou a ida da família para os Estados Unidos e explicou os motivos. “Há quatro anos já vínhamos planejando para as crianças estudarem fora por um tempo, para aprimorar o inglês, ter um contato maior com a língua e, principalmente, expandir os horizontes conhecendo novas culturas”.

“Nosso plano é por um período, por isso seguirei com a agenda de shows normalmente, ficando um pouco no Brasil e um pouco no Estados Unidos. Carla a mesma coisa, porém ficará um pouco mais com as crianças e seguirá com os compromissos do programa dela, ‘Clube da Alegria'”, encerrou o cantor, citando a atração infantil que a mulher apresenta em uma emissora da Bahia.

Para conciliar tudo, quando vier ao Brasil, Carla gravará toda a temporada do programa de TV. Segundo publicou o colunista Leo Dias, do jornal “O Dia”, a ideia do casal é voltar a morar no país apenas 2017, com o inglês bem afiado.

Protestos e convenção do PMDB criam final de semana decisivo para Dilma

Manifestações e uma convenção do PMDB marcadas para esse fim de semana podem complicar a situação de Dilma
Manifestações e uma convenção do PMDB marcadas para esse fim de semana podem complicar a situação de Dilma

Depois de semanas seguidas de notícias negativas para o governo, a presidente Dilma Rousseff enfrentará um fim de semana que pode ser decisivo para seu futuro.

No sábado, o PMDB realiza em Brasília sua Convenção Nacional para reeleger o vice-presidente Michel Temer como líder do partido. As alas adversárias ao Planalto tentarão pôr em votação a saída da legenda do governo. A aprovação de um rompimento poderia ser determinante para o impeachment de Dilma no Congresso.

Já para o domingo estão convocadas manifestações antigoverno em diversas cidades do país. Embora esses protestos tenham encolhido de tamanho desde março de 2015 – quando 210 mil pessoas foram às ruas apenas em São Paulo, segundo cálculo do instituto Datafolha -, seus líderes acreditam que as novas denúncias contra Dilma e o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva possam reverter essa tendência.

Nas últimas duas semanas, Lula foi alvo de uma ação da Polícia Federal e teve sua prisão solicitada pelo Ministério Público de São Paulo. O ex-presidente é acusado de ter sido favorecido por empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção da Lava Jato com doações, contratações em palestras e reformas em imóveis supostamente seus – o que ele nega.

Na semana passada também foi revelado pela revista IstoÉ o suposto conteúdo de um depoimento do senador Delcídio Amaral (PT-MS) à PF em que ele acusa Lula e Dilma de tentarem intervir na operação Lava Jato. Ele teria dito também que ambos sabiam sobre a existência de corrupção dentro da Petrobras.

“Até uma semana atrás, se eu tivesse que fazer uma aposta, eu diria que as manifestações desse domingo não seriam do porte que foram em março de 2015. Entretanto, os acontecimentos da última semana, sobretudo a ação da Polícia Federal contra Lula, acirraram os ânimos, tanto dos que querem manter o governo quanto dos que querem a saída de Dilma”, afirma a cientista política Maria Hermínia Tavares, professora da USP.

Segundo cientista política, ‘acontecimentos da última semana, sobretudo a ação da Polícia Federal contra Lula, acirraram os ânimos’

Na sua visão, o mais importante não são as manifestações em si, mas como elas serão “lidas” pelos políticos, principalmente os da base do governo.

“Acho que se houver um confronto (entre manifestantes contra e pró governo), uma coisa muito feia, acho que isso poderia ser lido (pelos políticos) como ‘não dá mais para (o governo) ficar assim’. Mas não acredito que haverá confronto porque o PT se manifestou em sentido oposto e protestos de apoio ao governo previstos também para domingo foram adiados”.

Imprevisibilidade

O desfecho de ambos os eventos parece imprevisível. No entanto, é possível dizer que o cenário poderia ser ainda pior para o governo se a ordem dos acontecimentos fosse invertida, nota o cientista político Rafael Moreira, que estuda o PMDB em seu doutorado pela USP.

“Não sei se (os peemedebistas) deram sorte ou azar que a convenção deles vai ser antes das manifestações. Imagina se houvesse manifestações no sábado, com apoio popular monstruoso, cobertura da imprensa, e eles, no dia seguinte, tivessem uma convenção. Acho que seria uma pressão enorme para romperem”.

“Mas sendo no dia anterior (às manifestações), acho que talvez eles consigam de alguma maneira empurrar com a barriga (a decisão de deixar o governo) para ver o termômetro do dia seguinte nas ruas”, afirmou.

Para Tavares, a convenção pode ser mais determinante para o governo Dilma que os protestos.

“A convenção talvez seja até mais importante porque nesse momento o PMDB é o fiel da balança que pode dar ou não maioria para o processo de impeachment no Congresso”, analisa a professora.

“O PMDB está dividido sobre essa questão, mas a postura da maioria tem sido de apoio ao governo até muito recentemente. Entretanto, à medida que a crise se agrava alguns setores do partido já começam a dizer que talvez possam sair desse barco”, ressalta.

Sair ou ficar?

Parlamentares de oposição à Dilma afirmam que a maioria da base do partido quer deixar o governo. No entanto, acreditam que Michel Temer, presidente do partido, pode impedir que o assunto seja colocado em votação no sábado.

Michel Temer ‘está numa situação delicada,

“Quem vai decidir se vota ou não vota é o Michel. Se for à votação, vai dar 70%, 80% para sair do governo”, disse o deputado federal Osmar Terra, vice-presidente estadual do PMDB no Rio Grande do sul.

“Ele pode botar para votar ou segurar isso para decidir depois com o diretório (do partido). Pode ser uma alternativa”, acrescentou.

Em tese, a maioria da plenária reunida na convenção até poderia pressionar para derrubar uma eventual decisão do presidente, mas isso causaria um constrangimento ao líder do partido, e a ideia é que evento ressalte a unidade do PMDB em torno de Temer, explica o deputado.

“O problema é que o Michel está numa situação delicada, ele é o vice-presidente da República. Se o PMDB se afastar, desestabiliza muito o governo e pode parecer que ele está patrocinando isso. E ele não quer passar essa ideia até porque ele não está patrocinando mesmo (a saída), afirmou o deputado.

Terra é um dos principais defensores do desembarque do governo, com a entrega dos sete ministérios que hoje estão nas mãos do PMDB.

De acordo com ele, ao menos 14 dos 27 Estados querem abandonar Dilma: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, São Paulo, Espírito Santo, Bahia, Pernambuco, Paraíba, Tocantins, Roraima, Rondônia e Acre.

Ceará e Goiás estariam indefinidos. Já os demais onze querem permanecer no governo – Rio de Janeiro, Minas Gerais, Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Norte, Piauí, Maranhão, Amazonas, Pará, Amapá e Mato Grosso.

A distribuição dos votos na Convenção é proporcional ao tamanho dos partidos em cada Estado.

Segundo Terra, o que explica o apoio, em geral, são os cargos no governo. Minas Gerais, por exemplo, negocia indicar o novo secretario de Aviação Civil (SAC). A expectativa é que o deputado mineiro Mauro Lopes seja indicado após a convenção, na próxima semana.

“Os (diretórios estaduais) que estão esperando ministério ou que tem ministro é mais complicado (de aprovar a saída do governo). O que não significa que a base não pense diferente. Acho que a base de Minas Gerais deve ter muito mais gente querendo sair do que se manter no governo”, afirma.

Senado

Dentro do Congresso, é a bancada do PMDB no Senado que tem sido mais fiel à Dilma. O presidente da casa, Renan Calheiros, inclusive protagonizou no ano passado embates públicos com Temer, quando o vice parecia se articular em favor do impeachment.

No entanto, ambos se reconciliaram, Renan decidiu apoiar sua reeleição para presidente do partido e se tornou mais discreto no apoio ao governo.

Aécio Neves esteve em encontro entre senadores peemedebistas e tucanos na quarta-feira

Na noite de quarta-feira, senadores peemedebistas (Eunício Oliveira, Romero Jucá e Calheiros) e tucanos (Aloysio Nunes, Aécio Neves e Cássio Cunha Lima) se reuniram para discutir a crise política. Na saída, parlamentares dos dois partidos deram declarações de que “PMDB e PSDB vão caminhar juntos em busca de solução para o país”.

O encontro parecia indicar um afastamento dos senadores peemedebistas do governo, mas no dia seguinte Calheiros tratou de diminuir a temperatura dos boatos.

“O PMDB deve fazer sua convenção com muita responsabilidade porque qualquer sinalização que houver com relação ao posicionamento do PMDB pode diminuir ou aumentar a crise”, disse a jornalistas.

Na própria manhã da quarta-feira, o presidente do Senado havia se reunido também com Lula, a quem presenteou com uma edição da Constituição Federal, gesto que foi visto como uma crítica à ação da Lava Jato contra ele.

“É mais uma vez o PMDB jogando em todas as frentes, para tentar entender o cenário”, avalia o cientista político Rafael Moreira.

Ministro do Turismo investe em qualificação para o setor

Henrique Eduardo Alves durante cerimônia no Palácio do Planalto.
Henrique Eduardo Alves durante cerimônia no Palácio do Planalto.

O governo federal anunciou a oferta de dois milhões de vagas para o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em 2016. As oportunidades estão divididas entre cursos técnicos – 372 mil vagas – e cursos de qualificação profissional – com 1,6 milhão. De 2011 a 2015, o Pronatec registrou 9,4 milhões de matrículas das quais quase 400 mil são especificamente do Pronatec Turismo.

No Turismo, o programa trabalha em quatro linhas de ação: pessoas que desejam atuar no turismo; pessoas que já trabalham no setor; jovens e seus familiares em situação de vulnerabilidade social ligados ao programa ViraVida e, por fim, o aperfeiçoamento de pessoas que atuam na produção associada ao turismo para o desenvolvimento local de municípios.

Para o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, a qualificação profissional é uma das prioridades estratégicas da pasta. “Neste ano temos uma oportunidade única com a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos no Brasil. É preciso receber bem os turistas que vierem ao país para que eles divulguem os destinos em seus locais de origem. Mas isso só será possível com prestadores de serviço qualificados”, ressaltou o ministro.

De olho neste potencial, a estimativa é que as cidades-sede do futebol olímpico, por exemplo, recebam 3.849 vagas para cursos como agente de informações turísticas, organizador de eventos, camareira, além de idiomas e Língua Brasileiras de Sinais (Libras) para profissionais de segurança pública.

Arena das Dunas não vê motivo para rescisão de contrato com governo

(Foto: Getty Images)
(Foto: Getty Images)

A Arena das Dunas, estádio que recebeu a Copa do Mundo em Natal, divulgou na noite desta quinta-feira (10) uma nota sobre o contrato com o governo do Rio Grande do Norte. Na nota, a Arena das Dunas Concessão e Eventos S/A afirmou que cumpre suas obrigações contratuais e que não vê motivo para uma possível rescisão. Na quarta-feira (9), o deputado estadual Fernando Mineiro (PT) cobrou uma reavalição do contrato. O repasse do governo ao consórcio é de R$ 11,7 milhões mensais.

A nota informa que “durante a vigência do contrato, não se observa nenhum fato que justifique a aplicação de qualquer penalidade, tampouco hipótese de rescisão contratual. Vale destacar que a Arena das Dunas recebeu do Sisbrace (Sistema Brasileiro de Classificação dos Estádios do Ministério dos Esportes) a maior pontuação possível, tendo sido o único estádio do Brasil a receber nota máxima em todos os critérios avaliados”.

Na quarta-feira (9), o deputado Fernando Mineiro pediu uma nova análise e possível repactuação dos valores assumidos pelo governo. “Quando a Arena foi construída o país e o estado passavam por outra situação financeira. Além disso, há a questão de que na época da construção foi dito que o empreendimento seria superavitário. O governo precisa estudar a possibilidade de suspensão desse contrato. Além de saber se todos os itens do documento estão sendo cumpridos”, afirmou o deputado.

tópicos

Galeno anuncia investimento de R$ 3,6 mi em tapa buraco no Alto e Médio Oeste

Crédito da foto: João Gilberto
Crédito da foto: João Gilberto

Após solicitação do deputado Galeno Torquato (PSD), o Governo do Estado anunciou que vai realizar uma operação tapa buraco nos municípios das regiões do Alto e Médio Oeste Potiguar. A iniciativa é fruto de requerimento apresentado em junho pelo parlamentar ao Departamento Estadual de Estradas e Rodagem (DER/RN), oportunidade em que se reuniu com diretor do órgão, General Ernesto Fraxe.
De acordo com o deputado Galeno Torquato, as obras já estão autorizadas e devem ter início nos próximos 20 dias. “Ao todo, cerca de R$ 3,6 milhões serão investidos na recuperação da malha viária da região, oferecendo maior segurança às pessoas e favorecendo o tráfego de veículos e o escoamento da produção na região”, disse o parlamentar.
A operação vai contemplar as RN´s que cortam os municípios de Patu, Alexandria, Umarizal, Pilões, Água Nova, Serrinha dos Pintos, Pilões, Rodolfo Fernandes, Luiz Gomes, Venha Ver, Severiano Melo, Tabuleiro Grande, Lucrécia, Riacho de Santana, Almino Afonso, Riacho da Cruz, Antônio Martins, Olha D´Água dos Borges, Doutor Severiano, Marcelino Vieira, Tenente Ananias, Martins, Paraná, Viçosa Portalegre, Caiçara e Pau dos Ferros.

Assessoria

Senadora Fátima divide “destaque” com ex-presidente Lula na Folha

fatima_folha

O jornal Folha de São Paulo, edição de hoje (10), destaca o encontro do ex-presidente Lula ladeado pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, e a senadora potiguar Fátima Bezerra. Na manchete, a trouxe a denúncia feita pelo Ministério Público de São Paulo sobre o tríplex do Guarujá, para abertura de processo por “ocultação de bens”.

Vivaldo reforça ações do Governo do Estado em Segurança Pública

unnamed (12)

O deputado Vivaldo Costa (PROS) reforçou nesta quinta-feira (10), em pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa, a atuação do Governo do Estado na área da Segurança Pública. O parlamentar comemorou o anúncio feito pelo Comandante-Geral da Polícia Militar do RN, coronel Dancleiton Pereira Leite, sobre a abertura de concurso público para a corporação, previsto para junho.

“Quero registrar a luta que o governador Robinson Faria (PSD) vem fazendo para melhorar a Segurança em nosso Estado. É um gestor que vem procurando enfrentar as dificuldades”, disse Vivaldo.

O deputado também destacou a importância do projeto “Ronda Cidadã” para a segurança na capital. “Essa experiência de Mãe Luiza é exitosa. A população reconhece que é válido esse programa”, afirmou Vivaldo, sugerindo que o Ronda Cidadã seja expandido para outros bairros da cidade e municípios do Estado. “Reforço o meu pleito para que, com o aumento do quadro da PM, Caicó tenha direito ao Ronda Cidadã”.

Durante o pronunciamento, Vivaldo também comentou sobre o resultado do encontro que teve na última quarta-feira (9) com a ex-governadora Vilma de Faria, ocasião em que debateram sobre a necessidade de investimentos para a Ilha de Santana, em Caicó, e a ponte Newton Navarro, em Natal. “Mesmo convalescida, ela me disse que vai solicitar uma audiência com Robinson para tratar sobre essas questões”, concluiu.

Assessoria

Pai é condenado a três anos de prisão após vender bebê para comprar iPhone

ter-ipones

Um morador, de 19 anos, da cidade de Tong’an, China, foi sentenciado a três anos de prisão após vender a própria filha, de apenas 18 dias, para comprar um iPhone e uma motocicleta. O rapaz recebeu a quantia de 23 mil yuans, o que equivale a pouco mais de R$ 40,4 mil, segundo o jornal Xiamen Daily.

Ainda de acordo com a publicação, o pai da criança procurou uma maneira de vender o bebê em um serviço de chat da China, o QQ. O comprador disse ao jornal que iria entregar a menina para a irmã dele. À época do crime, que ocorreu no ano passado, o bebê foi entregue para os avós maternos, pois a mãe era menor de idade.

Carlos Augusto destaca audiência pública sobre medidas de combate à zika

unnamed (11)

As medidas de combate ao mosquito Aedes aegypti transmissor da zika, dengue e chincungunya foram comentadas pelo deputado estadual Carlos Augusto Maia (PTdoB) durante sessão ordinária desta quinta-feira (10). O tema será abordado em audiência pública na próxima segunda-feira (14) a partir das 14h30min, no auditório da Casa.

“A ideia da audiência é também propor soluções de enfrentamento ao mosquito transmissor, o Aedes aegypti, trabalhando a prevenção, e ainda propor políticas públicas para o tratamento das doenças associadas como a microcefalia”, disse Carlos Augusto.

Foram convidados, para o evento, autoridades competentes, como secretarias de saúde, médicos infectologistas renomados, entre outros órgãos públicos e também profissionais da área para darem seus depoimentos, apresentarem suas visões, informando a população.

Parnamirim
Ainda durante a sessão, Carlos Augusto falou sobre uma denúncia realizada no município de Parnamirim em relação a uma licitação que permite a compra de kits de combate ao mosquito Aedes aegypti, por parte da Secretaria Municipal de Educação. O kit conta com uma cartilha e uma camiseta que será usada para repelir o mosquito, no valor de R$ 80.

“O assunto gerou uma repercussão negativa. Esse valor é absurdo e nosso mandato vai realizar um estudo sobre a eficácia da camiseta e avaliar a situação”, disse Carlos Augusto.

Assessoria

Justiça rejeita Ação de Improbidade contra a ex-prefeita Micarla de Sousa

noticia_137974_340x295

O juiz Cícero Martins de Macedo Filho rejeitou uma Ação de Improbidade, deixando de recebê-la e julgando extinto o processo contra a ex-prefeita municipal de Natal, Micarla de Sousa e contra o ex-secretario municipal de Planejamento, Antônio Luna, por ausência de evidências suficientes a antever-se a plausibilidade da pretensão do Ministério Público Estadual. Na ação, o MP alegou que ficou apurado em inquérito civil que nos anos de 2011 e 2012, os acusados descumpriram deliberadamente o mandamento constitucional de aplicação mínima das receitas dos impostos na manutenção e desenvolvimento do ensino.

Segundo o MP, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) chegou a ser firmado, prevendo a transferência de R$ 48 milhões relativos aos decêndios, mas tal termo foi descumprido, o que motivou ajuizamento de ação de obrigação de fazer corrente perante a 2ª Vara da Fazenda Pública.

Afirmou que a então prefeita foi notificada para prestar esclarecimentos, tendo remetido parecer da Procuradoria Geral do Município que informa sobre o respeito aos limites constitucionais e ao caráter programático do plano municipal de educação, dentre outras explicações.

Sustentou também que a despeito das considerações feitas, houve conduta dolosa e indiscutível má-fé dos gestores, considerado o descumprimento do TAC firmado para sanar as irregularidades, violando os princípio que regem a Administração Pública.

Decisão

Para o magistrado Cícero Martins, embora a hipótese dos autos não verse sobre rejeição de contas dos acusados, não se afasta nos fundamentos jurídicos de alguns julgados de casos semelhantes o entendimento de que a não aplicação compulsória do percentual mínimo constitucionalmente definido pelo art. 212, da CF, venha a configurar, por si só, ato de improbidade administrativa.

“Ademais, reforce-se, na hipótese dos autos, que outros fatores já mencionados, como o afastamento dos demandados de suas funções, o caos administrativo e o aumento de despesas, contribuíram, sem dúvida, para que o Município não tenha implementado, por inteiro, a aplicação do percentual mínimo no desenvolvimento do ensino”, comentou.

O juiz salientou que, em que pese a desordem e o caos administrativo da gestão da então prefeita Micarla de Sousa, cuja rejeição pela população superou os 90%, segundo pesquisas divulgadas na época pela mídia, há que se reconhecer que inexistem elementos suficientes a embasar o recebimento da ação judicial, deduzida sob o argumento de que houve dolo e deliberada má-fé em não aplicar o percentual mínimo constitucionalmente definido no desenvolvimento do ensino.

“Na análise de todos os elementos, documentos e argumentos postos nos autos, não enxergo indícios de comportamento doloso e de deliberada má-fé dos demandados, a perfazer um juízo mínimo de admissibilidade da ação com alguma probabilidade de êxito”, concluiu o julgador.

Comissões permanentes concluem eleição de presidentes e vice-presidentes

Crédito da foto: João Gilberto
Crédito da foto: João Gilberto

Dias e horários das reuniões semanais também foram definidos
Os presidentes e vice-presidentes de seis Comissões Permanentes da Assembleia Legislativa, para o exercício de 2016, foram divulgados nesta quinta-feira (10) após escolha pelos membros titulares de cada uma delas, bem como definidos os dias e horários para as reuniões plenárias semanais.
Para presidir a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Social foi eleito o deputado Hermano Morais (PMDB) e o vice-presidente deputado Fernando Mineiro (PT). As reuniões serão realizadas às quartas-feiras, às 10 horas, na Sala das Comissões.
A Comissão de Administração, serviços Públicos e Trabalho será presidida pelo deputado Jacó Jácome (PMN), tendo como vice-presidente a deputada Cristiane Dantas (PCdoB). As reuniões acontecem nas quartas-feiras, às 9h30min.
Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Interior é a Comissão a ser presidida pelo deputado Vivaldo Costa (PROS). O vice-presidente eleito é o deputado Jacó Jácome. As reuniões serão nas quintas-feiras, às 9h30min.
Já o deputado Kelps Lima (Solidariedade) vai presidir a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania. O vice-presidente é o deputado Jacó Jácome e as reuniões vão ser realizadas às quintas-feiras, às 10 horas.
Os membros da Comissão de Minas e Energia elegeram o deputado Gustavo Fernandes (PMDB), presidente e o deputado Souza Neto (PHS) vice-presidente. As reuniões estão definidas para às 8h30min das quartas-feiras.
A Comissão de Saúde vai ser presidida pelo deputado Álvaro Dias (PMDB), tendo como Vice-presidente o deputado Albert Dickson (PROS). As reuniões serão às quintas-feiras, às 8h30min.
As Comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e Finanças e Fiscalização já tinham escolhidos os seus dirigentes na quarta-feira (9).

Assessoria

ABC encara o Salgueiro para sobreviver na Copa do Nordeste

Jogo acontece nesta quinta-feira, às 19h, no estádio Frasqueirão, em jogo válido pela 5ª rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste.
Jogo acontece nesta quinta-feira, às 19h, no estádio Frasqueirão, em jogo válido pela 5ª rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste.

ABC e Salgueiro se enfrentam na noite de hoje (10) em jogo que vale a sobrevivência das duas equipes na Copa do Nordeste. Em confronto válido pela 5ª rodada do grupo A, os dois clubes precisam mais do que nunca de uma vitória para continuar sonha com a classificação para as quartas de finais do torneio. A partida acontece no estádio Frasqueirão, a partir das 19h.

Após vencer na primeira partida do returno do Campeonato Potiguar e assumir a liderança, o alvinegro volta às atenções para a Copa do Nordeste, onde vive uma situação incomoda.

Com apenas 4 pontos na tabela de classificação, o alvinegro é atualmente o último colocado. Entretanto, com a mesma pontuação do ABC, o Salgueiro aparece na vice-liderança do grupo. A diferença entre as duas equipes e o Imperatriz, 3° colocado, também está apenas no saldo de gols.

Após vencer na primeira partida do returno do Campeonato Potiguar e assumir a liderança, o alvinegro volta às atenções para a Copa do Nordeste, onde vive uma situação incomoda.

Para o confronto de hoje, o técnico do ABC, Geninho contará com alguns desfalques, são eles: o goleiro Rafael Copetti, o volante Jardel, o meia Bida e o atacante Alvinho (todos lesionados), além do zagueiro Gabriel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Apesar das baixas, as novidades na relação dos jogadores fica por conta das presenças dos zagueiros Léo Fortunato, do lateral Alex Ruan e do meia paraguaio Eduardo Echeverria, recém-contratados, que já foram regularizados e estão a disposição do comandante abcdista.

Getúlio Rego comenta entrega de documentos ao Ministério Público

unnamed (9)

O deputado estadual Getúlio Rego (DEM) se pronunciou no plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do norte nesta quinta-feira (10) sobre a entrega de documentos ao Ministério Público Estadual relativos ao seu mandato.

“Fui espontaneamente ao Procurador Geral de Justiça, Rinaldo Reis, para entregar documentos subsidiando sobre o exercício do meu mandato. Eu Não tenho nada a esconder. Serena e de forma absolutamente respeitosa à iniciativa legítima do MP, a quem pedi rigor e irei aguardar o pronunciamento da Justiça, a quem devoto  todo o meu respeito”, disse o parlamentar.

Getúlio Rêgo disse ainda que está levantando um histórico desde seu primeiro mandato, há 33 anos. “Em nenhum momento participei de atitudes que agridam a lei ou a constituição. Eu tenho um edifício de credibilidade construído ao longo da minha vida particular e pública que não foram alicerçados em bases frágeis. Portanto, aguardo para me pronunciar após total esclarecimento dos fatos e trarei um relato da minha história neste Poder Legislativo”.

Ele terminou o pronunciamento dizendo que pensa como o ex-presidente Abraham Lincoln: “Ninguém pode se acovardar nas afirmações”. O parlamentar disse que quer transmitir segurança aos seus amigos, porque acredita que “tudo será provado e que não houve nenhum ato desrespeitoso à lei”.

Assessoria

“Lamentável a atitude dos professores em manter a greve”, diz Justina Iva

Negociação entre a coordenadora do Sinte, Fátima Cardoso, e a secretária Municipal de Educação, Justina Ivo, não obteve avanço e greve continua.
Negociação entre a coordenadora do Sinte, Fátima Cardoso, e a secretária Municipal de Educação, Justina Ivo, não obteve avanço e greve continua.

A Secretaria municipal de Educação, Justina Iva, criticou a manutenção da greve por parte dos professores da rede de ensino de Natal. O impasse entre a prefeitura do Natal e Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (Sinte) continua, e, segundo a coordenadora do Sinte, Fátima Cardoso, um dos principais motivos da continuidade da greve é a falta de pagamento da reposição salarial.

A sindicalista ressaltou que apenas três das 17 reivindicações da categoria foram cumpridas pela Prefeitura do Natal. “A nossa pauta contém 17 itens, mas nós só tivemos resposta em pautas simples, como a mudança de promoção vertical, de 256 profissionais e a alteração de níveis de educadores infantis. Isso é muito pouco e um dos principais itens que têm que ser cumprido é a reposição salarial, essa é a nossa briga”, disse a professora Fátima Cardoso.

Ao ser questionada sobre a greve dos professores, a secretária Municipal de Educação se mostrou desapontada com a categoria. “Lamentável a atitude dos professores em manter a greve, até porque não faltou diálogo da nossa parte. Tudo que foi possível nós fizemos em termos de avanço. Não fizemos mais por impossibilidade financeira, que envolve frustração de receita, a falta de complementação de união ao Fundeb [Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação], entre outros fatores”, criticou.

Do Nominuto.com