Ciclista morre atropelado por micro-ônibus na Grande Natal

parnamirim

Um ciclista morreu ao ser atropelado por um micro-ônibus na avenida Everaldo Breves, em Parnamirim, na Grande Natal. O atropelamento aconteceu na tarde desta segunda-feira (4). De acordo com a Polícia Militar, o ciclista morreu no local.

O acidente aconteceu por volta das 15h30. Segundo testemunhas que presenciaram o acidente, o ciclista seguia pela contramão em ‘zig zag’ quando bateu na lateral do micro-ônibus.

Segundo a PM, o motorista do micro-ônibus ficou no local, mas o ciclista morreu antes da chegada da ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Uma unidade da Ronda Escolar que fazia um patrulhamento na área no momento do acidente fez o isolamento do local do acidente e recolheu os documentos do motorista. O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) foi chamado para recolher o corpo.

Natal sedia Campeonato Brasileiro de Seleções de Voleibol

volei_juvenil_masc

De 04 a 10 de julho de 2016, a capital potiguar será a sede oficial do Campeonato Brasileiro de Seleções de Voleibol Juvenil Masculino da 1ª Divisão, um torneio promovido pela Confederação Brasileira de Voleibol em parceria com a Prefeitura do Natal por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer do Município (SEL). Os jogos acontecem no Ginásio José Augusto Bezerra (AABB) e têm participação de oito equipes estaduais.

As delegações do Amazonas, Pará, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Sergipe e Espírito Santo chegam à Natal no dia 04 e se encontram junto com a equipe do Rio Grande do Norte, às 16h, no Salão Azul da Associação Atlética Banco do Brasil para reunião preliminar da competição. Às 19h, tem início o Congresso Técnico, que reúne atletas, comissões técnicas, árbitros e organizadores do campeonato.

PSDB-RN reunirá pré-candidatos durante Seminário sobre eleições em Natal

Rogério-Marinho-1

O PSDB do Rio Grande do Norte reunirá no próximo sábado (09) os pré-candidatos a prefeito, vice e a vereador do partido em todas as cidades do Estado, durante o “Seminário PSDB Eleições 2016 – Sempre a favor do Brasil”. O evento, promovido pelo Instituto Teotônio Vilela (ITV), ocorrerá no Hotel Holliday Inn Arena das Dunas, em Natal, e começará às 8 horas.

Estão confirmadas as presenças do senador José Anílbal (PSDB-SP), presidente nacional do ITV, e do deputado federal Rogério Marinho, presidente de honra do PSDB-RN. Também estarão presentes o presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ezequiel Ferreira de Souza, e os deputados estaduais que compõem a bancada tucana na Casa, José Dias, Márcia Maia, Gustavo Carvalho e Raimundo Fernandes, além do presidente estadual do partido, Valério Marinho, e da presidente do ITV no RN, Izabel Helena

TCE vê indícios de sobrepreço em concessão da Arena das Dunas

img-20160216-wa0027
TCE aponta indícios de spbrepreço na concessão da Arena das Dunas (Foto: Fred Carvalho/GloboEsporte.com)

Uma auditoria realizada pela equipe técnica da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização da Copa 2014 (CAFCOPA) do Tribunal de Contas do Estado detectou indícios de sobrepreço no contrato de concessão do estádio Arena das Dunas. De acordo com o TCE, o sobrepreço poderá implicar em um dano ao erário no valor de R$ 451 milhões no período de 15 anos. Em razão dos indícios, a equipe técnica sugeriu a concessão de medida cautelar para suspensão dos pagamentos das contraprestações mensais pelo Estado.

Por meio da assessoria de comunicação, o Governo do Estado do RN informou que ainda não recebeu a intimação do TCE acerca da recomendação de suspensão dos pagamentos mensais à Arena das Dunas, portanto não teve acesso aos fundamentos apontados pela auditoria. O governo aguardará a análise do relatório da auditoria pelo pleno do TCE. O G1 também procurou a OAS e a assessoria informou que a empresa só irá se pronunciar após se inteirar do relatório.

Segundo o relatório de auditoria, o sobrepreço foi aferido ao se comparar os custos da Arena das Dunas com a Arena do Grêmio, também construída pela Construtora OAS. O custo por assento na Arena das Dunas foi de R$ 12.749, enquanto que na Arena do Grêmio foi de apenas R$ 8.875, indicando um sobrepreço de 43,65%.

Apesar de a concessão ter sido orçada em R$ 400 milhões, o custo a ser pago pelo Estado apenas com a construção será de R$ 1,4 bilhão num período de 15 anos, em valores corrigidos. Com base no sobrepreço de 43,65%, chegou-se a um dano ao erário estimado em R$ 451 milhões durante o período de pagamento dos custos da construção do estádio. Até abril deste ano, foram pagos pelo Estado R$ 288 milhões, implicando num dano ao erário já efetivado de R$ 77 milhões.

O critério de comparar os custos das duas arenas construídas pela OAS foi adotado por conta da falta de “orçamento detalhado em quantitativos e preços unitários de serviços” na execução do projeto. Dados como projeto executivo e estudo de viabilidade econômica nunca foram apresentados pelas partes. Segundo o relatório técnico, a Arena das Dunas informou “que devido à natureza do contrato de concessão em questão, inexistiam documentos relativos a quantitativos e preços unitários dos serviços, restando, assim, prejudicado o envio dos itens relativos ao memorial de cálculo com levantamentos dos quantitativos e dimensionamentos, orçamento detalhado, e composição dos preços unitários, incluso BDI e encargos sociais”.

A equipe técnica destacou ainda a situação atípica observada na construção da Arena das Dunas, quando se observa as isenções fiscais. No RN, a Arena recebeu isenção para os mais variados tributos, entre eles ICMS, IPI, ISS, IPTU, ITIV, PIS/Pasep, Imposto de Importação e Cofins. Os demais estádios construídos no Nordeste não tiveram as mesmas isenções e, ainda assim, a média de custo praticada nos demais estados nordestinos foi de cerca de R$ 10.300 por assento, ou seja 40% mais barato que os custos realizados no RN.

Na última quinta-feira (30), em cumprimento a despacho do conselheiro relator, a Diretoria de Atos e Execuções do TCE expediu notificações aos Ministérios Públicos Estadual e Federal, às Secretarias de Estado da Tributação e do Planejamento e Finanças, à Procuradoria-Geral do Estado, ao Gabinete Civil do Governo do RN, ao Departamento de Estradas de Rodagem do RN (DER/RN), à Secretaria Municipal de Tributação de Natal e à Arena das Dunas Concessões e Eventos, inclusive com a assinatura de prazo de 72 horas para que a Arena das Dunas apresente o orçamento detalhado da obra.

As conclusões da auditoria ainda serão submetidas a contraditório, com possibilidade de apresentação de defesas, e passarão pelo crivo do Ministério Público de Contas e do relator do processo, conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, antes de serem levadas ao pleno do Tribunal de Contas. Após todo esse procedimento, os dados levantados pelo Corpo Técnico poderão ser ratificados, ou revistos, pela Corte.

Justiça decreta prisão preventiva de prefeito de Ielmo Marinho

prefeito-do-município-de-Ielmo-Marinho-Francenilson-Alexandre-dos-Santos-360x200

O desembargador João Rebouças, do Tribunal de Justiça do RN, decretou a prisão preventiva do prefeito do município de Ielmo Marinho, Francenilson Alexandre dos Santos. Ele é acusado pelo Ministério Público Estadual da prática do crime de corrupção ativa, por ter oferecido cargos públicos municipais e promessas de dinheiro a vereadores para que votassem pelo arquivamento do processo de cassação do prefeito, o que efetivamente veio a ocorrer. Francenilson assumiu a prefeitura em setembro do ano passado quando o então prefeito Bruno Patriota foi afastado por determinação judicial.

Francenilson foi preso nesta segunda-feira (4) em operação do Ministério Público e foi encaminhado ao ITEP para exame de corpo de delito. Em seguida será levado para o quartel do Comando Geral da Policia Militar, onde ficará em razão do cargo que ocupa.

O desembargador aponta que os depoimentos e gravações de interceptações telefônicas trazidas ao processo “evidenciam que o representado age de forma continuada e sistêmica quanto ao oferecimento e pagamento de vantagens, o que demonstra, com mais veemência, que se mantido em liberdade não estará impedido de continuar na prática das condutas ilícitas em detrimento do erário público”.

Segundo o Ministério Público, no mês de fevereiro, dois interlocutores do vereador Josemi Ezequiel procuraram o MP para relatar conversas telefônicas deles com o vereador nas quais este relatou ter recebido oferta de vantagem do prefeito Francenilson Alexandre dos Santos para que Josemi votasse em seu favor.

O aprofundamento das investigações demonstrou que o chefe do Executivo ofereceu de fato cargos públicos aos vereadores Josemi Ezequiel, Sebastião Evilásio e José Roberto, em troca do voto deles no processo de cassação, acompanhado da promessa de pagamento de valores. Dias depois, familiares dos referidos vereadores foram nomeados para cargos na Prefeitura.

O Ministério Público alega ainda que no dia 2 de maio de 2016, os três vereadores atuaram para arquivar o processo de cassação, reabrindo ilegalmente a sessão da Câmara de Vereadores sem convocação dos demais edis que já haviam deixado o recinto, procedendo então com a votação.

“Evidente que os fatos são muito graves, pois não se está tratando apenas da corrupção ativa propriamente dita, mas sim da participação de um prefeito eleito pelo povo para zelar por seus interesses e promover o seu bem, e ainda de vereadores, tudo para engendrar toda uma operação para promover o arquivamento de representação contra aquele junto à Câmara de Vereadores, em troca de cargos públicos e vantagem econômica”, ressalta o desembargador.

O desembargador João Rebouças assinala que a medida preventiva de afastamento do cargo se revela inadequada, denotando a necessidade da prisão. “Digo isso porque os fatos e as circunstâncias revelam que medidas cautelares diversas não será suficiente para impedir que novos crimes sejam praticados pelo Alcaide Municipal, sobretudo se levando em consideração que, ainda afastado do cargo, porém em liberdade, continuará praticando crimes graves de corrupção, na tentativa de reaver o cargo de Prefeito, bem como daria a este a possibilidade de destruir provas que se encontram em seus locais de trabalho e, por isso, ao seu fácil alcance”.

Do G1

Parlamentares jovens solicitam melhorias para a educação

unnamed

Na segunda sessão do ano de 2016, o Parlamento Jovem da Assembleia Legislativa se reuniu na manhã desta segunda-feira (4), no plenário da Casa. A sessão reuniu doze deputados jovens, que se pronunciaram sobre temas como educação, segurança e esporte.

“Falo hoje sobre a situação da Escola Jacumaúma, no meu município de Arez, que em 105 anos de história nunca passou por uma reforma. A unidade conta com apenas seis salas de aula que não oferecem condições físicas adequadas para receber os alunos, além do problema de superlotação”, disse o deputado jovem, Artur Galvão, que presidiu a sessão.

O deputado jovem Iury Gustavo também reforçou a necessidade de mais investimentos no ensino. “O nível de educação em nossa escolas, não apenas no Rio Grande do Norte, mas em todo o país, é muito baixo”, falou o parlamentar destacando a importância de políticas públicas voltadas para os jovens.

O tema foi acompanhado pelo deputado jovem Paulo Henrique, que defendeu ações de inclusão social dos jovens através do esporte e da educação. “É preciso ocuparmos a mente do jovem com atividades esportivas e educativas que, englobadas com as políticas públicas, podem criar oportunidades para afastá-los das drogas e da criminalidade. Apelo ao poder público que ouça o nosso clamor”, destacou.

Em pronunciamento, o parlamentar jovem Júnior Lucas enalteceu a história do município de Arez e destacou a necessidade de valorização dos pontos turísticos do Estado. “É importante fortalecer esses pontos turísticos para que eles sejam melhor frequentados pela população e pelos visitantes”, declarou o deputado. Já o jovem João Carlos, representante do município de Maxaranguape, disse que a cidade tem boa exploração turística, “mas a educação e a segurança deixam a desejar”, falou.

Ao final da sessão, a deputada Márcia Maia (PSDB) reforçou a importância do projeto. “O Parlamento Jovem tem por objetivo estimular o debate entre a juventude, destacando assuntos relevantes de seus municípios, também oportuniza o conhecimento sobre a missão e o funcionamento do Poder Legislativo”, concluiu Márcia.

Assessoria

PF cumpre mandados da 31ª fase Lava Jato em SP, RJ e Distrito Federal

policia_federal

Policiais federais cumprem mandados referentes à 31ª fase da Operação Lava Jato em São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal desde a manhã desta segunda-feira (4). Ao todo, foram expedidos 35 ordens judiciais, sendo quatro de prisão temporária, uma de prisão preventiva, 23 de busca e apreensão, além de sete conduções coercitivas, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento.

A ação foi batizada pela PF de “Abismo” e investiga crimes como organização criminosa, cartel, fraudes licitatórias, corrupção e lavagem de dinheiro oriundo de contratos da Petrobras, em especial do contrato celebrado pelo Consórcio Novo Cenpes para a construção do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), no Ri de Janeiro.

O esquema no Cenpes envolve R$ 39 milhões em pagamentos de propina para empresa participante do certame, diretoria de Serviços da Petrobrase também para o PT, segundo as investigações.

Paulo Adalberto Alves Ferreira, ex-tesoureiro do PT, é alvo do mandado de prisão preventiva, mas ele já estava preso em São Paulo, desde o dia 24 de junho, quando foi alvo da Operação Custo Brasil, um desdobramento da Lava Jato. A PF também cumpriu um mandado de busca e apreensão de bens de Ferreira, em Brasília.

O ex-tesoureiro é suspeito de ter iniciado as tratativas e recebido valores ilícitos oriundos da Consist, pivô do esquema descoberto na Custo Brasil que teria desviado R$ 100 milhões do crédito consignado de funcionários públicos.

Ferreira é marido da ex-ministra do Desenvolvimento Social no governo Dilma Tereza Campelo e próximo ao ex-ministro José Dirceu, já condenado na Lava Jato.

Também foram presos Edson Freire Coutinho, executivo da Schahin Engenharia, e Roberto Ribeiro Capobianco, segundo a PF. Erastor Messias da Silva Jr. e Genesio Schiavinatto Jr. são considerados foragidos.

PF prende caminhoneiro com 62 quilos de cocaína em Mossoró/RN

drogas_uKJGOft

A Polícia Federal prendeu em flagrante, na tarde deste domingo (3) em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte, um caminhoneiro que transportava 62 quilos de cocaína. Com o homem ainda foram apreendidos R$ 8 mil em dinheiro e um revólver cal. 38, munições.

A prisão aconteceu em um posto de gasolina às margens da BR-304. A PF investigava uma informação que dava conta de que um caminhão Scania, com placas de Presidente Prudente, São Paulo, chegaria neste domingo trazendo um carregamento de drogas do Mato Grosso do Sul para ser distribuído em Mossoró.

Com as informações sobre as características do veículo, os policiais passaram a vigiar as principais entradas de Mossoró e, no início da tarde, conseguiram identificar o caminhão suspeito.

Ao ser abordado, o motorista não ofereceu resistência. A PF encontrou um revólver na cabine do caminhão. A droga estava acondicionados em sacos e escondida também na cabine do caminhão. O acusado recebeu voz de prisão e foi levado para a sede da delegacia da PF, onde foi autuado.

Durante o depoimento, o suspeito se negou a responder a maioria das perguntas, invocando o direito constitucional de permanecer calado e só falar em Juízo. Indiciado por tráfico interestadual de drogas e porte ilegal de arma de fogo, o acusado foi encaminhado para a Cadeia Pública de Mossoró, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Projeto de Ezequiel Ferreira propõe selo de qualidade para produtos potiguares

unnamed (1)

Uma marca que caracterize e valorize os produtos da agricultura familiar potiguar, em especial carne, queijo e seus derivados, garantindo sua qualidade e ao mesmo tempo divulgando o Rio Grande do Norte no Brasil, e quem sabe, no mundo. Esse é o objetivo do Projeto de Lei de autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

Apresentado e lido em plenário, a proposta que institui o selo de qualidade “Sabor Potiguar” destacará os setores da agropecuária familiar, pecuária leiteira, pecuária de corte e demais agroindústrias. Será concedido aos produtos oriundos de pessoas físicas ou jurídicas. Para tal, as etapas de produção, processamento e embalagem deverão acontecer no Rio Grande do Norte. Além disso, os produtos deverão estar em conformidade com as normas sanitárias, ambientais e fiscais e obedecerem aos padrões técnicos de produção, de suas respectivas áreas.

A importância social e econômica recebe destaque por parte do autor do projeto, deputado Ezequiel Ferreira de Souza. “A intenção é inserir os agro empreendedores no mercado de forma mais competitiva, tendo como premissas a sustentabilidade social, econômica e ambiental, além de facilitar a fiscalização dos órgãos de vigilância sanitária e ambientais, a partir do cadastro que deverá ser gerado para controle e emissão dos respectivos selos”, justifica.

De acordo com o texto da proposta, o controle, a confecção e a distribuição do selo de qualidade ficarão a cargo de regulamentação por parte do Governo do Estado, assim como as datas limites para entrada do mesmo no mercado, a depender das políticas agropecuárias em curso e os modelos de incentivo em vigor. O selo conterá informações de origem do produto, prazo de validade, região de produção, nome e endereço do produtor.

Depois de lido em plenário o projeto seguirá para apreciação nas comissões temáticas da Assembleia Legislativa. Os passos seguintes serão votação e, após aprovação por maioria dos parlamentares, sanção governamental.

Sabor Potiguar

“Um passo importante”. É assim que o presidente da Associação Norte-Rio-Grandense de Criadores (Anorc), Marcelo Passos, classifica a iniciativa parlamentar. Entusiasta da proposta ele vê uma oportunidade de benefício para diversos setores. “O ganho é colossal. A gente passa a ter um produto certificado, com qualidade. E ele passa a ser defendido no mercado local e internacional”, analisa o presidente da Anorc.

Marcelo Passos chama atenção para a necessidade da não burocratização do processo. “A regulamentação precisa contemplar uma legislação praticável ao pequeno e médio produtor. Tem que ser enxuta, assim como o queijo da Serra da Canastra, em Minas Gerais, para que ganhe força”, exemplifica, afirmando que a estrutura já existe. “Mas é preciso que a legislação não engesse o funcionamento do produtor”, completa.

O queijo da Serra da Canastra é produzido há mais de 200 anos em Minas Gerais, tem um sabor forte, meio picante, denso e encorpado, e desde maio de 2008 é patrimônio cultural imaterial brasileiro, título concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Padronização

O poder e o aumento do apelo econômico obtido com a padronização dos itens produzidos no Rio Grande do Norte são os pontos fortes do projeto segundo o superintendente do Sebrae, Zeca Melo. “É uma iniciativa exitosa, a exemplo de outras regiões e países que estabeleceram esse tipo de regulamentação”, avalia.

Zeca Melo reconhece a importância da certificação para o desenvolvimento de algumas cadeias produtivas e defende o reconhecimento de um padrão como forma de incluir nossos valores e cultura no produto. “Se a gente resgatar isso vamos ajudar a economia do produtor e multiplicar o potencial do turismo, do consumo. O pequeno empresário sofre muito com a insegurança trazida pelos órgãos de licenciamento. Tendo um padrão reconhecido de produção se oportuniza a competitividade para o pequeno produtor”, elencou.

Homofobia: Amiga diz que jovem morto em universidade do Rio sofria “ameaças veladas”

Corpo de estudante de arquitetura foi encontrado em campus da Universidade Federal do Rio com marcas de agressão
Corpo de estudante de arquitetura foi encontrado em campus da Universidade Federal do Rio com marcas de agressão

BBC – Uma amiga do estudante encontrado morto no campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro no sábado afirmou que ele tinha medo de ser agredido e já havia sofrido ofensas de caráter homofóbico e racista. Ela disse também que o jovem seria alvo de “ameaças veladas” por parte de supostos alunos da universidade.

A polícia do Rio de Janeiro não confirma que a morte de Diego Vieira Machado tenha sido motivada por homofobia ou racismo – embora não descarte a possibilidade. A instituição divulgou nota afirmando que uma “perícia detalhada foi realizada no local e amplo trabalho de investigação foi iniciado para apurar de forma a dinâmica do fato”.

Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital afirmaram à imprensa local que já investigam ameaças que o jovem vinha recebendo.

Machado tinha 24 anos, era estudante da faculdade de Arquitetura da UFRJ e morava no alojamento estudantil dentro do campus.

Segundo o Departamento de Homicídios da Capital, ele foi encontrado morto na noite de sábado às margens da Baía de Guanabara, na Ilha do Fundão – em uma área da universidade.

A estudante de comunicação social Pérola Gonçalves, de 22 anos, afirmou que mora no alojamento estudantil e era amiga de Machado. Ela disse que ele seria alvo frequente de ofensas de caráter homofóbico e racista por parte de supostos estudantes do campus e tinha medo de ser agredido.

“Ele era um homem negro, LGBT, bissexual e tinha trejeitos de homem gay. Era uma pessoa incompreendida e sofreu muito com a homofobia e o racismo”, disse ela.

“Era frequente ele ser atacado (com ofensas). Ele dizia que sentia muita raiva do mundo”, afirmou ela.

Ela afirmou que Machado “sabia que era um alvo”, por isso começou a praticar judô e kung fu, para se defender.

A entidade estudantil Diretório Central dos Estudantes UFRJ publicou mensagem em sua página no Facebook afirmando que o corpo do jovem tinha sinais de espancamento. POliciais afirmaram que ele tinha marcas de agressões na cabeça.

Diego Machado
Polícia não divulga motivação da morte mas não descarta crime de intolerância

A entidade também fez críticas à suposta falta de segurança no alojamento estudantil – que fica perto de onde o corpo foi encontrado.

“Não podemos deixar de denunciar a falta de segurança, a situação de vulnerabilidade e violações de direitos que os moradores do alojamento estão submetidos diariamente. Precisamos de mais segurança!”, afirmou a entidade em nota no Facebook.

Ameaças

Gonçalves afirmou que Machado já havia sofrido ameaças veladas dentro do alojamento. “Uma vez uma pessoa branca entrou no alojamento, que estava cheio de estudantes negros e disse que o ambiente estava ‘muito pesado'”.

“Um homem disse para o Diego: ‘eu gosto quando você me chama de racista'”, afirmou a estudante.

A morte do rapaz causou comoção na internet, mas nem todas eram de pesar. A reprodução de um e-mail com uma ameaça supostamente destinada a Machado circulou nas redes sociais.

Ela teria sido assinada por um suposto grupo chamado Juventude Revolucionária Liberal Brasileira. A mensagem tem conteúdo homofóbico.

Estudante

Diego MachadoImage copyrightPEROLA GONÇALVES
Image captionAmiga diz que insultos relacionados a homofobia e racismo seriam frequentes na vida de Machado

Segundo sua amiga, Machado era natural do Pará e havia se mudado para o Rio para estudar. Ele cursou inicialmente Letras na UFRJ e depois mudou para a faculdade de Arquitetura.

O estudante estaria com a matrícula trancada e pretendia prestar vestibular paras Publicidade, a fim de mudar novamente de faculdade.

A reitoria da UFRJ divulgou nota afirmando que se “junta aos amigos e familiares do estudante neste momento de dor, e informa que acompanhará de perto as investigações sobre o caso junto às autoridades policiais”.

A Polícia Civil não deu detalhes sobre as circunstâncias da morte de Machado para “não atrapalhar as investigações”. A instituição disse porém que mais detalhes do caso devem ser divulgados na manhã de segunda-feira.

Em esclarecimentos, perícia mantém laudo sobre impeachment

size_810_16_9_2016-05-31t025638z_518878214_s1aethddvqab_rtrmadp_3_brazil-politics

Exame – A Junta Pericial responsável pela análise do processo de impeachmentda presidente afastada Dilma Rousseff respondeu nessa sexta-feira, 1º, aos questionamentos feitos pela defesa e senadores.

Na conclusão, os peritos alegam que mantêm posicionamento apresentado no primeiro laudo. “Ante o exposto, mantêm-se inalteradas as conclusões exaradas no Laudo Pericial”, encerra o documento de 126 páginas.

No laudo entregue na segunda-feira, 27, entre outras considerações, basicamente a perícia identificou ato da presidente na edição dos decretos de crédito suplementares, mas isentou Dilma Rousseff de ação nas chamadas pedaladas fiscais.

Em resumo, apesar de responder aos mais de 70 questionamentos, os peritos concluem que nenhum deles chegou a mudar seu ponto de vista sobre os aspectos da perícia. Apesar de a defesa ter dito que o laudo pericial favoreceu a presidente, foi a acusação quem se absteve de fazer perguntas.

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que é parte da tropa de choque da presidente, questionou se havia dolo de Dilma nos decretos, já que a perícia considera que há “ato comissivo” da petista.

A perícia, por sua vez, alegou que não é competência dos peritos verificar a existência de dolo. “Esse juízo significaria adentrar no próprio mérito da causa, o que compete, no atual estágio do processo, exclusivamente aos senhores senadores”, diz o documento.

Atentado reivindicado pelo EI deixa ao menos 119 mortos no Iraque

mkjsahdhds

Ao menos 119 pessoas morreram e mais de 140 ficaram feridas neste domingo em um atentado suicida em Bagdá reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI), o pior ataque na capital iraquiana em 2016.

O atentado ocorreu em uma rua comercial do bairro de Karrada da capital iraquiana, onde muitas pessoas costumam fazer suas compras antes da festa do fim do Ramadã.

Segundo autoridades de segurança do país, ao menos 119 pessoas perderam a vida e mais de 180 ficaram feridas.

O governo decretou três dias de luto nacional e anunciou que serão reforçadas as medidas de segurança, após ter sofrido críticas e questionamentos.

O primeiro-ministro, Haider al Abadi, se dirigiu ao local do atentado e prometeu punir os responsáveis, mas os iraquianos estão furiosos diante da incapacidade do governo de impedir este tipo de ataque.

Uma das novas medidas anunciadas é a reitada de detectores de explosivos com ineficácia comprovada.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra homens lançando pedras contra um comboio que parece ser o de Abadi.

A explosão também provocou danos importantes. Vários imóveis e lojas foram arrasados pelas chamas, em incêndios que continuavam ativos doze horas após o atentado.

Um membro das unidades de Proteção Civil explicou que a identificação das vítimas “vai levar vários dias”.

Hussein Ali, um ex-soldado de 24 anos, disse que seis pessoas que trabalhavam na loja de sua família morreram e que seus corpos ficaram tão carbonizados que não puderam identificá-los.

O EI reivindicou o ataque, afirmando que um de seus combatentes detonou um carro-bomba perto de uma reunião de muçulmanos xiitas, segundo o centro de acompanhamento de grupos terroristas SITE.

O ataque foi registrado uma semana após o EI ter perdido a cidade de Fallujah para as tropas governamentais iraquianas, apoiadas pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

O atentado demonstra que, apesar das derrotas sofridas no Iraque e na Síria, o EI mantém sua capacidade operacional e é capaz de atacar longe de suas bases.

A única cidade principal que ainda está sob seu controle é Mossul (norte), segunda em importância no país. As tropas iraquianas lançaram várias ofensivas para recuperá-la.

O último ataque de grande porte do EI em Bagdá ocorreu em 17 de maio. Foi um duplo atentado que deixou 50 mortos e mais de 100 feridos.

O ocorrido neste domingo volta a colocar em evidência o governo iraquiano e sua capacidade para detectar e conter o grupo extremista. Muitos questionam a eficácia dos detectores de explosivos e dos controles para entrar na capital, considerando que não são suficientes.

Capacidades de ataque

O ataque também ocorreu dois dias após o Pentágono anunciar a morte de dois chefes militares do EI em um ataque da coalizão perto de Mossul em 25 de junho.

No bombardeio “morreram Basim Mohamed Sultan al-Bajari, o vice-ministro de guerra do EI, e Hatim Talib al-Hamduni, um comandante militar de Mossul”, segundo a mesma fonte.

Ambos eram dois dos “principais responsáveis militares do EI no norte do Iraque” e sua morte permite “preparar o terreno para que as tropas iraquianas libertem Mossul com o apoio da coalizão”.

Os Estados Unidos esperam concluir a campanha militar contra o grupo Estado Islâmico até o fim do verão de 2017.

Segundo o diretor da CIA, John Brennan, embora o EI tenha perdido terreno em seus redutos de Iraque e Síria, mantém intactas suas capacidades para cometer atentados terroristas.

“À medida que a pressão aumentar” sobre o EI em terra, “acreditamos que intensificará” seus esforços para manter sua posição de organização terrorista mais forte do mundo, disse Brennan em junho.

O enviado da ONU para o Iraque, por sua vez, condenou um “ato covarde e odioso de proporções sem igual” e convocou as autoridades a levar os responsáveis à justiça.

Este grupo extremista, que também ocupa grande parte da Síria, também cometeu múltiplos atentados em vários países do mundo.

* AFP

Ao lado de lideranças, Ezequiel Ferreira participa de comemorações juninas em Canguaretama

Fotos de Laurivan de Sousa
Fotos de Laurivan de Sousa

As comemorações juninas continuam no Rio Grande do Norte neste fim de semana. Neste sábado (2), o deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia, participou da comemoração junina em Canguaretama, na região Agreste. Ao lado do governador Robinson Faria (PSD), Ezequiel foi recebido pelos ex-prefeitos Wellinson Ribeiro e João Wilson, além de vereadores do município.

Durante a noite, Ezequiel conversou com a população e ouviu pleitos para melhorias nas áreas de saúde, educação e desenvolvimento ao lado do pré-candidato apontado como favorito ao pleito deste ano, Wellison Ribeiro.

Ezequiel lembrou requerimentos encaminhados ao Governo do Estado, solicitando ambulâncias para atender a demanda do Hospital Regional Prof. Dr. Getúlio de Oliveira Sales, além de viatura policial e aumento do efetivo para atender uma população de mais de 30 mil habitantes de Canguaretama.

Outra solicitação foi a perfuração de poços tubulares, com atenção especial aos distritos de Areia Branca, Catú e Oteiro. Outra ação já solicitada foi a Operação Tapa-Buracos na RN-269, no trecho que liga Canguaretama e a praia de Barra de Cunhaú, além da inclusão na relação dos municípios contemplados com o programa itinerante “Defensoria na Comunidade”.

Rádio Nordeste apresenta documento atrasado no senado e tem pedido arquivado (IEADERN)

nordeste_evangélica

Os membros da IEADERN que contribuem com a transferência da Radio Nordeste AM para FM precisam saber de todos os detalhes. Mas quem vai explicar o que está havendo com a nossa Rádio Nordeste?

Documentação diz que pedido de transferência de razão social da Rádio Nordeste Ltda. para a Fundação Eurico Bergsten – ou titularidade – foi arquivado no senado federal. Por causa de documentação com data anterior a da resolução que a normatiza.

O despacho é datado em 22 de março de 2016, há três meses. Não vimos nem uma explicação por parte dos lideres da campanha de arrecadação econômica.

Apesar de que a documentação exposta aqui não diz respeito a mudança de AM para FM, mas ao ler o documento abaixo; este arquivamento pode trazer prejuízo ao andamento da mudança da emissora, de AM para FM. Ou não?

Quem pode explicar são os arrecadadores das economias.

As informações, dão conta de que a transferência pode ser realizada em até cinco anos. Mas as documentações tem de ter toda a legalidade como exigido em lei. O que certamente deve acontecer. É o que se espera. Mas esse arquivamento vai nos prejudicar?

Os membros precisam de transparência de tudo, e isso é bom para todos.

Na última reunião, há dez dias, já haviam arrecadado quase 1,7 milhões.

Então não existe falta de dinheiro, já que nossos irmãos, de bom grado estão fazendo suas doações.

Com a palavra, os senhores responsáveis para explicar a referida citação aqui exposta.

Veja o documento no senado federal: Linke < http://legis.senado.leg.br/mateweb/arquivos/mate-pdf/189822.pdf >

Slide1 Slide2 Slide3 Slide4 Slide5

4ª Mostra de Cinema de Gostoso abre inscrições

3amostracinemagostoso_fotoalinearruda_66

A Mostra de Cinema de Gostoso agita culturalmente, pelo quarto ano consecutivo, a cidade de São Miguel do Gostoso, no litoral norte do RN. Com uma tela de cinema (12 m de comprimento) montada ao ar livre, na Praia do Maceió, a população terá a chance de ver os mais recentes lançamentos cinematográficos brasileiros durante cinco dias. As inscrições para a 4ª Mostra de Cinema de Gostoso estão abertas até o dia 23 de agosto e podem ser feitas no site do festival.

O evento acontece de 18 a 22 de novembro. A curadoria coletiva é feita pelos 52 alunos dos cursos de formação técnica e audiovisual, o “Coletivo Nós do Audiovisual”, juntamente com a equipe da Heco Produções e direção geral de Eugenio Puppo.

Além das exibições na praia, também serão feitas sessões em ambientes fechados, que incluirão debates com personalidades, diretores e atores dos filmes, entre outros. O melhor longa e o melhor curta-metragem serão escolhidos pelo público para receber o Troféu Luis da Câmara Cascudo.