Deputados debatem com servidores antes de reunião com governador do RN

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), e os deputados Fernando Mineiro (PT) e Larissa Rosado (PSB) tiveram mais um encontro com servidores públicos do Rio Grande do Norte. Em pauta, parlamentares e o fórum dos servidores debateram as diretrizes da reunião que terão com o Poder Executivo para tratar sobre o pagamento ao funcionalismo.

“Como eu disse na reunião de terça-feira (5), reafirmo que estamos solidários ao pleito dos servidores e vamos fazer de tudo para que tenhamos uma solução”, explicou o presidente Ezequiel Ferreira aos servidores, lembrando que já fez o contato com o governador Robinson Faria confirmou a reunião com o Executivo e os servidores.

Também no encontro, o deputado Fernando Mineiro disse que os parlamentares estão acompanhando a situação e vão apoiar os servidores na busca por alternativas. No mesmo sentido, a deputada Larissa Rosado espera que o Governo apresente uma solução no encontro de sexta-feira (15).

“Estamos otimistas para uma boa resposta do Governo, principalmente com relação aos recursos que estão sendo buscados junto ao Governo Federal. Vocês (servidores) têm nossa solidariedade”, garantiu Ezequiel Ferreira.

Por que o deputado e artista Tiririca não pagou um plano de saúde para mãe?

Resultado de imagem para Tirica
Foto: Internet

Depois que se ver uma pessoa humilde como o deputado federal e artista Tiririca subir na vida e chegar a onde chegou. Como ficou mais capitalizado do que quando era apenas palhaço.

Mas, aí fica a intriga de uma pergunta: por que o deputado e artista Tiririca não pagou um plano de saúde para mãe?

Responda você se puder…

TEXTO DO DISCURSO DE TIRIRICA NO DIA DE ONTEM, 06.

Lula diz que Operação Lava jato ajudou a quebrar o Rio de Janeiro

Lula disse também que chegará à corrida presidencial de 2018 com disposição para ganhar: "Estou com 72 anos e o tesão de um homem de 20 para fazer política". Foto: Felipe Araújo
Lula disse também que chegará à corrida presidencial de 2018 com disposição para ganhar: “Estou com 72 anos e o tesão de um homem de 20 para fazer política”. Foto: Felipe Araújo
Em caravana há três dias por Espírito Santo e Rio de Janeiro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na noite desta quarta-feira, 6, que a Operação Lava Jato ajudou a quebrar o Estado do Rio. Para um público de milhares de apoiadores e ao lado da ex-presidente Dilma Rousseff, ele fez um comício de 25 minutos num palco montado na praça central de Maricá (RJ), cidade praiana governada pelo PT.
“A Lava Jato não pode fazer o que está fazendo com o Rio. Se um empresário errou, prende o empresário. Mas não quebra a empresa, porque quem paga é o trabalhador. Porque dizem que meia dúzia roubou, não podem causar o prejuízo que estão causando à Petrobras”, afirmou. “Eu nunca na minha vida vi o Rio tão pobre, infeliz, quase na falência. O governador não tem 1% de aprovação o outro governador está preso, o outro também, a governadora também, o presidente da Assembleia também. A política está em processo de destruição no País e o Rio é exemplo disso”, disse Lula, em referência ao governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), aos ex-governadores Sérgio Cabral (PMDB), Anthony Garotinho (PR) e Rosinha Garotinho (PR) e ao presidente afastado da Alerj Jorge Picciani (PMDB).
Lula disse também que chegará à corrida presidencial de 2018 com disposição para ganhar: “Estou com 72 anos e o tesão de um homem de 20 para fazer política. Se querem me derrotar, vão disputar comigo nas urnas”.
O município de Maricá é governado pelo PT há oito anos. Lurian da Silva, filha de Lula, é dirigente local da legenda e participou do ato. Mais cedo, a prefeitura da cidade mandou arrancar cartazes colados nos muros com dizeres contra o ex-presidente: “Fora de Maricá. Lula ladrão, seu lugar é na prisão”. A segurança foi reforçada pela polícia por conta da possibilidade de haver protestos contra ele, mas nada aconteceu.
Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/politica/2017/12/06/interna_politica,733694/lula-diz-que-operacao-lava-jato-ajudou-a-quebrar-o-rio-de-janeiro.shtml

Saiba o que disse Tiririca em seu discurso final na Câmara do Deputados

Resultado de imagem para Tiririca na Tribuna da Câmara
Foto: da internet

Tiririca (PR-SP) subiu à tribuna da Câmara, pela primeira vez nesta quarta-feira (6/12), e fez seu discurso de despedida da vida pública depois de quase sete anos como deputado federal. Ele foi eleito por duas vezes com mais de um milhão de votos ele disse que está decepcionado com a política.

À imprensa, por meio da assessoria de imprensa, Tiririca disse que ainda vai concluir seu mandato, mas não irá se candidatar novamente. Conforme as informações, a ideia era de 2013 — quando o primeiro mandato chegou ao fim.

Ao dizer que finalizaria o mandato, o deputado provocou milhares de manifestações na internet, mas voltou atrás e agora diz que ficará até o final de 2018.

Discurso

Visivelmente emocionado, Tiririca disse: “subo nessa tribuna pela primeira e pela última vez”. Ele ainda pediu que os parlamentares que trabalhassem com seriedade.

“Todos nós ganhamos bem para trabalhar. Nem todos trabalham. São 513 deputados e só oito estão entre os mais assíduos. Eu sou um dos oito. Um palhaço de circo de profissão. Nunca brinquei aqui dentro”, disparou.

 

Do blog: TIRIRICA DIZ QUE LEVOU A MÃE PARA UM HOSPITAL PÚBLICO. MAS FICOU UMA PERGUNTA AQUI COMIGO: esse cara não tinha, durante esses sete anos, como pagar um plano de saúde para sua mãe não? 

 

Fonte: https://www.dm.com.br/politica/2017/12/saiba-o-que-disse-tiririca-em-seu-discurso-final-na-camara-do-deputados.html

Aplicativo potiguar de consultas médicas se consolida no mercado nordestino

Em operação há pouco mais de um mês, o aplicativo Bomédico, desenvolvido pela empresa potiguar Global Gapps Markerting, que facilita o agendamento de consultas médicas virou referência no Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará,  Pernambuco e iniciando os trabalhos em Alagoas tem sido elogiado tanto por médicos, quanto por pacientes.
O aplicativo faz parte de uma plataforma de agendamento e gerenciamento de consultas que tem por objetivo promover uma maior agilidade na marcação, no gerenciamento das consultas e no relacionamento com os pacientes, reduzindo o tempo de espera nas consultas. Entre os benefícios diretos para os médicos estão: a disponibilidade da agenda, aumento na participação do mercado, criação de um canal de relacionamento direto com os pacientes (via atendente), preenchimento e organização da agenda, aumento do número de atendimentos e a redução dos custos administrativos.
O diretor da Global Gapps, Rilton Campos, contou que, mesmo com o curto prazo de tempo, quase 100 médicos de diversas especialidades, além de profissionais da área da saúde como odontologistas, nutricionistas e fisioterapeuta já estão cadastrados.
“Nós invertemos o processo. Na nossa plataforma o médico passa a oferecer a sua agenda. Isso permite que o cliente baixe o aplicativo gratuitamente e possa localizar imediatamente aquele profissional que ele quer naquele dia com alguns filtros como localidade, especialidade, subespecialidade e gênero”, contou.

Vereadores-mirins de Cruzeta visitam Memorial Legislativo

A estudante Ana Valéria da Silva, 15, atravessou apressada os corredores do Memorial Legislativo com seu smartphone empunhado para registrar uma parte do acervo, quando foi abordada para falar sobre a visita guiada. Vereadora-mirim do município de Cruzeta, a jovem traz um discurso entusiasmado sobre o contato com a política como forma de crescimento cidadão.

“Foi um ano de extraordinário aprendizado. Pessoalmente, destaco dois requerimentos que nosso mandato apresentou ao Executivo, sendo um deles sobre a promoção de oficinas culturais para engajar a comunidade”, destacou a vereadora-mirim.

Assim como o Parlamento Jovem, da Assembleia Legislativa, a vereança mirim em Cruzeta busca a formação de novos cidadãos através da política. O mandato de vereador, de um ano, está sendo encerrado com uma visita aos poderes.

Para o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), a iniciativa de Cruzeta e da Assembleia Legislativa deve ser expandida.

“São exemplos como o desses meninos que nos convencem que o aprimoramento que buscamos em nossa sociedade e que ocupa a pauta das discussões podem vir por projetos como esses. A política é essencial à atividade humana”, destacou o presidente da Assembleia Legislativa.

Presente ao encontro, o prefeito José Sally (PSD), reforçou o apoio que a Assembleia Legislativa tem dado a iniciativas como essas, além de pontuar o esforço pessoal do deputado Ezequiel Ferreira em ações como a destinação de emenda parlamentar para compra de ambulância, além dos veículos de assistência hospitalar que estão estão sendo adquiridos pela Casa para serem doados aos municípios.

Presidente da Câmara de Vereadores de Cruzeta, Mônica Medeiros (PSDB), explicou que o projeto de vereadores-mirins permite que os jovens tenham mais participação na vida política da cidade.

“Eles, inclusive, desempenham mandato próprio com atribuições peculiares ao Poder Legislativo. Isso é algo que deve ser encorajado”, defendeu a presidente da Câmara de Vereadores de Cruzeta.

CNH terá novo formato a partir de 2019

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) terá um novo formato a partir de janeiro de 2019. O documento, atualmente de papel, será semelhante a um cartão de crédito, de plástico e com chip, para aumentar a segurança e evitar fraudes.

Além da resistência e da alta durabilidade, a nova CNH considera a possibilidade de inserção de dados e informações relativas aos condutores nos chips, bem como facilita acesso a certificados digitais. Ela amplia as possibilidades de utilização dos documentos, a consulta e a verificação de inúmeros dados.

Os motoristas também poderão usar o documento para pagamento de pedágio, de transporte público e para controle de acesso (prédios públicos, universidades, estacionamentos etc.). Por outro lado, a fiscalização dos órgãos competentes poderá ser mais rápida.

 

Fonte: http://www.brasil.gov.br/cidadania-e-justica/2017/12/cnh-tera-novo-formato-a-partir-de-2019

Procon da Assembleia leva atendimento ao bairro do Planalto

Crédito da Foto: Eduardo Maia

Aproximar serviços e garantir direitos do consumidor potiguar. Esse é o objetivo de mais uma ação do Procon Móvel da Assembleia Legislativa, que desta vez levará a sua unidade itinerante ao bairro do Planalto, Zona Oeste de Natal. A ação acontece nesta quinta-feira (7), das 8 às 17 horas, em frente ao supermercado Rede Mais. De acordo com o presidente da Casa Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), o projeto busca democratizar as ações do parlamento estadual.

“Queremos, com o Procon Móvel, ir além do nosso dever constitucional de legislar, julgar e fiscalizar, levando ao norte-rio-grandense atendimento gratuito e especializado em defesa dos direitos do consumidor”, afirma o presidente.

Os atendimentos itinerantes do Procon Legislativo são prestados em uma unidade móvel devidamente equipada para atender a população, oferecendo serviços que vão desde a orientação e distribuição de material educativo até a resolução de conflitos entre consumidores e fornecedores. Segundo o coordenador do órgão, os resultados das ações têm sido positivos.

“É uma iniciativa que estende o alcance dos serviços oferecidos pelo Procon Legislativo, prestando, dessa forma, relevantes serviços à sociedade. Uma proposta que aproxima a Casa do Povo junto ao potiguar e que tem alcançado expressivos resultados por onde passa”, analisa Dary Dantas.

O dirigente explica que o órgão atua com foco na resolução de conflitos por meio da conciliação entre as partes reclamante e reclamada, contribuindo para desafogar o Poder Judiciário, evitando que os processos solucionados demandem os tribunais especiais. Segundo Dary, as reclamações contra as operadoras de telefonia móvel, cartão de crédito, planos de saúde e transações financeiras lideram as queixas registradas.

Durante as ações itinerantes do órgão, a equipe busca conversar com pessoas que atuam no comércio ou oferecimento de serviços local, com a finalidade de conscientizar sobre a necessidade de se respeitar o Código de Defesa do Consumidor.

A edição do Procon Móvel no Planalto conta com o apoio do Conselho Comunitário do bairro e, nos próximos dias, segue também para Mãe Luiza e Redinha. O projeto já esteve em bairros de Natal, Parnamirim, Ceará-Mirim, Angicos e Macau.

Serviço

Além do atendimento itinerante, o Procon Legislativo atende de segunda a sexta-feira na rua Jundiaí, no bairro do Tirol, em Natal. O órgão também disponibiliza orientação através do telefone 3615-9000 ou no Whatsapp 98849-1189.

Moro pede apoio a Temer para prisão de condenados em segunda instância

Resultado de imagem para Moro e Temer
O presidente Michel Temer e o juiz Sérgio Moro | Ailton de Freitas / Agência O Globo

DE WÁLTER NUNES E THAIS BILENKY SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) –

O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, disse que o combate à corrupção não pode andar para trás e pediu o fim do foro privilegiado para autoridades. “Não são aceitáveis retrocessos”, disse Moro. O discurso aconteceu no evento Brasileiros do Ano, promovido pela revista ISTOÉ, em que Moro foi o principal homenageado. “É necessária a revisão do instituto do foro privilegiado.

Primeiro porque ele é contrário ao princípio fundamental da democracia que é o princípio do tratamento igual”, disse o magistrado. “Eu falo isso com bastante conforto porque eu como juiz também sou detentor desse foro privilegiado e eu não vejo nenhum problema que ele seja retirado dos juízes. Eu não quero esse privilégio para mim”, disse Moro. Neste momento o juiz foi aplaudido efusivamente pela plateia.

O presidente Michel Temer e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, sentados a poucos passos de Moro, não aplaudiram. Antes do discurso de Moro, Temer, os ministros Moreira Franco e Henrique Meirelles e o presidente do Senado, Eunício Oliveira, foram os únicos a não se levantar para aplaudir o juiz. Os outros 20 nomes no palco ficaram de pé.

No mês passado o presidente sancionou medida provisória aprovada pelo Congresso que deu status de ministro a Moreira Franco e assim garantiu foro privilegiado ao aliado. Tanto Temer quanto Moreira Franco são investigados pela Operação Lava Jato. No palco ainda havia outros citados por delatores da operação, como o ministro Helder Barbalho, o presidente da FIESP, Paulo Skaf, e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), escolhido como o Brasileiro do Ano na Política. Moro também se dirigiu diretamente a Temer pedindo que o governo pressione o Supremo Tribunal Federal a não mudar o entendimento em relação à possibilidade da prisão de um condenado em segunda instância.

Fez o mesmo com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ao dizer que é importante manter investimentos na Polícia Federal. “Me parece que alguns investimentos são necessários para o refortalecimento da Polícia Federal”, disse. “Na próxima quinta-feira haverá uma cerimônia em Curitiba em que serão devolvidos para a Petrobras recursos recuperados nesses casos criminais da ordem de mais de R$ 600 milhões”, disse. “Então investir no combate à corrupção é algo que eleva a economia.” Moro também disse que é preciso diminuir o loteamento de cargos públicos e reformar os tribunais de contas.

Questionado pela Folha sobre defender a Lava Jato ao lado de Temer e outros envolvidos no escândalo, Moro riu. “Vou ficar devendo uma resposta”, disse. Sobre a revisão pelo STF da possibilidade de rever o cumprimento de pena após decisão em segunda instância, o juiz disse que “ainda acha incerto que vão rever”. “Outros ministros também podem mudar de posição, então não acho assim tão certo [que revertam o entendimento]”, afirmou.

Perguntado a quais ministros se referia, Moro declinou. “Vou ficar devendo essa resposta.” Na segunda (4), o ministro Gilmar Mendes, do STF, disse que a prisão após condenação em segunda instância não é obrigatória e que é preciso desconfiar se o Ministério Público tentar ocupar um vácuo de poder.

Em 2016, o Supremo decidiu que a pena poderia começar a ser cumprida depois que um tribunal referendasse a primeira decisão. Gilmar, naquela época votou a favor da execução provisória da pena, mudou de opinião e agora defende que o réu recorra em liberdade. “Seria possível prender-se. Mas não dissemos que era obrigatória a prisão”, destacou o ministro durante evento em Brasília.

 

Fonte: http://www.bemparana.com.br/noticia/541293/moro-pede-apoio-a-temer-para-prisao-de-condenados-em-segunda-instancia

Prefeito e vice de Passa e Fica/RN é caçado pela justiça

Leonardo Lisboa, prefeito da cidade de Passa e Fica, no interior do Rio Grande do Norte (Foto: Reprodução/Facebook)
Leonardo Lisboa, prefeito da cidade de Passa e Fica, no interior do Rio Grande do Norte (Foto: Reprodução/Facebook)

Do G1RN

A Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte determinou nesta terça-feira (5) a cassação dos mandatos do prefeito e do vice-prefeito do município de Passa e Fica, na região Agreste potiguar. Além deles, um ex-prefeito do município e um servidor municipal foram condenados. A decisão cabe recurso.

A decisão judicial é da juíza Tatiana Socoloski Perazzo Paz de Melo, da 12ª Zona Eleitoral, que também determinou a realização de novas eleições, após o afastamento da chapa.

De acordo com o que confirma a decisão, o prefeito Leonardo Lisboa (PSD) e o seu vice, Aluzío Almeida de Araújo, cometeram os crimes de “abuso de poder econômico e político” durante o pleito eleitoral de 2016. Além disso, os dois foram condenados por conduta vedada a agente público e captação ilícita de voto.

Ainda segundo a decisão judicial, o ex-prefeito Pedro Augusto Lisboa, tio de Leonardo Lisboa, utilizou do cargo que ocupava para beneficiar o sobrinho nas eleições. Leonardo Lisboa teria participado de inaugurações e carreatas, ao lado do parente, antes do período de campanha.

No que concerne ao ex-prefeito Pedro Augusto Lisboa, a condenação foi de multa. Ele foi condenado a pagar R$ 79.800,00. Já Jailson Floriano do Nascimento teve seu diploma de servidor público cassado e foi multado em R$15.960,00, por trabalhar em favor dos intereses partidários e eleitorais de Leonardo Lisboa em horário de expediente durante a campanha eleitoral de 2016.

Além da cassação, a decisão determina que Leonardo Lisboa e Aluzío Almeida fiquem inelegíveis por oito anos, contados a partir de 2016, e paguem multas no valor de R$53.200,00 e R$26.600,00, respectivamente.

G1 tentou contato com Leonardo Lisboa através do telefone da Prefeitura de Passa e Fica, no entanto não conseguiu.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/justica-determina-cassacao-de-prefeito-e-vice-de-passa-e-fica-rn.ghtml

Adolescente de 16 anos é morto a tiros na Zona Oeste de Natal

Guilherme Kelvin jogava futebol com os amigos quando foi perseguido e baleado (Foto: PM/Divulgação)
Guilherme Kelvin jogava futebol com os amigos quando foi perseguido e baleado (Foto: PM/Divulgação)

Um adolescente de 16 anos foi morto a tiros na noite desta terça-feira (5) no bairro de Felipe Camarão, na Zona Oeste de Natal. Segundo a Polícia Militar, Guilherme Kelvin Brito de Freitas jogava futebol com os amigos quando foi perseguido e baleado. Ninguém foi preso.

Ainda de acordo com a PM, por volta das 21h, três homens armados chegaram na Rua São Sebastião e perseguiram o rapaz. Ele ainda tentou fugir, mas acabou atingido por vários disparos. Em seguida, os criminosos.

Familiares de Guilherme Kelvin disseram que ele não tinha antecedentes criminais e acreditam que ele tenha sido morto por engano. Ainda segundo a família da vítima, o adolescente mantinha uma rotina de casa para os treinos de futebol com os amigos.

Segundo a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ainda não há uma linha definida de investigação.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/adolescente-de-16-anos-e-morto-a-tiros-na-zona-oeste-de-natal.ghtml

Assembleia homenageia ativistas na luta pelos direitos dos portadores de HIV

Em Sessão Solene proposta pela deputada estadual Larissa Rosado (PSB), a Assembleia Legislativa homenageou, nesta terça-feira (05), personalidades que tiveram alguma atuação referente ao “Dia Mundial de Luta Contra a Aids”. A Sessão contou com a presença dos secretários de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte, George Antunes, e do Município de Natal, Maria da Saudade. O deputado e médico Getúlio Rêgo (DEM) também esteve presente à homenagem.

“O dia mundial da Luta contra a Aids dá a oportunidade de se falar da infecção por HIV e da Aids, de dedicar atenção às pessoas infectadas pelo HIV e das doenças da Aids. Esse dia já é considerado um evento anual na maior parte dos países”, discursou Larissa, evocando as atividades de luta já em curso e encorajando novas iniciativas. “Apesar de hoje a grande maioria de a população conhecer as formas de transmissão e entender que não existem grupos de risco, muito preconceito envolve os portadores de HIV”, ressaltou a parlamentar, que enalteceu o trabalho dos grupos Articulação Aids Rio Grande do Norte e Fórum LGBT Potiguar.

Larissa lembrou que o RN notificou 4.666 casos de Aids no período de 1980 a 2013 e 1.269 óbitos que tiveram a Aids como causa básica, de 1980 a 2012. Ela também ressaltou que de 2000 a 2012 a maioria dos casos de Aids eram em homens, e enquanto cinco mulheres a cada 100 mil habitantes portavam a síndrome, os homens eram 15 para cada 100 mil. “Hoje, segundo dados do Ministério da Saúde, o nosso Estado é o terceiro com maior incidência de Aids no Brasil, com uma média de 5,5 casos da doença para cada 100 mil habitantes”, afirmou a parlamentar, que solicitou ações do Governo do Estado para garantir qualidade de vida às pessoas infectadas.

Os homenageados pela deputada Larissa Rosado foram o representante do Hospital Giselda Trigueiro, João Bosco Lima Barbosa; o Hospital Rafael Fernandes, de Mossoró; o professor da UERN e enfermeiro João Bosco Filho; a subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica do Estado, Maria de Lima Alves; a secretária do Município de Natal, Maria da Saudade de Azevedo Moreira; a articuladora de IST/Aids na II Regional de Saúde de Mossoró e Região, Kelly Escóssia Formiga; o coordenador do Fórum LGBT Potiguar, Wilson Dantas Sobrinho; a secretária de Estado da Habitação, Trabalho e Assistência Social do RN, Juliane Dantas de Faria; a secretária de Comunicação do Estado, Juliska Azevedo Barnabé da Costa; o titular da Saúde estadual, George Antunes de Oliveira; o coordenador estadual do Programa de IST/Aids e Hepatites Virais do RN, Sérgio Fabiano Cabral; o articulador de IST/Aids da Regional de Saúde de Santa Cruz e Região, Iramil Araújo; a primeira ativista na luta contra Aids no RN, Maria José Sabino; a enfermeira Gina Monte; e o advogado e ativista Esdras Rodrigues Gurgel.

Falando em nome dos homenageados, o enfermeiro João Bosco Filho ressaltou o respeito às pessoas que tem HIV Aids. “Essas pessoas não precisam de julgamento, elas precisam de respeito e cuidado”, disse o homenageado, lembrando que as pessoas tratam dos direitos das minorias quando essas pessoas não são minorias, e sim cidadãs. “A Aids não está só na comunidade LGBT, mas em todos os espaços”, alertou o enfermeiro que anunciou a luta pela abertura, no próximo ano, em Natal, do primeiro Centro de Referência em Perdas do Brasil. “Não podemos esquecer que são seres humanos que estão nesse processo, e que eles não são apenas soropositivos”, concluiu João Bosco em seu discurso.

“Assembleia e Você” faz mais de 4 mil atendimentos à população de Macau

O programa “Assembleia e Você” obteve recordes de atendimentos em mais uma edição realizada neste ano. No município de Macau, onde o Poder Legislativo levou diversos serviços para a população local, foram atendidas 4.028 pessoas durante os  dos dias de realização do programa. A avaliação foi positiva por parte da população e também do presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

“Esse projeto democratiza os serviços da Assembleia Legislativa, que sai de sua estrutura física para atender a população do interior do Estado, trazendo solidariedade a uma parcela da sociedade carente em serviços de saúde e cidadania. É a força do Legislativo Estadual e de todos os que compõem a Casa do Povo em favor do norte-riograndense”, disse Ezequiel Ferreira.

Com serviços em diversas áreas, o “Assembleia e Você” realizou 1.613 atendimentos somente na área de saúde. Foram consultas de cardiologia (102), clínica geral (175), pediatria (142), ortopedia (103), nefrologia (72), eletrocardiograma (101), nutrição (84), odontologia (423), fisioterapia (43), além de da triagem adulto (226) e infantil (142).

Porém, não foram oferecidos somente os atendimentos de saúde. Na oficina de pintura e no salão de jogos, por exemplo, passaram 705 pessoas. Já para serviços sociais, foram expedidas 661 carteiras de identidade, além do corte de cabelo de 316 pessoas e fotos 3×4 para 532 pessoas que necessitavam da imagem para documentos.

Já na área de defesa do consumidor, a Assembleia também ofereceu serviços à população macauense e da região. A unidade móvel do Procon Legislativo foi até o município para atender às demandas. Ao todo, foram 101 atendimentos relacionados desde á compra de eletrônicos até falhas em serviços contratados pela população.

“São serviços que muitas vezes a população tem dificuldade para o acesso e a Assembleia busca colaborar, dar mais opções e ajudar a sanar as demandas. O ano foi importante para fazermos essas ações e buscaremos ampliá-las, levando para cada vez mais municípios”, finalizou o presidente Ezequiel Ferreira.

Especialistas defendem prevenção à aids com métodos combinados

Resultado de imagem para HIV no brasil
Foto: Internet

A prevenção à aids inclui uma série de métodos que vão além das camisinhas masculina e feminina. Entre eles, os medicamentos das profilaxias pré-exposição (PrEP) e pós-exposição (PEP), que estão entre os mais eficazes para proteger homens que fazem sexo com homens – parcela da população em que a doença mais avança. O número é maior ainda entre os meninos de 15 anos a 19 anos que são gays ou fazem sexo com homens, conforme dados mais recentes do Ministério da Saúde.

Reunidos em congresso da Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids (Abia), no Rio de Janeiro, na última semana, especialistas defenderam que campanhas de prevenção desmistifiquem práticas sexuais e tratem de identidades de gênero e sexualidades.

A pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP), Vera Paiva, que participou do evento, lembrou que os jovens, independentemente de religião, iniciam a vida sexual aos 14 anos e precisam de informação antes disso. De 2006 a 2016, a prevalência da infecção aumentou 140%, entre jovens do sexomasculino, com idades entre 18 e 25 anos. No caso das meninas, a prevalência é menor, mas preocupa o crescimento da taxa entre as mais jovens, na faixa de 15 a 19 anos.

Além da camisinha, os especialistas defendem a ampliação da disponibilização da PrEP,  que será distribuída pelo governo a grupos específicos a partir da semana que vem.
Apesar de a iniciativa ter sido comemorada, pesquisadores alertaram que a forma de distribuição das pílulas poderá significar uma mudança na política de combate à aids, pois não bastará qualquer pessoa ir ao posto de saúde e solicitar o tratamento pré-exposição.

“Tenho pensado qual a primeira política de HIV e aids no Brasil que não tenha sido universal, nesses anos todos”, questionou o sociólogo Alexandre Grangeiro, que já foi diretor do Programa Nacional de DST/Aids. “Talvez, a PrEP  seja a primeira delas”, disse.

Segundo Grangeiro, que atualmente é pesquisador do Departamento de Medicina Preventiva da USP, a maior parte da população brasileira faz “sexo na pele”, ou seja, sem preservativo. “Estamos voltando ao sexo na pele, se é o sexo na pele que a população quer, qualquer método de prevenção existente, que afirme essa possibilidade fazer o sexo na pele, é um método bem-vindo”, defendeu.

A partir da semana que vem, o Ministério da Saúde distribuirá 3,6 milhões de PrEP, durante um ano, de maneira gradativa e gratuita, em serviços de saúde de 22 municípios. As pílulas só serão distribuídas a grupos considerados chaves, como homens que fazem sexo com homens, gays, pessoas trans, profissionais do sexo e casais sorodiscordantes. O uso das pílulas será sob acompanhamento.

 

Leia Mais!

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-12/especialistas-defendem-prevencao-aids-com-metodos-combinados

Servidores pedem interlocução da AL junto ao Governo para pagamento de salários

Servidores estaduais do quadro funcional da Saúde e da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) pediram, na manhã desta terça-feira (5), a interlocução da Assembleia Legislativa junto ao Governo do Estado para solucionar o atraso do pagamento de salários. Onze deputados receberam representantes do Sindsaúde e da Aduern, por mais de duas horas, coordenados pelo presidente Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

“A Assembleia Legislativa sempre esteve aberta a receber os pleitos dos servidores estaduais. O atraso dos salários é uma questão muito séria e que tem a atenção da Casa. Nossa intenção é sentar com os poderes, amadurecer soluções e ajudar a colocá-las em prática”, disse o presidente Ezequiel Ferreira.

Líder do Governo, o deputado Dison Lisboa (PSD) informou que o governador Robinson Faria (PSD) está articulando a edição de uma Medida Provisória (MP) pelo presidente da República Michel Temer (PMDB), para conseguir auxílio extra R$ 750 milhões, a exemplo do que aconteceu com o estado do Rio de Janeiro. Os recursos, segundo ele, permitiriam a regularização do pagamento dos servidores.

A servidora Rosália Fernandes, do Sindsaúde, externou que sabe que o pagamento dos salários dos servidores do Executivo não é responsabilidade da Assembleia, mas pediu a intermediação da Casa. “Queremos sentar com todos os poderes e Ministério Público do Estado, com a presença do governador, para solucionarmos a questão”, disse ela. A professora do campus da UERN de Assú, Andressa Oliveira, ressaltou a importância desse diálogo ser construído, para que possa ser restabelecido um calendário de pagamentos, de conhecimento dos servidores.

Participaram da audiência os deputados Galeno Torquato (PSD), Fernando Mineiro (PT), George Soares (PR), Raimundo Fernandes (PSDB), Larissa Rosado (PSB), Souza (PHS), Nelter Queiroz (PMDB), Carlos Augusto Maia (PSD) e Kelps Lima (Solidariedade).

O grupo de servidores chegou à Assembleia na tarde da segunda-feira (4),  para chamar a atenção da sociedade para a questão do atraso dos salários. Além do comprometimento da Casa de manter as portas abertas para o diálogo, os deputados reafirmaram que estão à disposição para estabelecer uma ponte entre os servidores e outros poderes, inclusive com o próprio governador.