Denatran agora diz que habilitação de ‘cinquentinha’ fica para novembro

cinquentinha

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) informou nesta quinta-feira (2) que a exigência de habilitação para guiar motos “cinquentinhas” e a multa para quem não tiver o documento só valerão a partir de 3 de novembro próximo.

A decisão altera o que o próprio Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determinou, em março último: que a obrigatoriedade começaria a ser cobrada na última quarta (1º).

Autoridades da Bahia, Pará, Paraíba,Pernambuco e do Rio Grande do Norte, no entanto, informaram ao G1 que iniciaram a fiscalização na quarta e há relatos de multas por falta de habilitação.

O próprio Denatran confirmou ao G1, na última segunda-feira (30), que o prazo de 1º de junho estava mantido.

Porém, nesta quinta, em nota, informou que a exigência só poderá ser feita a partir de novembro, por conta de uma alteração feita no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), sancionada pela presidente Dilma Rousseff antes do afastamento, no último dia 4 de maio.

O órgão disse que só na última quarta (1º), após consulta jurídica, tomou conhecimento de que a lei superaria qualquer prazo determinado pelo Contran. Na prática, é a terceira vez que o início da fiscalização é adiado.

Por que prazo mudou
A lei 13.281 estabelece, entre outros itens, oaumento do valor das multas de trânsito, e mexe no artigo 162 do CTB, que proíbe dirigir sem habilitação.

O artigo atualmente diz que é infração gravíssima “dirigir veículo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação ou Permissão para Dirigir”.

Ele não cita a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), documento que também é aceito para guiar as “cinquentinhas”.

A nova lei inclui esse termo na relação, mas só entrará em vigor daqui a 180 dias.

Com articulação da Assembleia, Câmara Federal assegura Radio FM para RN

unnamed (11)

O Rio Grande do Norte ganhará um novo sinal de FM nos próximos meses. A confirmação foi feita pelo deputado federal e secretário de Comunicação Social da Câmara Federal, Cleber Verde (PRB/MA) durante a reunião da Associação Brasileira das Televisões e Rádios Legislativas (Astral) no encontro nacional da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE), que acontece até a próxima sexta-feira (3) em Aracaju.

“Esse era um pleito da nossa Assembleia por entender a importância da comunicação na divulgação das ações do legislativo que garantem ainda mais transparência na gestão” destaca o presidente da Assembleia do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira (PSDB). O presidente esteve em Brasília, em agosto de 2015, para pleitear o sinal FM para a Casa e já havia recebido apoio do Ministro das Comunicações à época.

A confirmação do deputado Cleber Verde foi assegurada em reunião em Aracaju com a coordenadora de Comunicação Social da Assembleia do RN, Marília Rocha; ao diretor em exercício da TV e rádio Assembleia, Gerson de Castro e a diretora da TV Câmara de Natal, Virginia Coelli, que participam do debate na Unale sobre os avanços da comunicação legislativa no Brasil.

A Câmara Municipal de Natal deve receber o sinal da rádio legislativa e até o fim do ano a expectativa é que o Poder Legislativo Estadual também seja contemplado com mais um sinal da Rádio FM. Hoje a Radio Assembleia divulga as ações do legislativo através da internet, na plataforma web, e nos áudio releases produzidos e enviados diariamente para as rádios do Estado.

Para o diretor da Fundação Djalma Marinho, Júlio César Queiroz, a conquista representa um importante passo no planejamento estratégico da Assembleia e irá aumentar o alcance das ações do legislativo potiguar. “Lutamos por esse sinal em Brasília e vamos garantir infraestrutura para que o Estado ganhe mais rádios legislativas e amplie a comunicação pública das ações nas casas legislativas”, destaca.

Na lista das câmaras municipais que também pleiteiam novos sinais de rádio estão as de Mossoró, Macaíba, Felipe Guerra, entre outras.

Kelps chama a atenção para calendário de pagamento dos servidores inativos

unnamed (10)

O deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) falou, durante pronunciamento desta quinta-feira (2), sobre o atraso no pagamento dos servidores do Estado, em especial dos aposentados e pensionistas.

“Em 2015, o governador passou o ano inteiro dizendo que o salário estava em dia e não citou a colaboração da Assembleia. Este ano, o Governo está atrasando a folha e punindo exatamente aqueles que o ajudaram a estabilizar a gestão e que não podem ir às ruas fazer greve, que são os aposentados”, disse Kelps.

O parlamentar se referiu ao fato dos aposentados serem os últimos a receber o pagamento relativo ao mês de maio, como foi anunciado. Kelps disse que em 2015 o Governo só conseguiu pagar a folha em dia graças à colaboração da Assembleia em aprovar o projeto que emprestava o dinheiro da Previdência para essa finalidade.

Kelps Lima falou ainda que o déficit na previdência já é de R$102 milhões. “Este valor deixa de ser gasto com a Saúde, Segurança e Educação. O Governo de Robinson precisa reordenar suas receitas e suas despesas”, afirmou.

Comissão do Impeachment acelera e votação pode ser em julho

size_810_16_9_dilma2

Exame – Diante da redução de prazos para a apresentação das alegações finais da acusação e da defesa, a nova etapa do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, a chamada pronúncia, deve ir a votação no plenário do Senado entre 12 e 13 de julho, segundo previsão do relator do processo, senador Antonio Anastasia (PMDB-MG).

O cronograma sugerido por Anastasia, que ainda precisa ser votado pela comissão do impeachment no Senado, pode sofrer alterações, uma vez que a data de votação da pronúncia no plenário do Senado depende de agendamento do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que conduz o processo de julgamento, em consonância com o presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

Mais cedo nesta quinta-feira, o presidente da comissão do impeachment no Senado, senador Raimundo Lira (PMDB-PB), reduziu o prazo para que tanto a acusação quanto a defesa de Dilma apresentem suas alegações finais, na prática acelerando a tramitação do processo em 20 dias.

Presidente Ezequiel Ferreira confirma Assembleia Cultural na 7ª Flipipa

unnamed (9)

A Assembleia Cultural, projeto que valoriza a cultura potiguar, marca seu retorno como programação agregada na 7ª edição do Festival Literário da Pipa (Flipipa), no município de Tibau do Sul, a 77 quilômetros de Natal, dias 11, 12 e 13 de agosto. A informação foi dada à produtora executiva da Flipipa, Candinha Bezerra, e ao Curador do evento, Dácio Galvão, pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), durante audiência nesta quinta-feira (2/6).

“Nada mais oportuno para o retorno da Assembleia Cultural do que somar-se à programação do Flipipa. Ambiente consagrado e propício para debater ideias, memórias, obras literárias atuais e lançar novas provocações acerca deste rico universo”, justifica Ezequiel Ferreira.

A 7ª Flipipa terá a ´Integração` como tema e renderá homenagens aos 100 anos de Hélio Galvão. Os debates se dividirão entre a Tenda dos Autores e nos estandes do Sesc Literatura e editoras parceiras.
Nesta edição vai se repetir o projeto Pipinha Literária, voltada para crianças de 5 a 14 anos.

“Temos espaços educativos e lúdicos com atividades a partir das 8h da manhã até 23h, oferecendo biblioteca móvel do Sesc-BiblioSesc, estande de editoras locais, livraria da Cooperativa da UFRN, espaço de contação de histórias, apresentações musicais, dança, teatro e restaurante” enfatiza Candinha Bezerra. Para Dácio Galvão a parceria com Fecomercio, Fiern, Sebrae e a programação agregada com a Assembleia Cultural assegura a diversidade do festival que a cada ano se consolida no calendário nacional do setor.

Vivaldo sugere Batalhão de Engenharia para execução das obras da adutora de Caicó

unnamed (8)

O abastecimento de água em Caicó, na região Seridó, voltou a ser tema de pronunciamento na Assembleia Legislativa. Na sessão plenária desta quinta-feira (2), o deputado Vivaldo Costa (PROS) fez um apelo ao Governo do Estado para que a execução das obras da adutora de engate rápido do município seja feita pelo 1º Batalhão de Engenharia de Construção.

“A sugestão de toda a classe política de Caicó é que a adutora da cidade seja construída pelo Batalhão de Engenharia, entidade que tem o conhecimento necessário para a execução da obra e que é capaz de fazê-la em curto prazo”, alegou Vivaldo.

De acordo com o parlamentar, a contratação do Batalhão de Engenharia é mais apropriada que a contratação de empresas de engenharia via processo licitatório. “As adutoras construídas por essas empresas especializadas para abastecer os municípios de Currais Novos e Acari apresentaram diversos problemas técnicos. O Batalhão é a opção mais adequada”, defendeu.

Durante o pronunciamento, Vivaldo Costa solicitou à Secretaria de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Semarh) a perfuração de poços em Caicó para o abastecimento temporário do município. “Enquanto aguardamos pela adutora, a ação emergencial é a perfuração de poços. Já foram locados 14 e agora é fazer com que sejam perfurados. Entretanto, serão necessários mais que esses”, disse.

O abastecimento de água em Caicó vem sendo atualmente feito pela adutora Manoel Torres, que capta água do Rio Piranhas, abastecido pela barragem de Coremas, na Paraíba. Segundo o deputado, o volume de água do açude paraibano é de apenas 8% e a previsão de fornecimento de água é até outubro.

A adutora de engate rápido para abastecimento do município de Caicó prevê a captação de água na Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no Vale do Açu.

Câmara pretende votar reajuste de servidores públicos hoje

size_810_16_9_camara-dos-deputados

Exame – A Câmara dos Deputados tentará votar em plenário nesta quarta-feira, 1º, o mérito dos projetos de reajuste dos servidores de diversas carreiras públicas.

A decisão, que teve o aval do presidente em exercício, Michel Temer, foi tomada em reunião entre líderes da base aliada na tarde desta quarta-feira e deve ser anunciada em breve.

De acordo com líderes da base aliada, a estratégia é começar a votação dos reajustes dos servidores públicos logo após a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prorroga até 2023 a Desvinculação de Receitas da União (DRU).

“Nem que a votação vá até cinco horas da manhã”, disse um deputado aliado.

Entre as categorias que devem ter o reajuste votado estão os servidores dos poderes Executivo e Judiciário, da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, da Defensoria Pública da União, Ministério Público, Tribunal de Contas da União, Forças Armadas, Advocacia-Geral da União, agências reguladoras, carreiras da educação e servidores de ex-territórios.

Todos os projetos que serão votados tiveram as urgências aprovadas nessa terça-feira, 31, ou em semanas anteriores. Só na terça, o plenário aprovou o regime de urgência para tramitação de 12 projetos de lei de recomposições salariais de diversas carreiras federais.

Na tarde desta quarta, representantes dessas carreiras estão negociando com o líderes da base aliada itens da votação.

De acordo com um deputado aliado, a ideia é que sejam votados apenas os reajustes salariais, excluindo outros itens que constavam nos projetos, como mudanças de carreiras.

A ideia do governo Temer é aprovar todos os reajustes em um mesmo dia.

Com isso, a administração do peemedebista quer passar o “recado” de que, a partir de agora, não terá como tratar questões salariais de forma diferenciada com as categorias. Caso não consiga concluir a votação hoje, ela será retomada na próxima semana.

Impacto

Como parte da articulação do governo, o Ministério do Planejamento emitiu nota mais cedo em que afirmou que os reajustes dos servidores públicos federais não causarão impacto adicional no Orçamento da União deste ano, uma vez que os recursos para recomposição salarial já estavam assegurados na Lei Orçamentária de 2016.

A pasta lembra que os que serão votados são resultado de uma negociação que durou cerca de oito meses e que culminaram com a assinatura de 32 termos de acordo com as lideranças sindicais.

Os acordos estabelecem, para 2016, um reajuste de 5,5% a partir de agosto, com um impacto de R$ 4,230 bilhões neste ano, que já estava contemplado no Orçamento.

Também terão tramitação em regime de urgência os projetos de lei para reajustes dos salários dos servidores do Legislativo, magistrados, desembargadores e ministros de tribunais superiores.

De acordo com o Ministério do Planejamento, esses aumentos também já estariam previstos no orçamento.

Jacó Jácome diz que falta apoio ao esporte em Natal

unnamed (7)

A necessidade de mais incentivo ao esporte foi defendida pelo deputado Jacó Jácome (PSD) na sessão plenária desta quinta-feira (2). O parlamentar afirmou que é necessário um investimento por parte da prefeitura de Natal a fim de oferecer uma estrutura mínima para a prática esportiva aos jovens da cidade.

“É preciso que o poder público dê aos seus munícipes e cidadãos ambientes esportivos que sejam propícios para o esporte e que tenham uma qualidade mínima, para dar condições aos jovens de desenvolverem o seu potencial”, afirmou o parlamentar.

Jacó Jácome externou preocupação com relação ao desemprego e ao envolvimento com drogas. “Existe uma situação de desemprego generalizada no RN e que concentra 60% na Grande Natal e mais de 30% atinge os jovens, o maior prejudicado pelo desemprego”, afirmou.

Além de sugerir a construção de praças, o parlamentar criticou a demora na conclusão da reforma do Palácio dos Esportes, localizado na Praça Cívica, em Natal e afirmou que irá solicitar informações da prefeitura sobre a obra. Jacó Jácome afirmou que a reforma foi iniciada há três anos e o local, que já foi uma grande referência para campeonatos, está fechado. Na sua avaliação, da forma como está, a cidade não tem condição de receber atletas e nem campeonatos.

Ezequiel visita feira de artesãos na Assembleia e se impressiona com diversidade

unnamed (6)

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte rotineiramente  abre espaço para o artesanato potiguar. Desta vez, o Salão Nobre da Casa sedia uma feira com artigos produzidos por artesãos de Natal e do interior do Estado. O presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) visitou o espaço e conheceu os diferentes tipos de trabalhos na manhã desta quinta-feira (2).

“A Casa do Povo dá a oportunidade aos artesãos do Rio Grande do Norte de expor seus trabalhos. É uma forma de valorizar o artesanato que gera renda para milhares de pessoas em nosso Estado e que precisa ser incentivado ”, disse o presidente.

Na feira, o que mais chamou a atenção do presidente da Casa e de outros visitantes é a variedade das peças. De Caicó, dona Lourdes trouxe os tradicionais bordados da cidade. Sete expositores vindos de São Gonçalo expõem a arte em barro  utilizando a folha da carnaúba. Já Edileuza Pereira, artesã de Natal, vende doce e chips de banana, uma novidade trazida de Manaus.

A diversidade de produtos vai desde trabalhos com pirogravuras, pintura em madeira, biscuit, garrafas decoradas, customização de sandálias, bijuterias, bonecas de pano até quadros em 3D.  “Essa iniciativa da Assembleia deveria ser copiada por todos os órgãos. Aproveitar o espaço que tem para expor o nosso trabalho”, incentiva Jeane Ferreira, da Associação de Artesãos de São Gonçalo, a Artemar.

Dois são feitos reféns em assalto a Correios no RN; ladrões se entregam

armaUm vigilante e um cliente foram feitos reféns na manhã desta quinta-feira (2) durante um assalto a agência dos Correios de Equador, no Seridó potiguar. De acordo com a Polícia Militar, dois criminosos que participaram do crime se entregaram. Outros dois conseguiram fugir.

Segundo a PM, os dois homens armados invadiram a agência por volta das 8h. Os outros dois comparsas ficaram do lado de fora e conseguiram fugir assim que viram os carros da polícia chegando.

Cerca de uma hora depois, após negociação com os policiais, os dois que estavam no interior do prédio se entregaram. “Duas pistolas foram apreendidas com os assaltantes”, acrescentou o capitão Moacir Galdino, comandante da PM na região.

Ainda de acordo com o oficial, o vigilante e o cliente da agência não foram feridos.

Ministro Henrique Alves recebe prefeitos potiguares em Brasília

51b594a8-0725-4528-8c01-cc4b209e36bb

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, recebeu, nesta quarta-feira (1), em Brasília, os prefeitos de Santa Cruz, Passa e Fica, Pendências e Monte Alegre. Os gestores pediram o apoio de Henrique Eduardo Alves para obras de infraestrutura turística em seus municípios e projetos que tramitam em outras pastas da Esplanada dos Ministérios.

Henrique Alves acompanhou a prefeita Fernanda Costa, de Santa Cruz, e o prefeito Pepeu Lisboa, de Passa e Fica, até o Ministério das Cidades. No encontro com o ministro Bruno Araújo, Henrique Eduardo Alves reforçou o pleito dos prefeitos para investimentos em infraestrutura urbana nas duas cidades potiguares. O deputado Tomba Farias também participou da audiência.

Pepeu e Dra. Fernanda também solicitaram ao ministro do Turismo a liberação e recursos para o Parque das Algarobas, em Passa e Fica, e para a conclusão da primeira etapa do teleférico de Santa Rita de Cassia, em Santa Cruz. Passa e Fica integra o roteiro de turismo de aventura das Serras Potiguares. Já Santa Cruz se consolida como polo turístico religioso.

Em audiência com o prefeito de Monte Alegre, Severino Rodrigues, Henrique Eduardo Alves tratou das obras para construção de um teatro e a revitalização da praça da cidade. O prefeito de Pendências, Ivan Padilha, solicitou recursos para o projeto de urbanização de duas avenidas e 16 praças de Pendências.

Os prefeitos dos quatro municípios potiguares também pediram apoio ao ministro Henrique Alves para a liberação de recursos nas áreas de saúde, esporte, educação e agricultura.

POTI NETO – Henrique Eduardo Alves também recebeu o vice-prefeito de São Gonçalo do Amarante, Poti Neto. Os dois conversaram sobre propostas que apoiem a infraestrutura turística local. O vice-prefeito acredita no melhor aproveitamento das potencialidades do município em função do fluxo de passageiros que chegam ou deixam Natal pelo Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves.

Assessoria

Governo atende pleito do presidente da ALRN e revoga portarias do transporte intermunicipal

unnamed (24)

Atendendo apelo do presidente da Assembleia Legislativa e deputados, o Governo do Estado, através do Departamento Estadual de Estradas e Rodagens (DER), revogou 7 portarias que tinham sido editadas no dia 01 de junho e que regulavam o transporte intermunicipal no Estado. Os atos de revogação estão publicados no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta terça-feira (02): “Revogar, por vício de formalidade, as Portarias nº 066, 067, 068, 069, 070, 071 e 072, datadas de 23 de maio de 2016 e dá outras providências”, diz o texto publicado.

“O Governo do Estado acertou. Tornou sem efeito uma decisão drástica que impactava milhares de pessoas que dependem do transporte intermunicipal para sua locomoção e de outras tantas que tiram da atividade o seu sustento”, enfatiza Ezequiel Ferreira de Souza, presidente da Assembleia Legislativa.

Segundo Ezequiel Ferreira, agora o tema volta a ser debatido na Casa Legislativa pelo conjunto dos deputados e técnicos do Governo com a participação de representes do setor para se chegar a uma definição harmônica e consensual, respeitando as normas de segurança e economicidade.

Na quarta-feira (1/6), Ezequiel Ferreira de Souza, e um grupo de deputados estaduais receberam os representantes da categoria de alternativos intermunicipais e assegurou apoio total às suas reivindicações. E, inclusive, durante o encontro com quase 30 proprietários de vans, telefonou pessoalmente para o diretor do DER, general Fraxe e para o governador em exercício Fábio Dantas, reforçando o apelo para a nulidade da medida.

Participaram os deputados Galeno Torquato (PSD), Carlos Augusto Maia (PSD), Vivaldo Costa (PROS), Getúlio Rêgo (DEM), Hermano Morais (PMDB), Nélter Queiroz (PMDB), Gustavo Carvalho (PSDB), Kelps Lima (Solidariedade) e Cristiane Dantas (PCdoB).

Os proprietários de vans afirmam que as portarias do modo que tinha sido editadas traziam dificuldades à atividade e faziam alusão, principalmente, às novas taxas que foram instituídas que inviabilizam totalmente o serviço dos pequenos empresários.

Assessoria

Teste aponta que fosfo age contra melanoma; mas menos do que droga já usada

a-fosfoetanolamina-ou-pilula-do-cancer-e-alvo-de-polemica-1459028004257_615x300

Um novo relatório sobre a eficácia e a toxicidade da fosfoetanolamina sintética, mais conhecida como “pílula do câncer”, aponta que o uso da substância em altas doses reduziu em 34% o tamanho do tumor de melanoma –um tipo de câncer de pele– em camundongos.

A dose aplicada aos animais com efetividade foi equivalente ao que seria a ingestão de 40,5 mg/kg da substância por um ser humano. Essa quantidade é mais que o dobro da dose sugerida pelo pesquisador da USP São Carlos que distribuía a “pílula do câncer”: 17,5 mg/kg.

A eficácia do composto em altas doeses foi menor do que a da cisplatina, um dos compostos utilizados para o tratamento do câncer atualmente. Os animais que receberam cisplatina tiveram redução de 68% do tumor após o tratamento.

A pesquisa feita pelo CIEnP (Centro de Inovação e Ensaios Pré-Clínico), e financiada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, separou os roedores em grupos. Num deles foi administrada diariamente uma dose de 200 mg/kg de fosfoetanolamina sintética, em outro 500 mg/kg da mesma substância, e no último 2 mg/kg de cisplatina.

O tratamento com a fosfoetanolamina foi aplicado uma vez por dia ao longo de 24 dias no total. Já com a cisplatina foram três doses na primeira semana e uma dose por semana nas duas últimas.

Este é o primeiro teste feito pelo grupo de trabalho do MCTI que apontou alguma eficácia da substância. O melanoma é o câncer de pele mais frequente no Brasil (25% de todos os tumores registrados), de acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer).

Sem efeito em baixa dose

A fosfoetanolamina sintética na dose menor (200 mg/kg) não teve efeitos no tratamento do câncer. Já os animais que receberam a dose maior, de 500 mg/kg, tiveram redução de 34% nos tumores de melanoma após três semanas de tratamento. O grupo que recebeu cisplatina teve uma redução do tumor em 68%.

As doses utilizadas pelos pesquisadores foram definidas por meio de uma fórmula que equivale a dose administrada em humanos e em animais. A dose de 500 mg/kg para os camundongos equivale a 40,5 mg/kg por dia para humanos.

A dose recomendada pelo pesquisador que criou a “pílula do câncer”, produzida pela USP São Carlos, era de 17,5 mg/kg por dia. Só um pouco a mais que a dose equivalente para humanos da 200 mg/km para roedores: 16,2 mg/kg.

Não houve eficiência contra outros tipos de tumor

Um teste feito pelo Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos da Universidade Federal do Ceará avaliou que, apesar de não ser tóxica, a “pílula do câncer” não teria nenhuma eficácia no tratamento do câncer.

Foram testados dois tipos diferentes de tumores inoculados nos ratos: o Carcinossarcoma 256 de Walker e o Sarcoma 180. A fosfoetanolamina utilizada foi fornecida pelo governo federal, e as doses, de 1g/kg (o dobro da pesquisa do CIEnP), foram ajustadas ao longo dos 10 dias de pesquisa de acordo com o peso dos animais.

Um grupo recebeu a fosfo, outro soro fisiológico e outro a substância ciclofosfamida, amplamente utilizada no tratamento do câncer. O resultado dos testes não indicou diferenças entre os tamanhos dos tumores dos ratos tratados com a fosfoetanolamina e dos que receberam o soro fisiológico.

Estudantes têm até hoje para se inscrever no Sisu do segundo semestre

noticia_141848_340x295

Termina hoje (2) o prazo de inscrição para quem quer concorrer a uma vaga no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Podem participar os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 e não tiraram 0 na redação. Nesta edição, são ofertadas 56.422 vagas em 65 universidades federais e estaduais e institutos federais para o segundo semestre deste ano.

As inscrições são feitas online, no site do Sisu. Ao fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. O candidato também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência ou a vagas reservadas a ações afirmativas. Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

Última nota de corte

Os candidatos têm acesso hoje à última nota de corte. Desde o início das inscrições, uma vez por dia é divulgada a nota de corte de cada curso, com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada.

O resultado será divulgado no dia 6 de junho e a matrícula deverá ser feita entre os dias 10 e 14. Aqueles que não forem selecionados poderão participar da lista de espera, entre 6 e 17 de junho. Os candidatos na lista começarão a ser convocados a partir do dia 23 de junho.

Márcia Maia é eleita vice-presidente para assuntos sociais da Unale

unnamed (23)

A deputada estadual Márcia Maia (PSDB) foi eleita, nesta quarta-feira (1º), para ocupar a vice-presidência para assuntos sociais da Secretaria da Juventude da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE). A escolha foi feita pelos representantes de diversos estados integrantes da Frente Parlamentar Interestadual de Mobilização Nacional Pró-Criança e Adolescente (Fenacria), colegiado do qual a parlamentar é coordenadora no Nordeste.

“Sem dúvida, é uma imensa honra e, ao mesmo tempo, uma responsabilidade sem tamanho assumir essa função. Agradeço a confiança dos colegas”, disse a deputada Márcia Maia, que presidente a Frente Parlamentar da Criança e do Adolescente na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, além de ter trabalho em projetos voltados à assistência social, de mulheres e minorias.

Participando durante todo o dia do encontro da Unale, Márcia Maia discutiu com parlamentares sobre assuntos de interesse da juventude brasileira, foco da secretaria que passa a ter a parlamentar como vice-presidente.

“Vamos buscar sempre ampliar nosso trabalho em prol dessas pessoas, tanto no Rio Grande do Norte quanto no restante do país”, disse a parlamentar.

Assessoria