Parlamento Jovem apresenta pleitos para a Educação

unnamed (2)

A necessidade de melhorias nas escolas, no tocante aos reparos das quadras poliesportivas, reposição de professores, serviços de saúde, entre outras melhorias, deram o tom da sessão plenária do Parlamento Jovem, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (29). O projeto está em sua 5ª edição e a deputada Márcia Maia (PSDB), idealizadora desta iniciativa na Assembleia Legislativa, também participou da sessão ordinária, destacando a importância dos jovens se engajarem na política para mudar os rumos de sua cidade e País.

“Quero deixar a minha palavra de estímulo e motivação para vocês, que são muito importantes para os nossos mandatos. Espero que este projeto possa chegar ao maior número possível de jovens. Vamos continuar trabalhando em prol de políticas públicas para as mulheres, os jovens, os trabalhadores, os idosos, os portadores de deficiência. É necessário que estejamos sempre disponíveis a fiscalizar e termos mandatos propositivos”, afirmou Márcia Maia.

Em seu pronunciamento, o jovem deputado Pedro Gabriel chamou a atenção para a precariedade de algumas escolas, principalmente quanto à falta de professores: “Esses jovens serão prejudicados no ano letivo e também no ENEM e sofrerão dificuldades para ingressar no mercado de trabalho”, disse.

A parlamentar Luana Ribeiro fez uma sugestão para que as escolas sejam melhor equipadas com itens básicos de pronto-socorro. “Temos colegas portadores de deficiência, outros que necessitam de cuidados especiais, além dos próprios funcionários, que às vezes se acidentam e precisam de cuidados”, afirmou Luana.

A necessidade de cursos profissionalizantes e técnicos a fim de qualificar os estudantes para melhor se posicionarem no mercado de trabalho foi o tema do pronunciamento da deputada Rayssa Alves de Oliveira. “É preciso incentivar os jovens a desejar melhores oportunidades e a se esquivarem das drogas e da criminalidade”, afirmou. Atual presidente da Mesa Diretora, o jovem deputado João Ramalho fez sugestões para que o Governo do RN invista na escola de tempo integral e na educação de qualidade.