Pesquisadores encontram estátua de macaco em Parque Marinho de Fortaleza

A estátua foi achada dentro d’água com uma corda presa na cintura. — Foto: Labomar-UFC/Mar do Ceará/SEMA

Pesquisadores do Instituto de Ciências do Mar (Labomar) encontraram uma estátua em forma de macaco feita de concreto a 25 metros de profundidade no oceano, na costa de Fortaleza. O achado ocorreu durante mergulho para mapear os diferentes tipos de espécies que vivem no Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio.

Desde o dia 10 de julho, equipes do órgão realizam expedições com assistência da operadora de mergulho Mar do Ceará. Até agora, foram realizados seis mergulhos entre 17 e 30 metros de profundidade. O objetivo é identificar e quantificar espécies no fundo do mar e aferir temperatura, oxigênio e salinidade através de coletas de água.

“Foi semana passada. Fomos para uma recife que nunca tínhamos mergulhado, descemos e vimos o que parecia ser uma figura humana, mas chegamos perto e vimos que era uma estátua de macaco”, relata o professor Marcelo Soares, coordenador do Labomar.

A estátua foi achada dentro d’água com uma corda presa na cintura. “Ninguém sabe quem fez, e ninguém sabe quem colocou lá e nem por qual motivo. Foi super curioso”, avalia Marcelo Soares.

Do G1

Leave a Comment