Presos de Alcaçuz continuam levres e armados

Para a Polícia Militar, a missão de separar os presos com o muro objetiva “preservar vidas”. Foi o que disse o comandante geral da corporação, coronel André Azevedo, em entrevista no final da tarde do sábado após a primeira fileira de contêineres ficar pronta. Apesar disso, os detentos permanecem soltos e armados.

Ainda durante a entrevista, o comandante destacou que caçambas recolheram uma grande quantidade de entulhos e muitas barras de ferro que eram usadas como armas pelos presos. Mas, não deu prazo para que o Estado faça uma intervenção em busca de armas de fogo e armas brancas.

Apesar da separação feita pelo muro de contêineres, os detentos de Alcaçuz permanecem soltos pela unidade. (Foto: Fred Carvalho/G1)
Apesar da separação feita pelo muro de contêineres, os detentos de Alcaçuz permanecem soltos pela unidade. (Foto: Fred Carvalho/G1)

Fonte:http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2017/01/apos-tentativa-de-fuga-detento-e-baleado-por-agentes-em-alcacuz.html