Respiradores e recuperação do nível de emprego são temas no horário dos deputados na ALRN

 No horário destinado aos deputados na sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (1º), dois assuntos estiveram em destaque nos parlamentares inscritos: o caso da recuperação dos recursos pagos pelo Governo do Estado para a compra de respiradores, que não foram entregues e a recuperação no nível de empregos no Brasil.
O primeiro a se pronunciar foi o deputado Vivaldo Costa (PV) que elogiou a atuação da governadora para a recuperação de parte dos recursos que foram pagos ao Consórcio Nordeste para a aquisição dos equipamentos.
“Está provado que não havia necessidade de CPI. Está provado que nesse Parlamento há uma tentativa de desconstrução da boa imagem da governadora Fátima Bezerra, mas não vão conseguir. O Rio Grande do Norte e os governadores do Nordeste fizeram o consórcio com o objetivo de garantir a vida, quando não havia vacinas nem medicamentos. Os respiradores existiam para os casos mais graves”, disse o deputado.
Vivaldo disse ainda que infelizmente o consórcio foi lesado porque havia pilantras no meio e a oposição aproveitou para fazer essa tentativa de desconstrução da imagem da governadora.
Ainda sobre o assunto, o deputado José Dias (PSDB), começou dizendo que era impossível discutir com a deputada Isolda Dantas (PT) e que a decisão foi apenas de primeira instância e o Estado não recebeu o dinheiro.
“O dinheiro resgatado está depositado numa conta judicial. Essa ação, falo com a experiência que tenho, pode durar até 15 anos para ser concluída. A governadora só agiu agora, na época de eleição para tentar recuperar o dinheiro”, registrou o deputado.
Encerrando o horário, o deputado Coronel Azevedo (PL) falou sobre a queda no nível de desemprego no País e informou que o índice caiu para 10,5% com um registro de 96,6 milhões de pessoas ocupadas.  
“É a menor taxa de desemprego desde 2015 quando ficou em 8,1% de acordo com a pesquisa divulgada hoje pelo IBGE. O Brasil enfrentou uma pandemia nunca vista no País, e as consequências da guerra na Ucrânia. É muito diferente do tempo dos governos do PT que faziam obras na Venezuela e na Nicarágua e perdoava as dívidas. Isso é uma prova de que o atual governo não rouba nem deixa roubar. Temos muitas obras como a água do Rio São Francisco, a Reta Tabajara, a melhoria do Metrô de Superfície e repasse de muitos recursos para o Rio Grande do Norte”, concluiu.

Leave a Comment