RN: o primeiro natal em Natal sem Wilma de Faria

Foto: Laurivan de Sousa

Este será o primeiro natal em Natal, no Rio Grande do Norte, sem a ex-governadora Wilma de Faria. Ela faleceu no dia 15 de junho deste ano, e deixou muitas saudades nos corações da maioria do norteriograndense.

Para os funcionários públicos, que hoje sofrem as aflições da falta de um calendário de pagamento em dia, Wilma deixou a marca de seu desempenho quanto as responsabilidades de pagar em dia, tanto na prefeitura de Natal, como no governo do Estado, sendo atenciosa a todos que serviam ao serviço público. Foi com Wilma que a Polícia Militar passou a ter um salário mais digno, já que no governo anterior ao dela um soldado da PM não tinha nem condição de cumprir os deveres básico de sua família.

Houve falhas? Sim, mas Wilma enfrentava tudo de cabeça erguida e defendia o Estado com todas as forças que possuía. Lembram da história da ponte do Forte Redinha? Durante o tempo em que Wilma era prefeita, em parceria com o Estado, a ponte seria construída, e seria cobrado pedágio por vinte anos. Mas quando Wilma foi governadora mudou o projeto e presenteou a Zona Norte de Natal com a livre passagem em uma belíssima ponte.

Temos muitas obras em todo Estado feito por Wilma, alguma com destaque como é a Ilha de Santana, em Caicó; em Mossoró aconteceu duplicações de estradas e investimentos na área da cultura e nos hostipais. Wilma foi de fato a governadora de todos,do Seridó, do Agreste, do Trairi, da região do Mato Grande, da região Salineira, do alto, médio, baixo e cetro Oeste. Em 2014 o povo tinha saudade de Wilma, e se estivesse viva hoje seria aclamada pelo povo como governadora para 2018.

Aos amigos conterrâneos, à família de Wilma que conheço quase todos, pois tive o prazer de ser seu fotografo por quase onze anos.

Desejo a todos um feliz e solidário natal, mesmo sem a presença da guerreira, mas com boas lembranças do que ela fez pelo Estado do rio Grande do Norte.

Que Deus nos abençoe!

 

Laurivan de Sousa

 

Quadro mostra a inauguração da ponte Forte a Redinha no governo Wilma

 

Wilma caminha ao lado de grandes lideranças de Currais Novos, entre eles o atual presidente da ALRN, Ezequeiel Ferreira
Wilma e Eduardo Campos, os dois falecidos – Quem imaginaria?
Japi/RN – Wilma era querida pelo povo do RN-  Foto: Laurivan de Sousa
Wilma em Natal – era muito amada – Foto: Laurivan de Sousa
Wilma parava o trânsito em qualquer lugar do RN, aqui um trabalhador, ainda com a poeira de seu trabalho, deseja abraça-la
Wilma era a mulher da bandeira vermelha do RN, mas conseguia aglutinar todas as cores partidárias / Foto: Laurivan de Sousa