Rússia anuncia retirada parcial de tropas na fronteira com a Ucrânia

Atualmente, mais de 100 mil soldados do governo de Vladimir Putin se concentram na região da fronteira / Leonid Scheglov/BelTA/Divulgação via REUTERS

A Rússia anúncio a retirada de parte de suas tropas da fronteira com a Ucrânia nesta terça-feira, 15. Segundo declaração do Ministério da Defesa divulgada no país, soldados que realizavam exercícios em distritos militares na fronteira com o país vizinho estão retornando para as bases. “Vários exercícios de treinamento de combate, incluindo exercícios, foram conduzidos conforme planejado”, disse o porta-voz da Defesa, Igor Konashenkov, que não informou o número de soldados em retirada. O anúncio do recuo parcial das tropas acontece em meio à escalada das tensões entre russos e ucranianos e a possibilidade de uma invasão do país. Atualmente, mais de 100 mil soldados do governo de Vladimir Putin se concentram na região da fronteira.

Embora a Rússia tenha sempre negado as chances de invasão, países membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), como os Estados Unidos, alertaram  que a tomada do território poderia acontecer “a qualquer momento”. Após o anúncio da Defesa, a Maria Zakharova, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores disse que o dia “vai entrar para a história como o dia em que a propaganda de guerra ocidental falhou”, em referências às acusações de que a Rússia estaria planejando a invasão. “Eles foram desonrados e destruídos sem que um único tiro fosse disparado”, escreveu nas redes sociais.

Jovem Pan