Sandro questiona efetividade de ações na saúde, educação e agricultura familiar

Os resultados da atuação do Governo Estadual nas áreas da saúde pública, educação e agricultura familiar foram questionados pelo deputado estadual Sandro Pimentel (PSOL) na sessão plenária desta quinta-feira (8). Em pronunciamento feito na Assembleia Legislativa, o parlamentar criticou o que classificou como “problemas crescentes” nas áreas acima citadas.

“Os problemas na saúde pública são crescentes e me parece que é uma pasta que não tem secretário, a governadora tem que indicar alguém que tenha competência e responsabilidade. Sei que o atual secretário é profundo conhecedor do SUS, mas isso não basta. É preciso ação e efetividade”, disse.

Sandro Pimentel questionou o andamento da regulamentação do projeto da educação em tempo integral. “É fundamental para o desenvolvimento da educação. As escolas estão à mingua, sem acompanhamento, caindo aos pedaços. A educação é um setor que não está funcionando”.

Por fim, o deputado pronunciou-se sobre a criação da Secretaria de Reforma e Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf). “O que tem planejado, na prática para que essas famílias? Há algo palpável?”, questionou.

Em aparte a deputada Isolda Dantas (PT) elencou três programas desenvolvidos na Sedraf pelo governo estadual nesses sete meses de administração. “Em sete meses tem registrado o desenvolvimento de um programa estadual de documentação da trabalhadora rural que já emitiu quase 2 mil documentos para mulheres rurais. Pode parecer simples, mas não é pouco. Também instituiu o programa que vai comprar sementes crioulas para as famílias e realizou convênio com o Banco do Nordeste que vai beneficiar mais de 3 mil famílias”, disse.

Assessoria

Leave a Comment