Se o Mateus que sequestrou o filho de Benes estivesse preso a história poderia ser diferente

Resultado de imagem para Preso
Foto: da Internet

Se o  Mateus da Silva Régis, de 17 anos, morto em confronto com policiais militares na tarde desta quarta-feira (15) durante o sequestro relâmpago que também vitimou o filho do ex-prefeito de Lages, Benes Leocádio, estivesse preso desde quando foi pego por seus primeiros crimes, algumas famílias estariam dormindo tranquilas, pois seus parente estariam vivos e em casa.

Exemplo: o Mateus foi preso no dia 04.08.2017 por está praticando furto na Cidade Alta, usando um simulador de pistola. Mas invés de ficar preso, foi liberado por ter apenas 16 anos.

Mas caso nosso Congresso Nacional tivesse revisto as punições, com  mais severidades, para os que cometem crimes, e até aprovado a lei que diminui para 16 anos a menor idade para responder por crimes, teríamos uma situação diferente.

  1. A policial militar Caroline Pltsch estaria viva, pois foi o Mateus quem a matou em uma Pizzaria na Zona Norte de Natal no dia 26.03.18;
  2. O esposo de Caroline não teira sofrido o atentado e sido quase morto, pois foi o Mateus que deflagrou contra ele os tiros. Hoje ambas as vítimas estariam andando felizes na sua cidade;
  3. Se o Mateus estivesse preso um comerciante de lan house em Pajuçara, Zona Norte de Natal, estaria vivo, pois foi vítima de Mateus que o matou para roubar no dia 12.04.18;
  4. Se o Mateus estivesse preso não teria também roubado um veículo e feito a vítima dirigir para ele até o destino que desejava, no dia 06.05.18;
  5. Se o Mateus estivesse preso o filho de Benes Leocádio estaria vivo, pois foi o Mateus que sequestrou o rapaz quando estava no Bairro de Tirol, na tarde de 15.08.18, quando o garoto foi  ao carro para pegar uns documentos; o filho de Benes foi morto no fogo cruzado entre o Mateus e a Polícia Militar;
  6. Ainda, se o Mateus estivesse preso, ele estaria vivo com as condições de se recuperar pela força do Estado, caso o Estado passasse a assumir de uma vez por todas as condições de um governo que protege o cidadão de bem e pune com severidade os criminosos.

O Estado Brasileiro precisa mudar de verdade!