Segundo o fantástico o governador Robinson é suspeito de envolvimentos em diversas corrupções no RN

Resultado de imagem para Robinson faria
Foto: da Internet

Acabou de passar no Fantástico. O governador Robinson Faria recebia entre 100 a 180 mil Reais desviados dos cofres públicos, acusa a reportagem em que a polícia federal, autorizada pela justiça, gravou Rita das Mercês recebendo dinheiro de Adelson  Freitas. Segundo ele, era dinheiro mando pelo próprio governador.

As gravações e entrevistas comprometem, em muito, o governador Robinson; segundo a reportagem, ele está envolvido em três operações que combatem a corrupção realizadas pela polícia federal, a Dama de Espada, onde um assessor do governador foi flagrado entregando 5 mil Reais no apartamento de Rita, que segundo ela era para seu filho Gustavo Villaroel. O assessor de Robinson ao sair do apartamento de Rita diz a ela que poderia ficar tranquila que o governador iria resolver tudo.

Na reportagem também aparece uma gravação telefônica entre Robinson Faria e Rita das Mercês, onde o governador, na época candidato ao governo (2014), promete a Rita que iria tirá-la da Assembleia Legislativa para levá-la para o governo. Promessa que findou não acontecendo.

Este pagamento mensal de R$ 5 mil era feito em troca de silêncio de Rita sobre a corrupção, pagamento este que durou entre 2015 e 2017, disse Rita das Mercês ao Ministério Público Federal (MPF).

A segunda investigação que envolve Robinson é denominada de Operação Candieiro que envolve outro filho de Rita, Gutson Reinaldo, que também virou delator após ter sido preso por participação em um esquema de corrupção.

Em 2015 ele foi alvo da investigações e preso. A Operação Candeeiro investiga desvios de R$ 35 milhões no Idema (Instituto de Meio Ambiente do Rio Grande do Norte).

Nesse caso, há também acusação contra o deputado estadual Ricardo Motta que assumiu a presidência da Assembleia Legislativa do RN durante o governo de Rosalba Ciarline, quando o atual governador era o vice de Rosalba; Ricardo e Robinson são acusados por Gutson, filho de Rita.

A terceira investigação que envolve o governador é a Lava Jato, quando ele foi acusado de ter recebido propina da JBS. Segundo a denúncia ele recebeu, juntamente com seu filho, deputado federal Fábio Faria o valor de 10 milhões de Reais.