Sérgio Moro dá 48 horas para Lula entregar recibos originais de aluguel

Resultado de imagem para Moro e Lula
Foto: Internet

O juiz Sérgio Moro determinou prazo de 48 horas para que a defesa do ex-presidente Lula entregue os recibos originais dos aluguéis do apartamento vizinho ao do ex-presidente, em São Bernardo do Campo.

O prazo de dois dias começa a contar a partir da notificação da defesa. Moro negou os pedidos dos advogados de Lula. Disse que não é preciso marcar uma audiência formal para a entrega, nem que um perito esteja presente.

No pedido feito na quarta-feira (11), os advogados do ex-presidente afirmaram que o perito era necessário para atestar o estado do material no momento da entrega, como a ausência de rasuras e que o juiz iria entender a cautela da defesa nestes tempos que correm.
Nesta sexta-feira (13), Moro declarou que, como a defesa tem os recibos, pode fazer cópias para prevenir qualquer chance de adulteração e considerou surpreendente que essa hipótese tenha sido levantada pelos advogados.

A defesa entregou, até agora à Justiça, 31 cópias de recibos. Seriam referentes ao aluguel do apartamento vizinho ao de Lula em São Bernardo do Campo. O Ministério Público afirma que os comprovantes são ideologicamente falsos e que o contrato do aluguel foi forjado para esconder que Lula recebeu o imóvel como propina da Odebrecht.

O apartamento está em nome de Glaucos da Costamarques, primo do pecuarista José Carlos Bumlai, condenado na Lava Jato e amigo do ex-presidente Lula. O juiz ainda não decidiu se será feita uma perícia nos recibos.

Em um outro despacho, o juiz Sérgio Moro determinou que o Hospital Sírio Libanês entregue novas informações, desta vez sobre os registros de internação, no segundo semestre de 2015, do advogado Roberto Teixeira, amigo de Lula.

Em depoimento, Glaucos da Costamarques disse que recebeu uma visita de Teixeira no hospital no fim de 2015 e que ouviu do advogado que os pagamentos do aluguel começariam a ser feitos. Teixeira afirma que se encontrou com Glaucos no Sírio por acaso, em outra data, e que não falaram sobre o aluguel.

Defesa do ex-presidente Lula disse que fará a entrega dos documentos no prazo, assim que receber a notificação. E que considerou surpreendente o juiz não aceitar a realização de uma audiência para a entrega das vias originais. A defesa reafirmou que os documentos são autênticos.

Sobre o pedido do juiz Sérgio Moro dos registros de internações no Hospital Sírio Libanês, a defesa do ex-presidente Lula declarou que o juiz age como investigador e acusador, fora de suas funções.

E que o juiz não aceita que versões fantasiosas da acusação sejam desmentidas por fatos e documentos. O juiz Sérgio Moro não quis se manifestar.

 

Fonte: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/10/sergio-moro-da-48-horas-para-lula-entregar-recibos-originais-de-aluguel.html

Leave a Comment