SP: Dória recebe 120 mil doses de vacinas chinesas não autorizadas pela Anvisa

Governador João Doria acompanha chegada dos lotes  — Foto: Reprodução/TV Globo
Governador João Doria acompanha chegada dos lotes — Foto: Reprodução/TV Globo

O governo do estado de São Paulo recebeu na manhã desta quinta-feira (19) as 120 mil primeiras doses da CoronaVac (vacina chinesa) que será aplicada contra a Covid-19. O material foi importado da China e desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan.

O governador João Doria, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, e o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchtey, acompanharam a chegada do lote, que foi trazido em um voo da China que desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo.

A CoronaVac é uma das quatro candidatas a vacina contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) que estão sendo testadas no Brasil. O governo de São Paulo firmou acordo para a compra de 46 milhões de doses e para a transferência de tecnologia para o Instituto Butantan.

O que falta saber é se o Estado de São Paulo vai se tornar uma República independente? Se o povo de São Paulo, os primeiros 120 mil, vão se submeter aos testes cobaias dessa suposta vacina?

Quando será feita investigação pela a Polícia Federal nesse contrato milionário, sem licitação, entre o governo João Dória e a China.

Informações do G1SP

Leave a Comment