STF: Gilmar Mendes manda soltar Alexandre Baldy, preso pela Lava Jato

Foto da Internet

Oministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), acatou recurso da defesa do agora secretário licenciado de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, preso nessa quinta-feira (6/8) pela Lava Jato na Operação Dardanários, e mandou soltá-lo. São informações do Estadão.

O magistrado atendeu à solcitação da defesa de Baldy, cujo argumento é de que a Lava Jato se baseou somente em declarações de delatores, sem apresentar provas ou elementos que justificassem a prisão provisória ou medidas cautelares.

Gilmar Mendes apontou, em seu despacho, que o próprio juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, anotou que a prisão temporária se fazia necessária para ouvir Baldy. Segundo o ministro, o uso da prisão temporária não pode ser usada para “forçar a presença ou a colaboração do imputado em atos de investigação ou produção de prova”.

Metrópoles