STF prende deputado Daniel o acusando de apologia ao AI5

O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) foi preso em flagrante após vídeo em que defende o fechamento do STF, o que é inconstitucional — Foto: Reprodução/TV Globo

Segundo o G1, o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) passou a madrugada desta quarta-feira (17) preso na sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro, na Zona Portuária da cidade. Ele foi preso em flagrante na noite de terça (16). O parlamentar divulgou um vídeo no qual faz apologia ao AI-5, instrumento de repressão mais duro da ditadura militar, e defende a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o que é inconstitucional.

No vídeo, Silveira ataca seis ministros do Supremo: Edson FachinAlexandre de MoraesLuís Roberto BarrosoGilmar MendesMarco Aurélio Mello e Dias Toffoli.

O deputado foi detido no fim da noite em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. Após passar por exames no Instituto Médico Legal (IML), Silveira foi levado ao prédio da Superintendência da PF por volta de 1h30.

Se os atuais ministros do STF perguntarem ao povo brasileiro o que acham deles como pessoas, vão receber resposta que não irão se agradar. O povo brasileiro está cansado de um STF que faz política, que ataca constantemente as decisões do Poder Executivo, que deturpam a Constituição Federal.

O Brasil precisa reagir os abusos praticados pelo STF, eles, os ministros, são funcionários públicos que devem agir dentro da Constituição e da Lei.

Se o deputado Daniel errou, deve pagar na forma da Lei. Mas não justifica uma prisão sem comunicação prévia à Câmara Federal.

Esse inquérito ilegal do STF deve ter fim o mais rápido possível. É inconstitucional.