STF resolve reimplantar o sistema inquisitório abrindo precedente para os demais juízes fazerem o mesmo

STF vai comprar kit com armadura e capacete para se proteger de ...
A justiça brasileira não é sega, só ver o que quer/Foto da Internet

O sistema inquisitório era uma forma de julgado em que o acusador, promotor, avaliador das provas e sentenciador era a mesma pessoa, usando torturas para obter a confissão do réu e promoverem as provas. O réu estaria condenado antes da sentença, pois dependia exclusivamente daquele poder.

Isso foi o que no dia de ontem, 17, o STF fez contra à Constituição Federal. Voltou a implantar o sistema inquisitório sob pretexto de está defendendo a honra da Suprema Corte.

Perseguição total aos que os criticam e defendem o presidente Jair Messias Bolsonaro. Dizemos isso porque não muito distante destes dias, políticos do PT atacaram o STF e nada sofreram, nem deveriam sofrer, já que ninguém pode ser julgado por ideias ou pensamentos.

Alguns estão chamando de tomada de poder, pois com essa decisão arbitrária o STF rasga a Carta Magna, pois, se faz isso para atacar o poder executivo, não haverá mais harmonia entre os poderes como registra os artigo 2º da Constituição Federal.

Os poderes da União deveriam ser harmônicos, compostos por Executivo, Legislativo e Judiciário, com papeis diferentes para manter a democracia. O que não está acontecendo por parte dos ministros do STF.

Os parlamentares que se calam por seus interesses pessoais, terão que se calar no futuro ante aos abusos do senhores juízes da Suprema Corte, ou acham que vai ficar apenas nesse episódio?

Os cidadãos brasileiros, sejam eles de esquerda, do centrão, ou de direita terão dias amargos se aceitarem que esse monstro criado pelo STF cresça. Todos estarão sujeitos a um poder absoluto sem direito a defesa, sem direito ao devido processo legal.

Torcemos para o melhor do Brasil, dizendo não ao retorno dos roubos apontados pela a Lava-Jato.

Mas você pode perguntar o que tem haver com isso a decisão de ontem. Esqueceram de uma imagem dos jornais nacionais que rodou por todo o mundo, de um homem correndo com uma mala que tinha quinhentos mil reais de propina dentro? Segundo notícias, na época, era dinheiro para o ex-presidente que indicou o Alexandre Moraes para o STF.

Senhores parlamentares, falem agora ou serão calados para sempre.

Leave a Comment