Testes rápidos detectam 21 casos de HIV nos circuitos do carnaval na Bahia

Testes gratuitos são realizados em postos nos circuitos da folia  (Foto: Divulgação / Secom)
Testes gratuitos são realizados em postos nos circuitos da folia (Foto: Divulgação / Secom)

Testes rápidos realizados no carnaval apontaram 21 diagnósticos positivo para HIV até esta segunda-feira (27), em Salvador. A ação é oferecida pelo projeto “Fique sabendo”, e já realizou 3.300 testes. Além dos casos de HIV, foram detectados 98 reagentes para sífilis, oito para hepatite B e três para hepatite C.

Os serviços são oferecidos de forma gratuita através de unidades instaladas no Multicentro Carlos Gomes, no circuito Osmar (Campo Grande), das 10h às 21h. O outro ponto é um módulo montado na Rua Dias D’Ávila, próximo ao Farol da Barra, no início do circuito Dodô, com atendimento até as 22h.

Os pacientes reagentes para sífilis iniciam o tratamento no próprio circuito da folia. Já os usuários com sorologia positiva para outras DSTs são encaminhados para unidades de referência do município, e recebem tratamento gratuito integral.

Além de oferecer os testes rápidos, o projeto também reforça a importância do sexo seguro. Até está segunda, mais de 700 mil unidades de camisinhas foram distribuídas aos foliões nos circuitos oficiais da festa.

 

Fonte: http://g1.globo.com/bahia/carnaval/2017/noticia/2017/02/testes-rapidos-detectam-21-casos-de-hiv-nos-circuitos-do-carnaval-na-bahia.html